Chá de alecrim é bom para aliviar dores de cabeça e cansaço

Inicio » Agricultura » Chá de alecrim é bom para aliviar dores de cabeça e cansaço
27/08/2019 Por
Chá de alecrim é bom para aliviar dores de cabeça e cansaço

Um bom e revigorante chá de alecrim, além de auxiliar no tratamento de várias doenças, também exige cuidados na sua ingestão

O chá de alecrim tem muitos benefícios nutricionais e para a saúde. Entre outras coisas, serve para melhorar a função cognitiva, a digestão e até auxiliar na prevenção de câncer e problemas de pele. Com isso, podemos considerar que essa erva é um fitoterápico por excelência. Ela ajuda a revigorar a alma e tonificar o organismo.

Entretanto, apesar de ajudar no bem-estar, certos efeitos colaterais estão relacionados ao seu excesso. Ou seja, ele pode ser nocivo inclusive durante períodos gestacionais, por exemplo. Confira neste artigo como tirar melhor proveito de um chá de alecrim sem ter que correr risco algum.

Chá de alecrim

O que é chá de alecrim?

Chá de alecrim é uma bebida muita consumida entre os adeptos da boa saúde, pois traz inúmeros benefícios para o corpo e a manutenção do bem-estar geral. Isso porque a erva ajuda a fortalecer todo o nosso organismo.

Para isso, o alecrim tem ação não apenas na cura, alívio e prevenção de males, mas também deixando seu corpo mais resistente. A partir desse fortalecimento da imunidade, o chá de alecrim pode fazer milagres no quesito profilaxia.

Entre outros nomes, a erva que hoje é famoso como “alecrim” chegou em terras brasileiras na fase colonial, sendo até conhecida por rosmarinho, alecrim de jardim e até alecrim de horta.

Você pode até se perguntar para que serve chá de alecrim, já que a erva é tão famosa por suas propriedades medicinais.

De fato, essa erva aromática sempre foi comum em locais do Mar Mediterrâneo. Afinal, tem ação expectorante, é forte aliada em processos de emagrecimento, tem ação antioxidante e melhora casos de gripe e inflamações.

Além de prevenir doenças cerebrais e derrames, vale destacar que o alecrim ainda ajuda a diminuir gases e melhorar a digestão.

O alecrim e seus nutrientes

Os nutrientes do alecrim são muitos, a exemplo da vitamina A, que é vital para a pele, os olhos, é antioxidante e ajuda na prevenção de infecções.

Por outro lado, como tempero, o alecrim também fornece doses de vitamina C, evitando envelhecimento cutâneo, melhorando sua imunidade e prevenindo contra derrames.

A vitamina K também marca presença no chá de alecrim, ajudando na coagulação do sangue e na fixação de cálcio nos ossos. Ao mesmo tempo, a erva ainda tem certas vitaminas do complexo B, aminoácidos e ácidos graxos, ajudando no metabolismo.

Saiba ainda que um delicioso chá de alecrim contém compostos com importantes ações biológicas. Veja algumas:

  • Ação anticancerígena;
  • Ação anti-inflamatória;
  • Ação antioxidante.

Chá de alecrim

Benefícios do chá de alecrim

Analisando a erva, o alecrim apresenta importantes benefícios para a sua saúde. Ele tem ação diurética e ainda ajuda no emagrecimento.

Entretanto, ele também ajuda a diminuir desconfortos como gases intestinais e processos intestinais, apresentando ações antioxidantes e anti-inflamatórias.

Por ser uma erva rica em vários compostos fenólicos, um chá de alecrim ainda ajuda a prevenir doenças. Dentre elas, podemos destacar os derrames e até mesmo o câncer.

Além de proteger e fortalecer diversas partes do corpo humano, confira abaixo outros benefícios do chá de alecrim para a sua saúde:

  • Casos de gripe: o chá de alecrim combate o vírus da gripe, além de ter ação expectorante, que é ótima para combater a tosse;
  • Estresse e memória: o óleo de alecrim, misturado a demais óleos, pode ajudar a abaixar casos de estresse, pela diminuição da carga de cortisol;
  • As articulações: a erva pode ser aplicada por compressas na pele, ajudando a reduzir inflamações articulares devido à sua ação anti-inflamatória;
  • Doenças crônicas: suas propriedades anti-inflamatórias e antioxidantes são ótimas para combater inflamação e estresse, a exemplo do diabetes.

Um chá de alecrim para consumir e emagrecer

Para saber como consumir a erva, saiba que, além do chá de alecrim, você também pode ingeri-la como tempero, nas formas em pó, na forma de óleo e até mesmo in natura. Sendo assim, mesmo que seu aroma seja incomum, ela combina com peixes, frango e carnes suínas.

O alecrim também marca presença em receitas de molhos de tomate. Além disso, é amplamente utilizado para aromatizar azeites de oliva e as tradicionais sopas.

Veja, em seguida, uma receita bem simples e fácil de como fazer chá de alecrim para emagrecer:

  1. Como ingredientes, basta separar uma xícara de alecrim e um litro de água potável. Depois, para o preparo, apenas ferva a água, desligando o fogo após ferver;
  2. Despeje a xícara com o alecrim, deixando em infusão por alguns minutos. Por fim, é só apreciar seu chá de alecrim na hora do dia em que desejar.

Mesmo com todos os benefícios, vale a pena ficar atento às contraindicações da erva. Veja mais detalhes a seguir.

Chá de alecrim

As contraindicações do chá de alecrim

Sim, consumir chá de alecrim também pode causar efeitos colaterais. Seu consumo em grandes quantidades pode causar distúrbios gastrointestinais, reações alérgicas, vermelhidão na pele, contrações uterinas, convulsões e até mesmo hemorragias.

Para você evitar esses problemas, indicamos apenas a ingestão do chá de alecrim entre uma ou duas xícaras ao dia.

Contudo, para ficar atento ao consumo da erva, saiba que ainda há contraindicações na gravidez. Isso porque alguns compostos do alecrim podem estimular a menstruação. Ou seja, ainda mais nos primeiros meses, o resultado pode ser casos de hemorragia uterina, parto prematuro e até aborto espontâneo.

Por outro lado, mulheres em amamentação devem evitar essa bebida, que deve ser consumida com moderação. Certas substâncias são voláteis e podem ser repassadas para a criança pela amamentação.

Para os casos de convulsões, certos ativos de um chá de alecrim podem aumentar as ocorrências em quem já tem pré-disposição. Ou seja, se você tem distúrbios nessa área, procure um médico antes do consumo.

Nesse sentido, problemas estomacais também estão ligados ao consumo de chá de alecrim. Seu consumo em excesso pode resultar em vômitos, náuseas, hemorroidas e inflamação intestinal.

Entretanto, esses quadros costumam ocorrer apenas na ingestão em que há consumo do chá de alecrim. De qualquer forma, se você tiver dúvidas, procure sempre um médico antes de consumir a erva.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo