Climatologia é importante para prevenir prejuízos no plantio

Inicio » Meio Ambiente » Climatologia é importante para prevenir prejuízos no plantio
20/02/2019 Por
Climatologia é importante para prevenir prejuízos no plantio

A climatologia é importante no manejo do plantio, uma vez que mudanças de temperaturas podem trazer perdas irreparáveis

A climatologia é extremamente importante na vida de todas as pessoas, pois a noção do que irá acontecer em relação ao clima nas próximas horas pode ajudar qualquer um a se preparar para mudanças na rotina do dia a dia.

No campo, a climatologia está diretamente relacionada ao processo de trabalho dos agricultores. Isso porque, saber sobre possíveis mudanças no clima é fundamental para que haja total controle dos plantios e colheitas, por exemplo.

Climatologia

O que é climatologia?

O significado de climatologia – também conhecida como climatologia geográfica – é uma técnica de estudo científica e geográfica voltada para o entendimento da situação climática de determinadas regiões do país e mundo. Hoje, com a evolução da tecnologia, é mais fácil compreender as mudanças climáticas que estão por vir nos próximos meses.

Atualmente, mesmo com estudos da climatologia, é difícil não se surpreender com as mudanças repentinas de clima. Mas, na agricultura, isso pode ser prejudicial; pois os agricultores podem ter grandes prejuízos por confiarem em informações climáticas equivocadas. Por isso, o estudo para entender o tempo – mesmo que superficial – é importante para evitar futuros transtornos.

Além disso, o estudo da climatologia está relacionado ao plantio de frutas e o seu crescimento correto durante todo um período. As conhecidas ”épocas” de frutas só são conhecidas por conta de um estudo climatológico, permitindo que os agricultores que plantem determinados alimentos nos momentos certos.

Impacto da climatologia no Brasil

As mudanças climáticas no país não apenas surpreendem o lavrador, mas também o atrapalham economicamente. Isso porque chuvas ou o calor excessivo fora de época podem prejudicar o trabalho de plantio.

De acordo com dados da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária – Embrapa, em 2017, o Distrito Federal teve um perda de aproximadamente R$ 600 milhões por conta da seca daquele ano.

A falta de cuidados com o meio ambiente é outro ponto que afeta diretamente a climatologia, uma vez que a agressão ecossistema é determinante para o clima; e pode desencadear temperaturas e ocorrências climáticas atípicas.

Climatologia

No Brasil, os principais tipos climáticos são:

  • Subtropical: é conhecido pela grande variação de temperaturas, que permeiam entre o verão e o inverno. Geralmente, as temperaturas se mantém em um nível intermediário nesse tipo de clima.
  • Semiárido: é conhecido por sua alta densidade de calor. Muito comum no Nordeste, esse clima tem uma temperatura média que gira em torno dos 30 graus.
  • Equatorial úmido: é conhecido por moradores da região da Amazônia. O clima mantém uma temperatura consideravelmente alta durante o ano, porém, controlada pelas chuvas e umidade do local.
  • Equatorial semi úmido: a presença do semi úmido está relacionado a temperaturas diferentes do úmido; gerando períodos maiores de chuva e de seca.
  • Tropical: é o clima mais conhecido no Brasil, pois é caracterizado por certo equilíbrio climático entre verão e inverno. 
  • Tropical de altitude: muito conhecido entre os paulistanos, esse tipo de clima inclui ocorrências como as típicas ”chuvas de verão” para garantir o equilíbrio da temperatura. 

Fica clara, portanto, a importância da climatologia para que os agricultores tenham sucesso em suas produções; já que ter conhecimento sobre esse tipo de informação pode ser determinante para a produtividade do fazendeiro. 

Agro20 | Portal Vida No Campo