Clima é fator que pede equilíbrio para produtividade e sucesso do agro

Inicio » Meio Ambiente » Clima é fator que pede equilíbrio para produtividade e sucesso do agro
22/09/2019 Por
Clima é fator que pede equilíbrio para produtividade e sucesso do agro

Mais que prevenção, a manutenção do clima no agronegócio é vital para lavouras e rebanhos

Quem é do campo, já sabe. Entretanto, para entender a importante da relação entre clima e agricultura, é preciso analisar todos os aspectos climáticos que envolvem o ser humano. Cada ação nossa altera os inúmeros tipos de variações atmosféricas e pode afetar as plantações e a produção econômica agrária.

Focando no agronegócio, é fato que há uma enorme relação entre clima e agricultura, ainda mais na questão das áreas rurais. Ou seja, toda prática agrícola depende de cada variação climática, assim como nas mudanças atmosféricas. Para isso, basta analisar este nosso artigo e constatar que fatores como temperatura, chuvas e demais elementos alteram o cultivo de lavouras.

clima

O que é clima?

Clima é o conjunto de fenômenos naturais que estão ligados a variações decorrentes no tempo da atmosfera da Terra e num determinado local. Ou seja, seu conceito costuma estar em oposição àquela ideia de tempo como um estado atmosférico momentâneo.

Em palavras mais simples, ele é a sequência de estados diferentes do tempo. Quer dizer, esses estados tendem a se suceder e a repetir em nossa atmosfera por um período e em certa região.

Assim, para você saber o clima de uma cidade, é necessária a observação atmosférica diária, e por muitos anos, para que você conheça a combinação de cada um de seus elementos.

Assim, esses elementos formadores do clima são:

  • Pressão atmosférica;
  • Temperatura;
  • Ventos;
  • Precipitações.

Dessa forma, para você conhecer o clima de certa área, seria preciso analisar muitos anos, com observações e estudos. Tudo para estabelecer uma conclusão sobre a condição climática desse local.

Enfim, seu conceito está relacionado diretamente à diferença entre prática e noção de tempo.

Como exemplo, ao dizer que está chovendo em Belo Horizonte, você está falando apenas sobre o tempo, afinal, ele é algo de momento e logo terá fim.

Por outro lado, você não poderia afirmar que esse local é apenas chuvoso, o que demandaria um registro mais preciso e regular sobre o regime da chuva dessa região. Sem falar que o tempo para isso seria de umas três décadas.

Relação entre clima e agricultura

É vital notarmos a influência do clima na agricultura como algo essencial para a economia. Afinal der contas, ainda é uma forma de conhecer particularidades e detalhes de cada espécie.

Sem falar que também se faz necessário um estudo das condições geográficas locais, visando o melhor desempenho do mercado agrário. Com isso, portanto, a relação entre clima e agricultura garante altos ou baixos custos de produção, bem como lucros e prejuízos.

Como exemplo clássico em terras do nosso Nordeste, fica claro que anomalias climáticas e épocas de seca interferem em toda e qualquer atividade socioeconômica relacionada. Entretanto, em outras regiões, também existem opções de cultivo para o inverno.

clima

O clima do Brasil e a agricultura

Apesar de técnicas avançadas ou tradicionais, investir em custos maiores nem sempre garante a mesma qualidade e quantidade de alimentos, produtos e insumos. Afinal, antes de um produtor iniciar uma lavoura, ele precisa saber se determinado cultivo vai suportar o local, além de presença de água e fertilidade do solo.

Portanto, para que possamos entender o clima do Brasil, primeiro analise a História. Afinal, na época da nossa colonização, os portugueses escolheram a cana-de-açúcar aqui em nossas terras. Isso porque o clima nordestino era ideal para uma produção em larga escala.

Outro exemplo que podemos analisar são as lavouras de café. Esse tipo de cultivo, melhor adaptado a locais de temperaturas medianas, teve ótimos resultados no Sudeste.

Por outro lado, a soja teve um ambiente perfeito mais no Centro-Oeste. Afinal, sua adaptação a um local seco e quente combinou às estações chuvosas e quentes, além de baixa umidade no ar.

Dessa forma, outras espécies também foram adaptadas a regiões mais frias.

Com isso, demonstramos que clima e agronegócio precisam estar em sintonia. Assim, a cadeia produtiva gera renda e ainda pode prevenir prejuízos no plantio.

Enfim, além dos diversos fatores econômicos, a produção rural e os cultivos nas áreas rurais requerem atenção em relação às mudanças climáticas na agricultura e aos diferentes climas no Brasil.

Influencia do clima na agricultura

Claro que existem inúmeros fatores para influenciar o clima na agricultura, responsáveis pelas condições boas ou ruins da agricultura, assim como as formas dinâmicas em que eles costumam atuar na região estudada.

Sendo assim, as combinações de fenômenos formam um amplo leque de conjuntos climáticos existentes na superfície terrestre. Ou seja, existem regiões mais quentes, porém, secas, enquanto existem as frias que podem igualmente apresentar baixa umidade.

Dessa forma, entre fatores climáticos mais importantes, citamos as variações de altitude, de latitude, proximidade ou não com o mar, oceanos e até as massas de ar.

Por isso, eles podem influenciar nas condições de pressão atmosférica, temperatura, precipitações e até mesmo na umidade do ar.

Tipos de clima

Os tipos de clima geralmente são classificados pelos meteorologistas e climatologistas com base principalmente na temperatura e na umidade. Entretanto, a junção dessas variáveis determina diversos tipos de climas, ou zonas térmicas e seus tipos de clima.

clima

No caso do clima Equatorial, por exemplo, as chuvas e as temperaturas são altas o ano todo. Isso se deve à pequena amplitude anual.

Já no clima Tropical, os dias são sempre quentes, ao passo em que apresentam duas estações distintas: verão chuvoso e quente, assim como inverno seco e ameno. Por outro lado, apenas no Temperado as zonas climáticas têm definições claras das quatro estações.

No clima Subtropical, as chuvas são bem distribuídas e abundantes. Além disso, podemos observar invernos frios e verões quentes.

O clima Polar, também chamado de clima Glacial, apresenta baixas temperaturas durante todo o ano, chegando a atingir dez graus no verão. Entretanto, certos locais ainda apresentam temperaturas variáveis, como o semiárido.

O Semiárido é aquele clima de transição, caracterizado por chuvas mal distribuídas e escassas durante o ano todo. Dessa maneira, ele costuma estar presente em regiões tropicais e em zonas temperadas, com invernos bem frios.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo