Detritos podem ter diferentes origens e necessitam de descarte apropriado

Inicio » Meio Ambiente » Detritos podem ter diferentes origens e necessitam de descarte apropriado
14/04/2019 Por
Detritos podem ter diferentes origens e necessitam de descarte apropriado

Os detritos são fruto da matéria orgânica humana, animal e vegetal

Os detritos são restos de lixo produzido por seres humanos e animais. Eles podem ser de caráter orgânico como, por exemplo, dejetos de animais. No mundo da pecuária, esta matéria orgânica animal é reutilizada como adubo para solos inférteis. Este tipo de ação, além de garantir uma melhor produtividade do plantio, é também uma forma ecológica de garantir que os dejetos não sejam descartados incorretamente.

Os tipos de detritos mais comuns são encontrados no dia a dia como, por exemplo, os restos de alimentos. Este tipo de lixo é classificado como orgânico e deve ter um tipo de tratamento diferentes dos demais. Todos os tipos de lixos devem ser direcionados de formas diferentes para reciclagem, a fim de não poluir o planeta.

Detritos

O que são detritos?

Os detritos são restos de substâncias, sejam lixos domésticos ou industriais. Neste sentido, é possível classificar todos os tipos de resíduos por categorias, como os detritos orgânicos, geológicos ou comum, entre outros. O lixo é formado a partir dos restos de alimentos que são consumidos, as embalagens de refeições e até mesmo os dejetos produzidos por animais e seres humanos.

Existem diversas discussões feitas por biólogos e ambientalistas sobre a temática dos detritos. A grande questão está diretamente relacionada com o descarte que cada tipo deles necessita. O acúmulo de lixo pode gerar algumas complicações climáticas para o meio ambiente, como é o caso do aquecimento global. Deste modo, existem diversas maneiras de garantir que o lixo tenha um destino correto até a reciclagem como, por exemplo, a separação do lixo nas latas corretas.

Detritos orgânicos

Os detritos classificados como orgânicos são aqueles advindos de processos metabólicos, ou seja, processos químicos formados dentro de organismo humano ou vegetal. Contudo, o mais comum visto no dia a dia é o vegetal. Ao descascar uma banana, por exemplo, o resto da casca é chamado de detrito orgânico.

O descarte deste tipo de lixo pode ser feito junto com outras cascas de frutas e demais restos de alimentos. No caso dos dejetos humanos, é necessário que se tenha um sistema de saneamento básico para que seja descartados com eficiência.

Nesta mesma categoria de resíduos, há também a parte doméstica. Entre estes detritos, podemos citar o lixo comum – incluindo restos de comida e embalagens em geral.

No ramo da pecuária este problema é muito comum, e as fezes dos animais por vezes não passam por um processo de descarte apropriado; e contaminam os próprios animais. Entretanto, uma forma de amenizar este problema é direcionar os dejetos para o plantio, para que sirvam de adubo.

Detritos de frutas

A reciclagem deste tipo de resíduo é feita por meio da adubação. Os restos de alimentos e suas cascas são reaproveitados pelo solo e servem como fertilizantes naturais para as plantas. Em alguns casos, é comum o produtor rural utilizar em sua plantação o próprio lixo orgânico para fortalecimento do plantio.

Por outro lado, há também o tipo de detrito orgânico conhecido pelo processo de decomposição. Quando um animal morre seu corpo começa a se decompor, deste modo, é também dito que este é um tipo de detrito do caráter orgânico.

Detrito geológico

Os detritos geológicos são mais conhecidos pelos paleontólogos e ambientalistas, pois sua origem vem das rochas. A partir de processos de erosão e diferentes sedimentações do solo é que surge este tipo de resíduo. Eles são caracterizados por pedaços de rochas e extraído de crostas rochosas maiores.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo