Casquinha de siri é um prato tradicional e muito popular nos litorais

Inicio » Agronegócio » Casquinha de siri é um prato tradicional e muito popular nos litorais
08/06/2020 Por
Casquinha de siri é um prato tradicional e muito popular nos litorais

Casquinha de siri é saborosa e contribui para a saúde óssea

Sem dúvida, um dos petiscos mais pedidos nas áreas litorâneas é a casquinha de siri. A iguaria tradicionalmente brasileira vai muito bem acompanhada de cerveja ou caipirinha. Afinal, nada melhor do que relaxar na sombra à beira-mar, degustando uma casquinha.

Com a aproximação do verão e da temporada de praia, chega a hora de conhecer mais sobre esse petisco. A seguir, você descobre mais sobre receitas e benefícios da casquinha de siri.

Casquinha de siri

O que é casquinha de siri?

Casquinha de siri é um petisco muito característico e tradicional na culinária popular do Brasil. Sem dúvida, sem consumo é ainda maior nas regiões do litoral, sobretudo nas estações mais quentes.

Em suma, a casquinha de siri consiste na carne refogada do siri em combinação com outros ingredientes. O prato leva esse nome porque é servido dentro da carapaça do siri. Embora sua origem não seja certa, o petisco é comercializado em todo litoral brasileiro.

Além disso, o uso de carapaças em pratos com crustáceos ocorre também em países europeus, tais como França e Portugal. Embora a casquinha de siri pareça ser um prato oriundo da cozinha brasileira, o petisco pode ter sido inspirado por pratos similares.

Carne de siri

Em geral, redes de espera e puçás são usadas para pescar os siris do mar. Entretanto, em determinadas regiões, o método é substituído pela utilização de gaiolas.

Primeiramente, os siris passam por uma limpeza para serem cozidos na sequência. Em seguida, os crustáceos têm suas carapaças e patas quebradas e separadas da carne com um martelo.

O processo manual de extração da carne de siri é conhecido pelo nome de “desmariscamento”.

De fato, o desmariscamento é uma atividade majoritariamente feminina. Isto é, esposas de pescadores costumam realizar o serviço com o auxílio de colheres, facas ou garfos.

São necessários cerca de trinta e cinco a quarenta e cinco unidades para obter o equivalente a 1 quilo da carne de siri. Assim, a carne do crustáceo é então refogada e devidamente temperada em conjunto de outros ingredientes. Os acompanhamentos desse preparo tendem a variar de acordo com a região brasileira.

Em suma, a casquinha de siri é servida em conchas feitas de porcelana ou barro, ramequins ou, mais comumente, no formato original, dentro da própria carapaça do crustáceo.

Para garantir a crocância da casca, o prato tende a ser empanado na farinha e posteriormente assado. Sem dúvida, o petisco está intimamente associado à culinária de pescadores. Apesar dessa conotação popular, o prato também figura em uma variedade de restaurantes, sejam eles litorâneos ou não.

O uso mais comum, nesses casos, é servir a casquinha como um prato de entrada. Ou, em casos mais comuns, como um petisco para degustar na beira da praia.

Casquinha de siri

Benefícios da casquinha de siri

A gastronomia brasileira é, sem dúvida, uma das maiores vantagens nacionais. Afinal, a culinária brasileira é multifacetada e recebe muitas variações a depender do lugar.

Cada região e estado do Brasil possui suas delícias peculiares e sabores típicos que, além de agradarem o paladar, fornecem também importantes nutrientes e benefícios para a nossa saúde.

Um desses alimentos ricos em nutrientes é, sem dúvida, a carne do siri, muito presente na cozinha tipicamente nordestina. De fato, o siri é uma carne rica em proteínas e muito nutritiva.

Isto é, o crustáceo oferece um nutriente de grande importância para a construção de cada um dos tecidos corporais, incluindo, por exemplo, os tecidos musculares.

Além disso, especialistas garantem que o siri ainda contém minerais tais como fósforo, magnésio e cálcio, ou seja, minerais que atuam na manutenção direta da saúde óssea. Promovem, também, a produção de enzimas, encarregadas de garantir que a memória funcione bem.

Isso sem mencionar um importante aliado para a imunidade: o zinco presente. E o melhor de tudo é que todos esses benefícios podem ser obtidos com menos de uma grama de gordura para cem gramas de siri.

Receita de casquinha de siri

Você sabe como fazer casquinha de siri? Embora essa iguaria seja encontrada à venda em feiras e mercados, seja pronta ou congelada, não há nada como o preparo caseiro.

Afinal, você pode dosar o tempero de acordo com seu paladar, dando até mesmo aquele toque especial que é todo seu. Nesse caso, a praticidade dos congelados é substituída por uma maior qualidade no sabor da refeição.

De fato, as carnes de siri podem ser encontradas facilmente em peixarias tradicionais. Além disso, nesses estabelecimentos também são comercializadas as carapaças do crustáceo, ou seja, as casquinhas prontas para serem recheadas.

Com a aproximação do verão, é o momento perfeito para você aprender uma receita de casquinha de siri. Portanto, vamos colocar a preguiça de lado e arregaçar as mangas.

Antes de começar, uma dica super especial: para dar um toque de sabor “secreto” no petisco, acrescente uma lasquinha de gengibre.

Preparo para essa delícia? Então confira, logo em seguida, os ingredientes e o modo de preparo.

Casquinha de siri

Ingredientes de casquinha de siri

  • 500 gramas de carne de siri limpa e devidamente desfiada;
  • 1 unidade de leite de coco;
  • 2 colheres de sopa de azeite de dendê;
  • 2 tomates de tamanho médio, picados, sem sementes e sem pele;
  • 1 cebola picadinha ou ralada;
  • 2 colheres de sopa de azeite extra-virgem;
  • Cebolinha picada, pimenta e sal a gosto;
  • 2 dentinhos de alho amassados;
  • Queijo parmesão ralado.

Modo de preparo

  1. Primeiramente, esquente as quatro colheres de sopa de azeite em uma frigideira funda e larga;
  2. Quando o azeite estiver quente, doure os dentes de alho e a cebola raladinha;
  3. Em seguida, acrescente a carne de siri na frigideira junto do tomate picado, sem pele e sem sementes;
  4. Deixe tudo cozinhar em fogo baixo por quinze minutos;
  5. Passado esse tempo, é hora de adicionar o leite de coco. Em seguida, tempere com pimenta, sal e cebolinha a gosto;
  6. Mexa tudo pacientemente, durante cinco minutos. Depois, é hora de rechear as carapaças (casquinhas) do siri;
  7. Se preferir, polvilhe um pouco de queijo parmesão e deixe a casquinha gratinar no forno.

E está pronta sua casquinha de siri.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo