Edulcorante tem opções naturais e artificiais para substituir açúcar

Inicio » Agronegócio » Edulcorante tem opções naturais e artificiais para substituir açúcar
26/04/2019 Por
Edulcorante tem opções naturais e artificiais para substituir açúcar

O edulcorante é a substância ideal para quem deseja substituir o açúcar comum (sacarose) por uma opção menos calórica

O edulcorante é uma substância extremamente procurada por ajudar na redução de ingestão de calorias. Isso porque possui pouquíssimo ou nenhum valor energético. Dessa forma, pode ser uma ótima opção para quem é diabético (atentando-se ao tipo, que deve ser dietético) ou possui restrições alimentares, por exemplo.

Além disso, o edulcorante também é de grande utilidade para quem deseja perder ou controlar o peso. Entretanto, vale ressaltar que deve ser elemento coadjuvante no processo de emagrecimento, sempre aliado a uma dieta saudável. Ademais, seu consumo deve ser policiado, pois o excesso pode fazer mal. Entenda, agora, o que é edulcorante, seu significado, características e tipos.

Edulcorante

O que é edulcorante?

O edulcorante é uma substância capaz de proporcionar o sabor doce aos alimentos. Podendo ser de origem natural ou artificial, ele já é largamente utilizado como substituto da sacarose, o açúcar comum, por possuir baixíssima ou nenhuma caloria.

Na realidade, os adoçantes que conhecemos são compostos pelos edulcorantes, existindo dois tipos diferentes de adoçantes. O primeiro é conhecido como adoçante de mesa, sendo formado por edulcorantes e açúcar. Dessa forma, não é indicado para diabéticos.

O segundo é o adoçante dietético, esse tipo é recomendado para diabéticos e para quem faz, no geral, dietas com restrição de frutose, glicose e sacarose.

Exemplos de edulcorantes

Além de entender o que são edulcorantes, o significado de edulcorante e quem deve utilizá-lo, é importante saber que existem diferentes tipos de edulcorante. Como dito, há os naturais e artificiais, e a diferença entre eles está na forma de sua obtenção.

Apesar de ambos passarem pelos mesmos critérios avaliativos para serem liberados para consumo, os naturais são extraídos das plantas, já os artificiais são desenvolvidos em laboratórios.

Exemplos de edulcorantes naturais:

  • edulcorante maltitol;
  • edulcorante xilitol;
  • edulcorante glicose;
  • edulcorante frutose.

Exemplos de edulcorantes artificiais:

  • edulcorante aspartame;
  • edulcorante sucralose;
  • edulcorante neotame.

Edulcorante faz mal?

Muitos se perguntam se o edulcorante faz mal. A resposta para essa pergunta ainda não é clara, pois, de um lado, alguns estudos dizem que determinados adoçantes artificiais podem aumentar o desejo e compulsão por açúcar. Isso pode ocasionar obesidade e problemas no coração.

Essa é notícia que foi publicada no jornal Trends in Endocrinology and Metabolism. A ideia de que alguns edulcorantes podem ser substâncias cancerígenas também foi exposta. Dentre os adoçantes a serem evitados, foram destacados:

  • sacarina;
  • sucralose;
  • acessulfame de potássio;
  • aspartame e
  • neotame.

Por outro lado, estudiosos de instituições renomadas como NCI (National Cancer Institute)  e  JECFA (Joint FAO/WHO Expert Committee on Food Additives) concluíram que os edulcorantes não causam nenhum efeito negativo à saúde.

Ademais, você deve avaliar o seu caso e consumo. O problema causado pelo uso em excesso, por exemplo, se dá em qualquer alimento, pois todo consumo exacerbado é prejudicial. Entretanto, o consumo diário considerado como o limite pela Organização Mundial de Saúde é maior que o habitual da maior parte das pessoas, portanto, é difícil ser ultrapassado.

Edulcorante

Além disso, se você possui alguma restrição alimentar, avalie qual o melhor adoçante para o seu caso. Um diabético, como explicado acima, deve consumir o adoçante dietético.

Já quem é hipertenso deve evitar os adoçantes que sejam a base de ciclamato de sódio e sacarina de sódio. No caso dos portadores da doença fenilcetonúria, deve ser evitado todos os adoçantes que são a base de aspartame.

Caso fique apreensivo com o uso do edulcorante e sobre qual é melhor para sua saúde, você pode escolher os mais naturais, como o xilitol e o maltitol. Além disso, outra opção é adoçar os alimentos com mel ou açúcar na versão mascavo e demerara.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo