Ciclagem de nutrientes é importante para as florestas

Inicio » Meio Ambiente » Ciclagem de nutrientes é importante para as florestas
11/08/2020 Por
Ciclagem de nutrientes é importante para as florestas

Para o desenvolvimento adequado da vegetação e a manutenção da flora, é substancial a ciclagem de nutrientes em florestas

Um ecossistema que está em equilíbrio é auto-sustentável. Quando isso ocorre, dizemos que o ecossistema atingiu o estágio clímax de desenvolvimento, como no caso dos ecossistemas brasileiros amazônicos. Assim, tudo que a Amazônia produz, ela reutiliza, e desse modo há a ciclagem de nutrientes.

Em contrapartida, para que um ecossistema chegue ao nível de desenvolvimento da floresta Amazônica é necessário um longo período, e para interferir no equilíbrio deste ecossistema é muito fácil. Um exemplo de atividade que interfere na ciclagem de nutrientes na Amazônia é a indústria que trabalha com a extração de madeira.

Ciclagem de nutrientes

O que é ciclagem de nutrientes?

Ciclagem de nutrientes é basicamente o ciclo de cada elemento que está presente no solo, os quais são utilizados pelas plantas para produção de biomassa. Ou seja, o nutriente em sua forma inorgânica é absorvido pela vegetação, e a partir desse momento irá desempenhar funções orgânicas nas células.

Por este motivo, a falta de nutrientes pode acometer a saúde da planta, pois são necessários para o desempenho de funções essenciais à vida da planta como a fotossíntese.

Após a renovação de folhas, por exemplo, as quais são depositadas sobre o solo e chamadas de matéria orgânica em decomposição, é devolvido ao solo os nutrientes utilizados, completando a ciclagem de nutrientes e, deste modo, contribuindo para a manutenção da fertilidade do solo.

Ao explorar ambientes para extração de madeira, os nutrientes são retirados do local com a biomassa, e não retornarão ao seu local de origem, interrompendo a ciclagem de nutrientes do ambiente.

Assim sendo, a floresta tem o seu equilíbrio ecológico prejudicado e deixa de ser um ambiente auto-sustentável, consequentemente, não está mais no seu estágio clímax. Nessa perspectiva, é imprescindível a importância do meio ambiente e sua preservação, principalmente quando falamos sobre a ciclagem de nutrientes na Amazônia.

Ciclagem de nutrientes

Ciclagem de nutrientes e fertilidade do solo

A ciclagem de nutrientes no solo consiste no ciclo de elementos como o carbono, nitrogênio, fósforo, potássio, os mesmos que estão presentes em insumos agrícolas para adubar o solo, os conhecidos “NPK”.

São classificados em macro e micronutrientes, e cada um deles tem um ciclo orgânico diferente e, concomitantemente, a demanda desses pelas plantas é distinta.

Micronutrientes

Os micronutrientes como o cloro e o manganês são exigidos em pequenas quantidades pelas plantas, embora sejam fundamentais para a realização da assimilação da fotossíntese. No entanto, os “NPK” fazem parte dos macronutrientes, os quais as culturas necessitam em maior quantidade.

Ciclagem de nutrientes

Macronutrientes

Os macronutrientes atuam no crescimento da planta, desenvolvimento de raízes, e na produção de carboidratos, entre outros. Eles estão dispersos na solução do solo em diferentes concentrações.

em uma floresta como a Amazônica eles não estão disponíveis na solução do solo em grande quantidade. Porém, são suficientes para a manutenção da vegetação já existente na região.

Quando retiradas as espécies nativas, os nutrientes também são retirados, e o solo se torna pouco produtivo para a agricultura ao que tange a ciclagem de nutrientes para novas plantações.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo