Chá de amora possui propriedades antioxidantes e é delicioso

Inicio » Agricultura » Chá de amora possui propriedades antioxidantes e é delicioso
20/09/2020 Por
Chá de amora possui propriedades antioxidantes e é delicioso

De origem asiática, chá de amora proporciona vários benefícios à saúde e é incluído em dietas. A planta da qual deriva esse chá é cultivada há mais de 3.000 anos na China, local de maior consumo e produção de ervas de chá no mundo, seguido de mercados como Japão, EUA e Índia.

O continente asiático se mostra importante não só em termos de origem e consumo, mas também por estudar a fundo as propriedades e benefícios do chá de amora. Apesar de sua origem chinesa, o Japão foi o responsável por pesquisar e divulgar por meio de incentivos de programa de governo os benefícios proporcionados pelo chá ao organismo humano.

Chá de amora

O que é chá de amora?

Chá de amora é uma bebida derivada da infusão de folha de amora, espécie de árvore indígena de origem asiática que se espalhou em várias regiões do mundo. A bebida proveniente da infusão da folha desse tipo de árvore se beneficia das qualidades nutricionais da espécie, pois é rica em vitaminas e minerais.

A árvore que origina a planta é conhecida como “amoreira”, cujo nome científico é Rubus sellowii. O fruto da amoreira conta com espécies diferentes, 10, sendo as mais populares a amora branca, preta e vermelha. A amora, fruta, é rica em vitaminas e minerais. Além disso, é fonte de ferro, cálcio e Vitamina C.

As folhas que são utilizadas para fazer o chá de amora são ricas em magnésio, cálcio, potássio e fósforo. Também contam com antioxidantes, Vitaminas C e E.

Os chineses utilizam a amoreira não só para a produção do chá medicinal, mas também para a fabricação de papel e criar bichos de seda.

Para que serve o chá de amora?

É bem verdade que este chá não é conhecido por ser uma bebida intragável, mas sem dúvida o que o faz famoso são as suas qualidades medicinais.

Afinal, para que serve o chá de amora?

Ele é indicado para prevenir doenças cardíacas, glaucoma e reforço da memória. Isto porque é rico em antioxidantes como antocianina. Antioxidantes têm ação anti-inflamatória, ajudando a limpar o sangue, tratar dor de estômago e evitar envelhecimento precoce da pele. Além disso, ajuda a melhorar a diarreia e amenizar os sintomas de resfriado.

Outra aplicação usual do chá de amora é em dietas que visam a perda de peso. Entenda melhor esses e outros benefícios proporcionados pelo chá de amora no tópico abaixo.

Benefícios do chá de amora

Como vimos, os benefícios do chá de folha de amora são diversos e até mais abrangentes do que os relatados acima. Conheça um pouco mais desses benefícios do chá de amora logo mais.

Chá de amora

Regula o trânsito intestinal

O fato de colaborar para reduzir dor de estômago e aliviar os sintomas da diarreia se deve por conter em sua composição boa quantidade de fibras. As fibras têm capacidade de facilitar o trânsito intestinal por absorver agentes nocivos e não serem absorvidas pelo organismo, logo sendo expelidas pelas fezes. A absorção e descarte de bacilos nocivos colaboram significativamente para a restauração ou preservação da saúde da flora intestinal.

Evita hipertensão e melhora a circulação

As folhas do chá de amora contêm um hipotensor chamado ácido y-aminobutírico. Esse hipotensor tem efeito de normalizar a pressão arterial.

Já a circulação sanguínea é beneficiada como consequência da melhora das taxas de colesterol no sangue, o que nos leva ao próximo benefício.

Melhora os níveis de colesterol

As propriedades das folhas de chá de amora geram efeito de diminuição das placas de gordura nas artérias, acúmulo conhecido como aterosclerose. Tal efeito naturalmente diminui a concentração de colesterol ruim no sangue.

Previne e trata diabetes

O chá de amora contém um composto químico que reduz as taxas de açúcar no sangue após o consumo de alimentos. Esse composto é chamado de 1-desoxinojirimicina, também conhecido como DNJ.

A descoberta dessa qualidade do chá de amora ocorreu no Japão, onde cientistas fizeram testes em ratos fornecendo o extrato de amoreira antes das refeições com alimentos ricos em carboidratos. O resultado foi a diminuição das taxas de glicose no sangue.

Esse controle é de fundamental importância para reduzir os efeitos da diabetes e para tratá-la.

Tipos de amora

Como apontado anteriormente, há diferentes tipos de amora, dez espécies, e cada uma contém qualidades próprias que beneficiam a saúde humana. Conheça esses benefícios com mais detalhes das espécies mais famosas.

Chá de amora branca

A amora branca descende da Morus Alba L, nome científico de uma das variantes da amoreira, amoreira-branca.

O chá de amora branca se utiliza das plantas para fazer o chá dessa espécie, plantas ricas em propriedades antioxidantes, antimicrobianas e hiperglicêmicas.

São úteis para diminuir a absorção de açúcar no sangue, além de melhorar o metabolismo e aliviar sintomas de má digestão.

 

 

Chá de amora

Chá de amora preta

A amora preta é fruto da amoreira-silvestre, assim como as suas irmãs têm propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias.

O chá de amora preta é procurado para tratamento de osteoporose e cólicas menstruais.

Mercado de chá no mundo e no Brasil

O chá é a bebida mais consumida do mundo depois da água. Estima-se que sejam consumidas mais de 3 milhões de xícaras de chá por minuto no mundo.

O maior mercado de produção e consumo dessa bebida milenar fica em seu berço de origem: a China colossal que anualmente movimenta mais de 9 bilhões de dólares com o mercado de chá, seguida de países como a Rússia com mercado de mais de 3 bilhões de dólares, o Japão com desempenho parecido com a dos russos, Estados Unidos com um pouco mais de 2 bilhões de dólares anuais, e Índia, com números semelhantes ao mercado norte-americano, um pouco mais de dois bilhões.

No Brasil, a média de consumo tem sido de 10 xícaras por pessoa anualmente, números bem tímidos se comparados às grandes potências produtoras e consumidoras de chá, dentre eles o chá de amora.

Apesar dos números discretos, esse cenário vem se modificando ano após ano conforme o aumento de consciência sobre a importância de uma dieta saudável para o bem-estar físico e mental.

Um número que comprova essa nova tendência é o aumento de produção de bebidas não alcoólicas no país segundo a Associação Brasileira das Indústrias de Refrigerantes e Bebidas Não Álcóolicas (ABIR). Estima-se que no período de 2010 a 2015 houve aumento de 53,93% na produção destas bebidas, com o chá de amora incluído.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo