Entenda como plantar pitaya e obter uma boa produtividade

Inicio » Agricultura » Entenda como plantar pitaya e obter uma boa produtividade
28/09/2020 Por
Entenda como plantar pitaya e obter uma boa produtividade

A dúvida de como plantar pitaya ainda é muito recorrente no Brasil porque a sua produção teve início no país apenas nos anos 1990. Pitaya é uma planta rústica, de aparência exótica que tem como característica só florescer à noite. Por isso, também é conhecida como “flor da noite”. Sua origem é na América Central, mas só veio a aportar em terras brasileiras na década de 1990. Por esse motivo, sua produção e comercialização no país ainda são tímidas em comparação a outras frutas, mas apresenta quadro de franco crescimento e grande potencial de mercado. O aumento da procura por essa fruta tem tornado mais recorrente dúvidas sobre o seu cultivo.

O estado de São Paulo foi pioneiro no país a produzir a fruta. Não por menos, hoje se apresenta como principal produtor e um dos locais em que se mais se busca informações sobre como plantar pitaya. A produção anual do estado tem variado de 10 a 30 toneladas.

como plantar pitaya

Como plantar pitaya?

Plantar pitaya é o ato de semear, em determinados tipos de solo, sementes de uma planta, um cacto nativo da América Central. O objetivo é obter o fruto desse cacto, a pitaya.

A planta é perene, o que significa que tem resistência para sobreviver por vários anos em regiões desfavorecidas de umidade. Além disso, é trepadeira, fixa-se em suportes naturais proporcionados por troncos de árvores e pedras. As flores são brancas e, os ramos, triangulares.

O fruto é globoso e alongado, medindo de 10 a 12 centímetros de comprimento. Quando madura, a pitaya pode apresentar coloração roxa em sua casca, além de tons amarelos e rosados. A superfície é irregular e a polpa tem sabor agradável, suave. A cor da polpa pode ser branca ou rosada e apresenta várias sementes pequenas de cor negra.

Origem e história da pitaya no Brasil

Antes do passo a passo de como plantar pitaya, alguns dados interessantes de sua produção no Brasil e um pouco de sua origem.

A origem do fruto é a América Central. O termo “pitaya” significa “fruta escamosa” devido aos diversos gomos incrustados em sua casca, aparência que também a faz ser conhecida como “fruta-dragão” em países de língua asiática.

Há três espécies de pitayas:

  • Pitaya-branca;
  • Pitaya-amarela;
  • Pitaya-vermelha.

México, Colômbia, China e Índia são os maiores produtores mundiais atualmente do fruto. No entanto, países como Brasil e Israel também o cultivam.

No Brasil, a fruta só veio a desembarcar nos anos 1990 no estado de São Paulo, hoje principal produtor do país com cerca de 30 toneladas anuais.

O consumo do fruto vem aumentando no país, não só pelo seu aspecto exótico, mas principalmente por ser considerado um alimento que ajuda a emagrecer, pois é pobre em calorias, mas rico em fibras. Estas características aumentam e prolongam a sensação de saciedade.

Por ter um custo benefício muito vantajoso, três quilos de pitaya saem por não menos do que 45 reais ao consumidor final, e por ter baixos gastos com insumos, o número de interessados em saber como plantar pitaya só tem aumentado no Brasil e no mundo inteiro.

como plantar pitaya

Benefícios da pitaya

Já que mencionamos um dos benefícios do consumo da fruta, que é ajudar a combater o peso na balança, falemos agora de outros benefícios da pitaya.

A pitaya ajuda a proteger as células do organismo por ser rica em antioxidantes, pois estes combatem os chamados radicais livres.

Ademais, ajuda na digestão porque tem sementes na polpa que absorvem bacilos nocivos ao organismo e os descartam junto às fezes.

Trata doenças cardiovasculares, pois as referidas sementes são ricas em ácidos graxos que contêm ômega 3. Além disso, regula a pressão arterial porque tem bastante água na sua composição, colaborando para a produção de urina e, dessa forma, reduzindo líquidos acumulados no organismo.

Por conter vitaminas e minerais como vitamina B, C e E, além de ferro e fósforo, auxilia no combate a quadros de anemia e osteoporose.

Como comer a pitaya

Seguindo com este artigo sobre como plantar pitaya, não se come a casca da fruta, mas, sim, somente a polpa ao cortar o fruto ao meio. A fruta ainda pode ser utilizada para a produção de sucos, geleias e outros doces.

Cultivo da pitaya

Quais são as condições de solo, clima, adubagem e semeadura dessa planta tão exótica que somente no final do século XX veio encontrar morada em terras brasileiras? Como plantar pitaya?

Clima e solo para plantar pitaya

A pitaya se desenvolve bem em climas tropicais e subtropicais, excelente notícia para produtor residente no Brasil, pois o que não falta é clima temperado e quente por aqui. Contudo, apesar de gostar de clima quente, a planta não se adaptou tão bem. Em regiões um pouco mais frias, precisa ser cultivada em estufas.

Outro detalhe é que não basta o clima ser quente; o local de cultivo precisa receber exposição direta do sol.

O plantio de pitaya deve ocorrer em solo bem drenado, leve e com pH entre 6 e 7. Precisa também ser fértil, apesar de a fruta ser rústica, pois somente dessa forma será possível produzir um fruto forte e saudável.

Como adubo, utilize adubos orgânicos, como casca de ovos.

como plantar pitaya

Passo a passo para plantar pitaya

  1. Para fazer a germinação da pitaya, retire das sementes do fruto a polpa que fica grudada. Lave-as em um recipiente com água se for preciso;
  2. Em um copo descartável, coloque areia e húmus de minhoca;
  3. Coloque 3 sementes nesse copo e cubra-as com terra;
  4. Note que não é preciso expor ao sol durante o período de germinação;
  5. Com um spray, molhe a terra até que fique bem úmida, mas cuidado para não encharcá-la;
  6. Mantenha sempre em local úmido enquanto aguarda o período de germinação que costuma levar de 3 a 8 semanas;
  7. Quando a planta alcançar de 15 a 20 cm de altura, transfira-a para o local que pretende que seja o definitivo.

Muda de pitaya

Para plantar muda de pitaya em sua horta, faça o seguinte:

  • O broto, ou muda, tem que ficar com os espinhos apontados para o lado de cima;
  • Deixe preparada uma estaca de madeira para poder amarrar o broto;
  • Deixe o lado liso encostado na estaca;
  • De cada haste da muda, corte um pedaço;
  • Enterre cada um de modo que somente o talo seja submerso;
  • Faça a irrigação deixando o terreno úmido e, em seguida, amarre a estaca.

Veja mais assuntos relacionados a como plantar pitaya no portal Agro 2.0!

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo