Crepes, feitos com farinha de trigo, leite e ovos, são deliciosos

Inicio » Agronegócio » Crepes, feitos com farinha de trigo, leite e ovos, são deliciosos
28/09/2020 Por
Crepes, feitos com farinha de trigo, leite e ovos, são deliciosos

Crepes estão entre os lanches mais consumidos e adorados do Brasil. A massa fina dos crepes faz desse alimento uma boa pedida de lanche para qualquer hora do dia. Leve, pode ser preenchido por diferentes tipos de recheio, doces ou salgados. Também se mostra uma boa alternativa para os que estão passando por dieta, mas precisam cometer pequenos excessos.

O maior consumo de crepes no Brasil está concentrado na região Sudeste, nos grandes centros urbanos. Esse lanche francês, sem dúvida, ajuda a movimentar a indústria do trigo no Brasil que precisa importar no mercado externo a matéria-prima para conseguir suprir a demanda do mercado interno.

Crepes

O que são crepes?

Crepes são um alimento composto por uma massa fina que pode ser frita ou assada. Essa massa pode ser recheada por mais de um tipo de recheio, que pode ser tanto doce como salgado. A massa é bem parecida com a de panquecas ou pancakes, branca com partes douradas ou alaranjadas. É constituída de farinha de trigo e ovos e tem gosto agridoce.

A massa do crepe é um pouco mais líquida. Já a da panqueca é mais grossa, pois fica mais tempo no fogo. A diferença em relação à massa de pancake é que esta tem acrescido na sua composição fermento e bicarbonato de sódio para ganhar volume.

Por ser uma massa fácil de fazer, é figura fácil em diversos tipos de eventos, como aniversários e festas juninas. Também é comum encontrar o lanche no cardápio de variados tipos de lanchonetes e não raro na casa de amigos e parentes que preparam “comes e bebes” para acompanhar a transmissão de jogos e filmes.

Os recheios mais populares de crepes certamente são: geleias, chocolates, presunto e queijo, frango e doce de leite. Mas, claro, os recheios podem ser personalizados de acordo com o gosto dos consumidores.

Origem do crepe

Os crepes são uma invenção francesa que datam do século XIX. Tal lanche logo ficou caracterizado como refeição de nobres, pois costumava-se rechear os crepes com alimentos considerados nobres à época.

Não demorou muito para esse delicioso lanche ganhar o mundo, chegando como uma boa novidade em outros continentes, como na América do Sul. Com certeza, o período de grandes navegações e colonização contribui para a popularização do alimento ao desembarcar junto aos tripulantes franceses, principalmente, em terras estrangeiras.

No nosso continente, com certeza, os maiores apreciadores de crepes são os argentinos e nós, brasileiros.

Certamente, o sabor é um grande ponto a favor que explica a popularização do lanche, mas outros fatores contribuíram, como a facilidade de produzi-lo e o custo baixo. A seguir, passaremos rápidas receitas de crepes, mas adiantamos que é necessário apenas de farinha de trigo e ovos, basicamente, para produzir a massa de crepe.

Crepes

Receitas de crepe

Veja agora algumas receitas de crepe para fazer no conforto de sua casa ou até mesmo introduzir no menu de seu negócio.

Crepe salgado

Veja uma receita de crepe usando recheio de presunto e queijo, sem dúvida, uma das preferidas no Brasil.

Os ingredientes necessários para fazer essa receita são:

  • Três ovos;
  • Um copo de farinha de trigo;
  • Sal (a gosto);
  • Uma colher de manteiga;
  • Um copo de leite;
  • Doze fatias de presunto;
  • 12 fatias de queijo;
  • Um litro de creme de leite fresco;
  • Um tablete de caldo de legumes;
  • Um pacote de queijo ralado.

Precisará de uma forma de crepe para fazer a receita. Há também um eletrodoméstico que dispensa o uso de forno para preparar a massa, no entanto, não é necessário. Mas, se puder investir, mal não vai fazer.

O modo de preparo

  1. Coloque no liquidificador o trigo, os ovos e o leite. Bata os ingredientes por 5 minutinhos;
  2. Encerrado o tempo, desligue o liquidificador e acrescente a manteiga e o sal. Novamente, bata por 5 minutos;
  3. Quando a massa atingir uma forma homogênea, despeje-a na forma. Contudo, a massa tem que ficar aberta. Leve a forma ao forno aquecido a 180 °C e deixe assando por meia hora. Depois, reserve o crepe.

Pronto. Acabamos de apresentar o crepe francês, pois a inovação desse lanche é a massa fina. Como informamos acima, os recheios podem ser os mais diversos. Presunto e queijo, por exemplo, não são uma invenção francesa, então, quando se faz a massa do crepe, você está seguindo os passos dos franceses. Depois, o que você vai fazer com essa massa, como vai recheá-la, é por sua conta.

Segue agora a receita do molho e como rechear o crepe com presunto e queijo.

  1. Coloque em uma panela o litro de creme fresco, mais o caldo de legumes. Mexa com uma colher até dissolver os pedaços. Esse processo costuma durar 5 minutos;
  2. Depois, adicione o queijo ralado e espere o molho encorpar. O tempo para encorpar não costuma passar de 20 minutos;
  3. Com a massa pronta, coloque-a em uma vasilha, prato ou forma e então ponha o queijo por cima junto à camada de presunto. Espalhe o molho sobre as camadas usando uma colher. Feito isso, basta enrolar a massa de uma ponta a outra.

Crepes

Crepes com chocolate

Para fazer crepes com recheio de chocolate, repita a receita do preparo da massa, o crepe francês. Na hora de fazer o recheio, faça o seguinte:

  1. Coloque em uma panela 2 colheres de sopa de manteiga e leve ao fogo;
  2. Aguarde derreter e depois inclua uma lata de leite condensado e 4 colheres de chocolate em pó;
  3. Mexa até a mistura ficar densa. Costuma levar 20 minutos;
  4. Depois é só colocar sobre a massa quando essa sair do forno e for colocada em um refratário.

Indústria do trigo

A demanda no Brasil é alta e a produção é insuficiente quando o assunto é trigo, tanto que o Brasil é o 3º maior importador mundial.

Nosso maior parceiro comercial é a Argentina. Eventuais crises no país ou problemas diplomáticos entre os países sempre levantam temores sobre o impacto, por exemplo, no preço do pão que pode sofrer alta.

Os maiores produtores mundiais de trigo são a União Europeia, China, Rússia, Índia e EUA.

O Brasil, no biênio 2018/2019, produziu 5.428 toneladas e importou 7.500. O consumo nesse período no mercado interno foi de 12 mil toneladas.

Veja mais assuntos relacionados a crepes no portal Agro 2.0.

Tags:

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo