Cruzamento de animais é importante para a pecuária brasileira

Inicio » Pecuária » Cruzamento de animais é importante para a pecuária brasileira
20/02/2019 Por
Cruzamento de animais é importante para a pecuária brasileira

O  cruzamento de animais é importante para que o trabalho no campo evolua no seu aspecto produtivo e econômico

O cruzamento de animais é extremamente necessário para que o trabalho no campo evolua no seu aspecto produtivo, assim consequentemente alavancando o setor e a economia do país.

Além disso, o cruzamento de animais é comum principalmente quando o agricultor está iniciando suas atividades na fazenda. Desse modo, a reprodução faz com que ele tenha mais rentabilidade, assim podendo investir em mais áreas do campo.

cruzamento de animais

O que é cruzamento de animais? 

A prática está relacionada a dois animais da mesma ou diferentes espécies acasalarem. Assim gerando mais animais e, dessa forma, mantendo sua espécie livre de extinção ou gerando raças completamente diferentes do habitual.

Geralmente, a ideia de acasalar diferentes espécies é baseada em longos estudos científicos que visam uma melhoria genética num determinado animal. No caso dos equinos, existem raças que são misturadas justamente com a ideia de torná-lo mais aptos a corridas de montaria, por exemplo.

Cruzamento industrial

Em suma, a ideia parte do princípio do cruzamento trazer futuros benefícios para o agronegócio. No Brasil, o cruzamento industrial além de ajudar o mercado interno, com a produção de diferentes tipos de cortes para consumo, também ajuda na exportação para o mercado estrangeiro.

cruzamento industrial entre bovinos, por sua vez, é importante para que haja a evolução genética que a ciência procura, para assim evoluir a produção como um todo.

Assim, como foi dito anteriormente, o cruzamento entre animais é de vantagem ao agricultor, uma vez que ele pode passar a possuir animais de diferentes genéticas, passando a ter maiores lucros. Essas vantagens são:

  • Maior fertilidade: Os bovinos de diferentes raças, se estudados cientificamente da maneira correta, eles podem chegar a ter maior fertilidade. Dessa forma, o espaço entre uma reprodução e outra diminuiria.
  • Abate precoce: Animais gerados dessa reprodução são conhecidos por terem alto vigor e se desenvolverem antes da hora. Por isso o abate ocorre com antecedência. Além disso, a rotatividade na fazenda acaba sendo maior.

Tipos de cruzamento industrial

  • Rotacionado: Nessa acontece o acasalamento entre duas raças. A fêmea, por sua vez, ficam esperando por machos de outras raças.
  • Terminal: Os animais gerados dessa reprodução são utilizados para o fim de abate.
  • Rotacional terminal: Essa técnica utiliza da reprodução de duas raças diferentes e, os animais gerados dessa raça cruzam com uma terceira espécie de animal. Assim, todos esses bovinos são destinados ao abate.

O ideal é que o cruzamento entre raças sempre gere heterose – melhoria genética de pai para filho. Pois o intuito dos cruzamentos não está relacionado a apenas diversificar as raças, mas sim, evolui-las.

cruzamento de animais

Em contrapartida, por mais que seja evolutivo, é necessário que o agricultor procure entender a importância de cruzar as raças corretas, para assim gerar efeitos lucrativos ao seu trabalho. Reproduzir animais da maneira errada pode trazer prejuízos.

Por fim, o cruzamento de animais é relevante para que o Brasil se mantenha como o principal exportador de carnes bovinas em todo o mundo.

Agro20 | Portal Vida No Campo