Chorume exige descarte correto e pode ser de auxílio para a fertilização

Inicio » Meio Ambiente » Chorume exige descarte correto e pode ser de auxílio para a fertilização
26/04/2019 Por
Chorume exige descarte correto e pode ser de auxílio para a fertilização

O chorume é resultado da decomposição de matéria orgânica

O uso do chorume nas plantações é um método ecológico e econômico de incentivar a fertilização. A produção do biochorume em casa, feita de de forma natural, pode aumentar a produtividade de uma plantação; além de promover o reaproveitamento de materiais orgânicos.

O chorume é um composto que pode ser desenvolvido de duas formas principais, tanto a partir do lixo industrial como do doméstico. Tendo em vista que cada tipo de composto contém determinados elementos, o descarte e a formação da substância é diretamente relacionada a estes fatores.

chorume depositado nos rios

O que é chorume?

O chorume é o líquido fruto da poluição, e é caracterizado pela sua cor escura e seu odor forte. Ele é resultado da decomposição e de processos químicos, físicos e biológicos. Deste modo, estes processos somados com a ação da água da chuva gera a lixiviação dos compostos orgânicos, ou seja, a dissolução destes elementos.

O chorume é também conhecido como um líquido percolado que pode ser encontrado nos aterros sanitários e até mesmo no lixo doméstico. Todo tipo de processo químico denominado de chorume é conhecido desta forma porque é formado pela decomposição da matéria orgânica presente no lixo.

O chorume pode afetar os lençóis freáticos, ou seja, as águas subterrâneas. Deste modo, o composto pode poluir este tipo de recurso natural de água potável. Essa poluição está relacionada com compostos presentes no chorume.Isso porque as elevadas cargas de matéria orgânica em processo de decomposição são responsáveis por possíveis ações danosas ao meio ambiente.

Na composição do chorume, pode ser observado um alto teor de pH no líquido. Além disso, a taxa de carbono e nitrogênio orgânico por mg/L é altas em razão do tipo de processo que ocorre nos compostos. Elementos como cobre, cromo e mercúrio são encontrados na composição deste líquido; embora boa parte dos compostos dependam diretamente do tipo de matéria orgânica do qual são formados.

Os tipos de chorume

Os tipos de chorume são relacionados ao tipo de processo em que cada composto é desenvolvido e a sua composição. Os dois tipos mais comuns são: necrochorume e biochorume.

O necrochorume é o líquido resultante da decomposição de cadáveres. Em sua composição, pode ser encontrado uma alta taxa de cadaverina, em razão do elemento amina. Este tipo de chorume é reconhecido pelo forte odor que produz em razão da ação da putrefação.

A putrefação faz parte de um dos estágios do processo da decomposição humana e animal. Este processo começa a acontecer cerca de 24 horas após a morte do indivíduo; e depende da temperatura ambiente para ocorrer de forma mais rápida ou lenta.

O chorume é fruto da matéria orgânica do lixo

O biochorume é um líquido resultante da decomposição de matéria orgânica. É também conhecido como o líquido encontrado no lixo orgânico residencial. Para realizar o descarte deste material de forma a não prejudicar o meio ambiente, é necessário o uso da coleta seletiva. Este processo facilita e organiza os tipos de lixo, direcionando cada um deles para o destino correto e mais adequado.

Por outro lado, o biochorume nem sempre é descartado, e há muitas plantações em que este líquido orgânico é utilizado como forma de fertilizar a terra e as sementes. Isso acontece porque em sua composição há muitos sais minerais e nutrientes provenientes dos alimentos.

A maneira correta de reaproveitar este líquido é fazer a diluição da substância em água e borrifar nas folhas das plantas; ou mesmo aguar diretamente na terra, em pequenas quantidades. Além de ser um método de reaproveitar o produto, ele agrega diversos benefícios ao meio em que atua.

Quais as causas do chorume

Atualmente, a formação do chorume químico é um problema ambiental que eleva a poluição de rios e solos. Algumas das causas deste problema estão relacionados com o crescimento vegetativo urbano. Isso porque, uma vez que a população nas cidades cresce, aumenta também a quantidade de lixo produzido; contribuindo, portanto, para a formação do chorume.

A poluição em si é decorrente do curso que o lixo faz, pois quando não é tratado de forma adequada, pode cair nos rios e contaminar os lençóis freáticos. Além disso, quando o lixo é levado até os depósitos a céu aberto, também se torna um perigo para a população.

Os resíduos são acumulados no solo e, em muitos casos, não recebem tratamento ou proteção contra as chuvas; deste modo, favorecendo o processo de contaminação do solo. Em outros casos, este líquido pode sofrer evaporação e, com isso, influenciar no agravamento de problemas ambientais como, por exemplo, o efeito estufa.

Por outro lado, há maneiras de tratar tanto os rios como os solos que podem ser contaminados. No caso dos aterros sanitários, danos ao solo podem ser provocados pelo descarte incorreto. Mas, como forma de tratar este possível problema, é necessário que o descarte do lixo seja feito partir da coleta seletiva. Deste modo, o lixo comum é encaminhando para um local de tratamento e reciclagem, e o lixo orgânico é designado para decomposição.

No caso dos rios, são necessários processos químicos para tratar os danos na água. Dependendo do estado, são processo diferentes para cada caso, e que devem ser elaborados por biólogos, com a finalidade de reduzir a taxa de poluentes do local.

chorume nos aterros sanitários

Biofertilizante ou chorume

O biofertilizante e o chorume são dois compostos semelhantes quanto ao desempenho no campo rural. Contudo um deles é altamente tóxico e outro é biodegradável. Sendo assim, a maior diferença entre estes dois elementos é a composição.

O chorume é resultado da decomposição de matéria orgânica e, por isso, é conhecido pelo cheiro forte e desagradável. Isso acontece porque os resíduos presentes no chorume são tanto domésticos como de origem industrial.

Por outro lado, o biochorume é desenvolvido, especialmente, para uso nas plantações e como forma de fortalecer o solo. Em sua composição é possível encontrar ricos nutrientes em razão da sua composição, que é feita apenas a partir de materiais orgânicos.

Além disso, este tipo de chorume não sofre de contato com nenhum tipo de metal que possa mudar sua composição e; por isso, está presente na agricultura, em especial nas produções de pequeno porte.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo