Enologia: produção de vinho tem espaço no mercado e atrai universitários

Inicio » Agronegócio » Enologia: produção de vinho tem espaço no mercado e atrai universitários
12/02/2019 Por
Enologia: produção de vinho tem espaço no mercado e atrai universitários

Enologia é prática rentável e promissora no país, e universidades especializadas vem surgindo a cada dia

A enologia é uma das principais ciências do país. Uma vez que seu foco está relacionado ao trabalho de produção e conservação de vinho. Diferente da viticultura, que foca no cultivo da uva.

A enologia foi uma das principais práticas responsáveis pela popularização do trabalho. O estudo enologia ainda é pouco conhecido no país; no entanto, cada vez mais enólogos – produtores de vinho – vem surgindo no Brasil.

Especialista em enologia

O que é enologia?

A enologia é uma prática voltada para a execução do vinho, desde o momento que sai da colheita para a produção. Desse modo, as uvas chegam as fábricas para o seu processo de transformação na bebida, sendo:

  • Esmagamento: O processo está relacionado a colocar as uvas para esmagamento. Antes disso, a fruta passa pela desengaçadeira – equipamento responsável pela remoção de caroços.
  • Prensagem: O procedimento não esmaga a casca das fruta juntamente a sua parte interna, visto que a casca da uva pode trazer um sabor diferente a bebida. Por isso o procedimento de prensagem faz essa separação entre fruta e casca.
  • Fermentação: Essa etapa cuidam da parte do teor do vinho. Colocada em grandes barris de aço, o vinho fica lá durante todo o processo de fermentação. Além disso, o aço inox é um ponto importante para essa produção, já que ele tem o intuito de manter o ardor e a essência da uva ao vinho.
  • Clarificação e estabilização: Após o período de fermentação, essa etapa vem para dar equilíbrio ao vinho. O processo de equilíbrio de calor serve para que o vinho não sofra consequências aos locais quentes. Assim mantendo-se em sua forma de produção, até que consumido. Já o equilíbrio de frio vem para que a temperatura não mude de seu estado líquido em temperaturas mais baixas.
  • Amadurecimento: Neste processo também é interessante que o vinho seja tratado em barris de aço, pois o vinho se mantém no estado preferível do produtor. Os vinhos de cores claras geralmente é amadurecido em tanques de madeira.
  • Engarrafamento: O método acontece após passar por todas as etapas anteriores. Dessa maneira, após engarrafado, o vinho fica em quarentena até estar apto para comercialização. O tempo é relativo, desde a comercialização podendo levar meses, até o consumo que pode levar anos.

Enologia: barris de aço inox utilizados na produção de vinho

Curso de enologia

Não apenas crescendo no âmbito universitário, a enologia também vem ganhando espaço com pequenos cursos didáticos para entender o processo da produção de vinho e como diferenciá-los na degustação. O curso é muito requisitado por pessoas que são amantes da cultura do vinho e que querem entender a sua prática.

Com a recente procura a universidades de enologia e o avanço da indústria do vinho, o país passou a ser conhecido como  um consumidor assíduo da própria produção. Visto isso essa demanda interna, o mercado internacional passou a ver o vinho brasileiro como um negócio rentável à eles. De acordo com  o Instituto Brasileiro do Vinho – Ibravin, o Brasil teve crescimento na exportação de vinho. Cerca de 44% durante o ano de 2018.

Agro20 | Portal Vida No Campo