Cera de carnaúba destaca utilidade em diferentes setores

Inicio » Agronegócio » Cera de carnaúba destaca utilidade em diferentes setores
11/03/2019 Por
Cera de carnaúba destaca utilidade em diferentes setores

A cera de carnaúba é utilizada tanto no setor farmacêutico quanto no automobilístico

As utilidades da cera de carnaúba são das mais variadas e atendem uma série de setores no mercado consumidor brasileiro.

A cera de carnaúba é uma identidade marcante da flora brasileira, e os seus produtos, na atualidade, ganham cada vez mais destaque no mercado internacional.

Planta da qual é retirada a cera de carnaúba

O que é a cera de carnaúba?

A cera de carnaúba é uma espécie de cera retirada de folhas da palmeira carnaúba – também chamada de copernicia prunifera. Esta planta é nativa do Brasil, e seu cultivo acontece apenas em regiões do Nordeste do país; incluindo o Ceará, Piauí e no Rio Grande do Norte.

Esta cera é extraída da palmeira em formato de duros flocos de coloração amarronzada. Para que seja retirada é necessário um processo de bater nas folhas até que seja liberada a cera e em seguida é refinada.

O Brasil é único país produtor desta cera, portanto, o único exportador tanto no mercado nacional como internacional. Sua fabricação pode ser voltada para diferentes tipos de mercados, do farmacêutico ao automobilístico.

Além disso, no universo agro está cera também toma conhecimento entre os agricultores. Em seu estado líquido, é produzido o álcool alifático, o qual se mostra muito eficiente em horticulturas e nos plantios.

A árvore de carnaúba, responsável pela fabricação da cera, é popularmente conhecida no Ceará como “árvore da vida”. A planta recebe este nome pela infinidade de recursos que promove para uso humano.

Tanto seu tronco como seus frutos são ricos em nutrientes e minerais, como por exemplo suas raízes são exploradas na medicina como agentes diuréticos e antivenéreos. No caso dos frutos, são utilizados na pecuária como ração aos animais.

O tronco da árvore é referência em construções pois sua qualidade é surpreendente devido a forte resistência. Contudo, seu produto mais explorado é sua cera, um líquido valioso e uma verdadeira identidade da flora brasileira.

Para que serve cera de carnaúba?

A cera de carnaúba possui diversas utilidades pois suas propriedades fazem com o que ele possua das mais variadas aplicações. O mais conhecido é no setor automobilístico. A cera é ideal para revestimento de piso nos automóveis do mesmo modo que também é excelente no processo de encerar o mesmo.

A cera de carnaúba líquida na indústria do automóvel é muito procurada pois garante que o carro fique com aspecto espelhado. Além disso é um produto versátil que também serve como finalização na limpeza.

Outro ponto a ser destacado é o fato de não ser um produto perecível, ou seja, não exige armazenamento especial por conter baixo teor de água. Portanto, é um produto facilmente exportado e de baixo custo.

 Principais produtos da carnaúba

Como já dito anteriormente,  este produto atende diferentes mercados e é eficiente em todos eles. A variedade de segmentos que pode ser dada é infinita.

  • Tecnologia

Pouco se sabe mas a cera está sendo muito explorada no setor tecnológico, na produção de chips e pequenas peças de placas em produtos eletrônicos são um novo investimento neste ramo.

  • Cosméticos

No setor de beleza, a cera já conhecida no mercado para os buscam produtos cada mais naturais. Uma ótima alternativa para o mercado vegano pois é 100% vegetal e substituí o uso da cera de abelha na confecção dos cosméticos.

Na produção, a cera serve como base para criar consistência em cremes de cabelo, hidratantes faciais, batom labial, base e protetor líquido. Assim como outros tipos de cera, a de carnaúba cria uma película protetora que auxilia no controle de umidade da pele.

É um produto rico em óleos e manteigas vegetais, além disso promete diversos benefícios para a pele. Utilizado também em procedimentos estéticos, como na limpeza de pele por exemplo.

  • Plástico

Na indústria do plástico, este produto tem destaque por ser um recurso renovável e substituto do petróleo. É utilizada na fabricação dos mais variados produtos plásticos, como copos, canudos e talheres por exemplo.

Em seu estado de cera, o produto é utilizado para revitalizar e tratar produtos plásticos. Sua fabricação é simples e pode ser feita em casa.

  • Disco de vinil

Uma curiosidade é que a indústria, no passado, fazia a produção de discos de vinil por muitos anos a partir da cera da palmeira de carnaúba. Apesar do disco ser usualmente feito de PVC, a cera foi muito vantajosa na época pois é de baixo custo, alto rendimento e qualidade.

  • Instrumentos musicais

Na indústria musical, o uso da cera foi muito utilizado no passado como forma de manter os instrumentos conservados. A cera pode ser utilizada para manutenção de todos os tipos de instrumentos, sua maior procura era destinada às baterias.

O produto além de limpar e deixar brilhante, cria uma camada protetora que permite evitar riscos e danos ao material.

  • Produtos de manufatura

O setor da agricultura também desfruta dos benefícios da cera. A cera é também utilizada na fabricação de álcool alifático. O álcool é destinado para a manufatura, sendo útil nos plantios e mesmo modo que nas horticulturas.

Ademais produtos também produzidos a partir da cera de carnaúba estão entre eles as tintas, os códigos de barra, impermeabilizantes até mesmo lubrificantes.

Há também quem produz sua própria cera líquida de carnaúba caseira. Contudo, o processo demanda um certo investimento nos utensílios em que será feita.

cera de carnaúba

Produção da cera de carnaúba

A cera é produto fruto das folhas da palmeira de carnaúba e sua colheita acontece nos períodos entre setembro e março, no período que em há sol o suficiente para permitir que as folhas sequem de maneira natural.

No período de seca no Brasil, ambos os lados da folha sofrem secreção, ou seja, liberam líquido, de coloração amarelada. Neste período das folhas são cortadas e deixadas ao solo. Para a retirada na cera em pó, é preciso bater nas folhas uma nas outras, em seguida, a folha é aquecida, coada e por fim resfriada.

O produto final oferecido ao mercado consumidor é de um líquido de coloração verde amarelado ou castanho.

Em função de todas as suas possibilidades de uso, fica claro que a cera de carnaúba é muito importante ao mercado brasileiro; já que contribui com a produção dos mais diversos setores comerciais.

Agro20 | Portal Vida No Campo