Escarola é comercializada em volume superior a 5 mil toneladas anuais

Home » Agricultura » Escarola é comercializada em volume superior a 5 mil toneladas anuais
18/10/2019 by
Escarola é comercializada em volume superior a 5 mil toneladas anuais

Escarola tem no Brasil um bom mercado para comercialização

Escarola é um ingrediente de assinatura na popular sopa italiana conhecida como Stracciatella. De fato, acredita-se que verdadeiras endívias, como a escarola, sejam nativas da Sicília e da região do Mediterrâneo.

Conheça mais sobre o consumo dessa hortaliça e o crescente plantio de escarola em território brasileiro.

escarola

O que é escarola?

Escarola é uma verdura da família Asteraceae, pertencente ao gênero das chicórias. O gênero, por sua vez, inclui diversos vegetais similares, que possuem folhas ligeiramente crocantes e amargas.

Origem da escarola

Sua incidência pode ser rastreada até a Grécia, Roma e Egito, onde foi usada como uma salada verde.

Há menções feitas por Plínio e pelo poeta Ovídio em documentos romanos antigos. Em comparação com a endívia de folhas estreitas, acredita-se que a Escarola de folhas largas seja a variedade mais antiga.

Hoje, a endívia é cultivada predominantemente na França, Itália, Holanda, Espanha e Estados Unidos. Além disso, a planta foi amplamente cultivado na Inglaterra desde meados dos anos 1500.

Propriedades da escarola

A escarola possui amplas folhas verdes, levemente encaracoladas e pálidas. Sem dúvida, uma das propriedades da escarola que se destacam é seu sabor amargo semelhante ao da endívia, embora mais delicado.

De fato, as folhas escuras têm um sabor mais amargo do que as folhas mais leves e claras. Contudo, cozinhar a escarola tende a suavizar um pouco o sabor amargo. Além disso, a verdura tem uma textura crocante e mantém sua forma bem, mesmo quando cozida.

Alguns dos nomes populares pelos quais a verdura é conhecida são:

  • Chicarola;
  • Chicória;
  • Endiva;
  • Endívia;
  • Zichorie;
  • Endive;
  • Chicorée;
  • Witlof;
  • Chicory.

escarola

Receitas com escarola

Em geral, esta verdura é levemente amarga e adiciona textura aos pratos cozidos e crus. Picada, pode ser combinada com outros vegetais e usada em preparações de saladas e demais receitas com escarola.

Suas folhas são resistentes o suficiente para servir de cama para carnes grelhadas. Quando cozida, é possível preparar escarola refogada ou adicioná-la a sopas e ensopados.

Seu sabor e textura combinam bem com carnes ricas em sal, como escarola com bacon, linguiça e presunto. Além disso, vai bem com feijão branco, maçãs, tâmaras, frutas cítricas, cebolas, alho frito e abacate. Também pode ser combinada a temperos, azeite de oliva, nozes tostadas e queijos.

A escarola também é uma verdura nutritiva. Entretanto, no suco, é melhor misturá-la com outros vegetais. Assim, é possível obter um sabor mais doce – ou pelo menos mais neutro.

Outros usos criativos para esse vegetal incluem “charutinhos”, pois o formato das folhas é ideal para manter os ingredientes juntos.

No Brasil, o vegetal do gênero das chicórias mais consumido é o da espécie Cichorium intybus.

Benefícios da escarola

Esta verdura é rica em vitamina A, que estudos demonstraram reduzir o risco de osteoporose e câncer. Também é rica em vitamina K, que auxilia o corpo na coagulação do sangue.

Além disso, contém quantidades significativas de folato, vitamina C, fibra alimentar, cálcio, potássio, ferro e antioxidantes, como flavonoides e luteína.

Alguns dos benefícios da escarola podem ser usados para:

  • Tratamento de acne

A verdura é usada para preparar um suco eficaz no tratamento de problemas de pele. Por exemplo, combinar suco de escarola com sucos naturais ajuda a combater problemas como acne.

  • Tratamento de asma

Combinar o extrato da verdura com suco de cenoura e aipo ajuda a diminuir os ataques de asma.

  • Tratamento da anemia

A mistura de suco de escarola, aipo e salsa é considerada útil para pacientes com anemia, pois atua como um tônico eficaz para o sangue.

  • Prevenção de câncer

A vitamina E evita o aparecimento de câncer de próstata. Além disso, a vitamina A dificulta o câncer de pulmão e boca.

Escarola contém alto teor de fibra, que mantém a saúde do cólon. Por fim, o cálcio presente na verdura desempenha um papel crucial na prevenção de câncer de mama e ovário.

  • Alívio da constipação

Este vegetal contém fibra alimentar, diminuindo a irritação do intestino. Assim, é eficaz quando combinado com suco de maçã ou cenoura.

  • Saúde ocular

O suco de escarola é eficaz no tratamento de complicações oculares como catarata, degeneração macular e glaucoma. O uso regular da verdura reduz as doenças oculares.

escarola

Como plantar escarola?

Embora não seja uma verdura recorrente nas mesas dos brasileiros, o Brasil é um mercado em potencial para iniciar a produção da verdura. Afinal de contas, a produção brasileira dura o ano todo.

Os destaques para o cultivo vão para as regiões Sudeste e Sul da Brasil. Os volumes maiores, por sua vez, estão concentrados nos Estados do Paraná, Minas Gerais, Rio de Janeiro e São Paulo.

No quesito produtividade, quando bem conduzida, o plantio da verdura consegue registrar a marca de dez a quinze toneladas por hectare. Em geral, o peso médio da hortaliça tende a variar de oitocentas a novecentas gramas.

A verdura tem um desenvolvimento satisfatório quando cultivada em canteiros de horta e isso é algo interessante que você deve saber caso tenha interesse em aprender como plantar escarola. A adubação, por sua vez, deve ser realizada com esterco de galinha ou de curral.

Em períodos de seca ou escassez de chuvas, os canteiros devem passar por irrigações. No entanto, durante um período de quinze dias, é indicado evitar que as folhas da escarola sejam molhadas. Isso para que não haja umidade no núcleo da planta.

  • Controle de pragas

É indicado a utilização de defensivos agrícolas para controlar as doenças e pragas. Entre elas, estão sobretudo a cigarrinha, o pulgão e as lagartas.

  • Semeadura

O plantio é realizado através de sementes. O sistema de produção para esta hortaliça, deste modo, é o mesmo usado para o plantio da alface. Ou seja, a cada hectare, deve ser distribuído pelo menos 1 quilo a 1,4 quilo de sementes.

  • Clima

O clima ideal para o desenvolvimento desta verdura varia de ameno a quente, em uma temperatura na faixa de quinze a vinte e cinco graus. Entretanto, é possível encontrar variedades selecionadas. Estas, por sua vez, possuem um cultivo satisfatório em regiões brasileiras com condições climáticas distintas.

Em suma, para o bom cultivo da escarola, é indicado que o solo seja fértil, bem drenado, rico em matéria orgânica e com água disponível no decorrer do ciclo da planta.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo