Raízes são elementos vitais para todo os tipos de planta

Inicio » Agricultura » Raízes são elementos vitais para todo os tipos de planta
11/04/2019 Por
Raízes são elementos vitais para todo os tipos de planta

As raízes são a porção mais importante das plantas, tanto para seu desenvolvimento como para sua sobrevivência

As raízes comestíveis são muito importantes na base alimentar o ser humano. Além serem fontes de vitaminas e minerais, elas auxiliam no melhor funcionamento do organismo. A maior parte das raízes é utilizada no combate a doenças em função da carência de nutrientes, como é o caso da anemia.

As raízes são compostos vitais para as plantas, pois as auxiliam seu crescimento através das proteínas e minerais retirados do solo. Existem três tipos principais de raízes que contam com algumas subcategorias. As mais conhecidas nos biomas brasileiros são as subterrâneas e as aéreas.

As raízes de uma planta são suas partes mais essenciais

O que são raízes?

As raízes são parte da plantas classificadas como órgãos subterrâneos e aclorofiladas; ou seja, não apresentam pigmentação fotossintética, pois não absorvem luz solar. Além disso, elas são as primeiras estruturas que se desenvolvem a partir das sementes. A principal função de uma raiz é fixar os vegetais no solo e os alimentar com água e sais mineiras presentes na terra.

Em suas características morfológicas, a raiz contém em sua extremidade (a região terminal ligado ao solo) uma forte estrutura no formato de cone. Esta estrutura é capaz de proteger a região denominada de meristemática – responsável pelo crescimento da planta.

Acima desta região é encontrada uma zona conhecida como lisa. Nela, é possível observar a zona pilífera, ou seja, os pelos absorventes capazes de reter os líquidos e benefícios do solo para enriquecer a planta.

Antes de transmitir as propriedades para as plantas, ela realiza um processo de seleção dos nutrientes que foram absorvidos. Na região denominada de suberosa (de células cobertas por substâncias impermeabilizantes) acontece esta pré-seleção das substâncias. Este fenômeno é muito importante para a manutenção e equilíbrio da saúde das plantas.

Tipos de raízes

Os tipos de raízes são classificados de acordo com cada tipo de planta específica. Os vegetais que não apresentam sementes, como as bananas, são denominados de pteridófitas. Suas raízes se desenvolvem nos primeiros períodos de crescimento do esporófito (os poros da planta responsáveis pela absorção dos nutrientes). Já no caso das que possuem sementes, suas raízes brotam logo quando estão em sua primeira fase, na germinação.

Entre as plantas que contém ou não sementes na sua plantação, as raízes são classificadas em três principais categorias: subterrâneas, aéreas e aquáticas.

  • Raízes subterrâneas

A raiz de caráter subterrâneo, assim como o nome já diz, permanece no solo. Dentro desta categoria, existem quatro subcategorias: raiz axial, ramificada, fasciculada e tuberosa.

As raízes axiais são caracterizadas por apresentarem uma única raiz principal, com diversas ramificações. Já no caso das ramificadas, não é possível que suas raízes sejam bem diferenciadas umas das outras; pois, assim como o nome já diz, há várias ramificações entre as ramificações primárias.

Por outro lado, as raízes chamadas de fasciculadas são facilmente identificadas, pois são as únicas que não apresentam uma raiz primaria bem demarcada. As ramificações que este tipo de raiz são tão juntas umas das outras que acabam por permanecer emaranhadas.

A raiz do tipo tuberosa é mais comum, e está presente em verduras como as cenouras, por exemplo. Sua principal característica é o grande acúmulo de reservas de nutrientes; por isso, são consideradas um complemento essencial para uma alimentação saudável.

Raízes de cenouras

  • Raízes aéreas

Este tipo de raiz é característico em estruturas de grande porte, como as árvores. Elas se encontram fora do solo e, geralmente, juntas ao tronco das árvores. Assim no caso anterior, este tipo de raiz contém subcategorias para cada tipo de planta. Existem seis principais tipos de raízes aéreas: estranguladoras, aderentes, respiratórias, de suporte, sugadoras e tabulares.

As raízes de caráter estranguladoras recebem este nome porque estão envolvidas em troncos de árvores de grande porte. Este tipo de raiz impede o crescimento das planta hospedeira e, portanto, acaba por matá-la. Já as  denominadas como aderentes são encontradas em plantas trepadeiras, e auxiliam no suporte e na fixação do fruto.

A raiz denominada respiratória é responsável por auxiliar no processo respiratório dos vegetais; por isso, ela cresce para fora do solo. A raiz de suporte é muito comum no bioma mangue e sua função, assim como o nome já diz, é a de dar suporte para o vegetal no seu período de crescimento.

A raiz sugadora adentra no corpo das plantas hospedeiras e absorve grande parte dos nutrientes deste vegetal. Por outro lado, as denominadas de tubulares são caracterizadas pelo grande porte e por dar sustentabilidade para a planta.

  • Raízes aquáticas

As raízes de caráter aquático, assim como o nome já diz, são localizadas de baixo da água. Diferente dos demais tipos, as aquáticas não possuem subcategorias – são mais simples e agem da mesma forma. O principal objetivo delas é absorver os nutrientes presentes na água.

Para que servem as raízes?

As raízes são muito importantes para a manutenção vital das plantas. Além de realizar o processo de armazenamento das proteínas e dos minerais; as raízes são também responsáveis pelo desenvolvimento do sistema radicular pivotante – também denominado de axial. Este sistema é muito comum em plantas de caráter eudicotiledôneas, ou seja, que são constituídas por apenas uma raiz principal e diversas ramificações; como o feijão e a soja, por exemplo.

Já as raízes monocotiledôneas, como o milho e diversos tipo de gramíneas, são formadas de uma maneira diferente. Em sua extensão, elas são plantas de caráter mais fino e alongado. Além disso, neste tipo de sistema, a raiz está mais exposta e, portanto, localizada próxima à superfície do solo.

As raízes de caráter subterrâneos são muito comuns na horticultura

Benefícios das raízes

O consumo desta parte da planta é muito comum no mundo todo. Em decorrência de suas propriedades capazes de absorver grande parte dos nutrientes das terra, são fontes ricas de proteínas e minerais. As principais raízes comestíveis são:

  • Nabo
  • Beterraba
  • Cebola
  • Cenoura
  • Inhame
  • Mandioca
  • Alho
  • Gengibre
  • Rabanete

O nabo e a beterraba são exemplos de raízes com alto teor nutricional. No caso do nabo, ele é da mesma família da couve e contém grande taxa de vitamina C; cuja principal função é atuar no organismo como agente antioxidante.

Já a beterraba é um exemplo que faz parte dos tipos de raízes ricas em ferro e nutrientes. Ela é muito utilizada para tratamentos no combate à anemia e também contém alto teor de vitamina A. Além de ambas serem muito nutritivas, existem diversos tipos de receitas em que elas podem ser exploradas como forma de acrescentar mais sabor ou equilíbrio.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo