Caprino boer é raça de destaque na caprinocultura brasileira

Inicio » Pecuária » Caprino boer é raça de destaque na caprinocultura brasileira
18/02/2019 Por
Caprino boer é raça de destaque na caprinocultura brasileira

Caprino boer é boa opção para quem pretende entrar no setor da caprinocultura

O caprino boer é uma das raças mais procuradas em todo o setor. Sua versatilidade faz com que ela seja reconhecida em todo o território nacional.

Além disso, o caprino boer é muito popular em regiões quentes como o nordeste. Por isso, na indústria de corte, a carne do animal é considerada de alto valor.

Caprino boer aparentemente feliz com a foto

Características do caprino boer

Toda raça de caprino tem características marcantes que o tornam necessários por todo o setor. Dessa forma, com o caprino boer não poderia ser diferente. O animal africano tem atributos marcantes e vantajosos que o fazem ser reconhecidos. Sendo eles:

  • Percentual de carne magra: A carne deste caprino é conhecida por ter baixo teor de gordura. Cerca de 3%. Além disso, por ser considerada carne nobre, possui atributos como maciez e enorme suculência.
  •  Puberdade precoce:  Essa carne é perfeita para reprodução, uma vez que a sua precocidade bem rapidamente. Aos 6 meses o caprino já está apto para reproduzir.
  • Baixo custo: O animal não tem problemas com diferentes tipos de alimento.  Antes de se alimentar sozinho, o animal fica por cerca de 2 meses só mamando direto da mãe.
  • Ajuda na fazenda: Por ser um animal que não tem diferenças com alimentos, a cabra se alimenta  de arbustos ali presentes, assim liberando espaço para atividades de outros animais do local.
  • Facilidade de peso: O animal dessa raça chega a ganhar aproximadamente 1 kg a cada 3 dias.

Raças de caprinos

Para a execução de um bom trabalho e resultados que ajudem no desenvolvimento da fazenda, são necessários animais, e dentro dessa classe de animais, estão os caprinos. Todos os caprinos tem o seu valor no trabalho rural, isso varia de acordo com o tipo de demanda que o fazendeiro precisa. E as principais raças de caprinos são:

  • Repartida: O animal é conhecido por ter seu pescoço de cor diferente do resto do tronco, por isso o nome.  Além disso, o animal tem o seu valor. É prestigiado por ser um animal versátil, assim servindo para corte, reprodução ou produção de leite.
  • Canindé: Essa raça de cabra é considerada forte, assim sendo útil para trabalho no campo. Além disso, o animal tem cor característica que o torna conhecido; os pelos de seu corpo são pretos, exceto a parte lateral da cabeça que é constituída pela cor branca.
  • Moxotó: Cabra nordestina, o a raça trabalha bem na fazenda, porém, seu uso está mais voltado para o corte de carne.
  • Bhuj: Essa raça é a mais conhecida do mercado. Por conta de sua aparência simpática, o animal já chegou a aparecer até em comerciais de televisão. A cor preta e orelhas brancas o tornam ainda mais conhecido por este mercado que segue crescendo de maneira abrangente.
  • Savanna: Dos citados, é a única raça que veio do continente africano. Seu corpo é extremamente versátil, pelagem branca e couro preto,  o que o torna resistente a temperaturas mais altas. Além disso, o animal tem ótimo peso para a produção de carne de corte. Chegando a pesar cerca de 130 kg.

Caprino boer

Com a expansão do setor e o Brasil cada vez mais sendo reconhecido mundialmente pelo mercado de produção agrícola, o caprino boer se concretizará como uma das raças exportadas do país, assim não sendo reconhecida apenas no país, mas sim, mundialmente.

Agro20 | Portal Vida No Campo