Ferro é um nutriente essencial para o bom funcionamento do organismo

Inicio » Agronegócio » Ferro é um nutriente essencial para o bom funcionamento do organismo
06/07/2019 Por
Ferro é um nutriente essencial para o bom funcionamento do organismo

Vital para a saúde, o ferro oxigena o corpo e ainda ajuda no enriquecimento do solo

Quando você sente alguma exaustão, ou perde o fôlego ao realizar tarefas simples do dia a dia, isso pode significar que seu organismo está com deficiência de ferro. Isso acontece especialmente com mulheres. Mesmo sem dar a devida importância a esse nutriente, muitas pessoas ignoram a sua presença até mesmo nas refeições menos importantes.

Para aumentar as altas taxas nutricionais, o ferro é componente essencial para a composição da hemoglobina, ajudando a reforçar os glóbulos vermelhos, que auxiliam na oxigenação de todo o organismo. Você tem deficiência desse mineral? Como anda a saúde do seu solo? Confira tudo isso a partir de agora.

Ferro

O que é ferro?

Ferro é um nutriente essencial para o nosso organismo. Afinal, ele atua diretamente na produção de hemoglobina, um elemento fundamental para o transporte de oxigênio para todo o organismo, especialmente para o coração.

Por meio de suas propriedades, ele auxilia no controle do sistema imunológico, além de contribuir para a beleza estética, o comércio de produtos e elastina e colágeno para a pele.

De acordo com especialistas, em períodos como a infância e gestação, o consumo desse mineral é altamente recomendado. Isso porque a presença de ômega 3 também auxilia de diversas formas nessas fases. Ele melhora o aprendizado e as capacidades cognitivas, aumenta a resistência a doenças, reduz riscos de mortes e é vital para um desenvolvimento saudável.

Outra função importante do micronutriente é a sua influência na produção de clorofila, atuando na fotossíntese e melhorando a absorção de demais nutrientes. Portanto, o ferro é tão essencial para as nossas vidas quanto para os vegetais.

A produção de ferro

Assim como muitas utilidades para a indústria e dia a dia, desde um ferro de solda para componentes eletrônicos a demais máquinas pesadas, o ferro não cai do céu.

Para quem não sabe como é feito o ferro, esse mineral não existe livremente pela natureza. Ou seja, ele está apenas presente em composições minerais, como:

  • Magnetita;
  • Siderita;
  • Limonita;
  • Pirita.

A partir de processos de extração nesses minerais, o homem começou a obter o elemento principalmente por meio da metalurgia. Isso significa que a produção do ferro vem através de siderurgia, termo grego que remete ao trabalho realizado sobre este mineral. Vale lembrar que nessas siderúrgicas ainda podem ser produzidos materiais como o aço.

Ferro

Importância do ferro na agricultura

Além de ajudar numa alimentação saudável, a utilidade do ferro na agricultura também é essencial. Ou seja, esse elemento químico de símbolo “Fe” é um dos micronutrientes mais abundantes do planeta, em relação à constituição da crosta terrestre.

Entretanto, o pH é o fator vital para que o ferro esteja disponível no solo, assim como a presença do elemento químico fósforo e demais matérias orgânicas.

Tudo isso se deve ao simples fato de que ele precisa passar por determinados processos químicos naturais para poder ser absorvido de forma plena pelas plantas. Confira abaixo algumas das grandes funções do mineral no solo.

  • Atua na fixação do nitrogênio;
  • Auxilia na produção da clorofila;
  • Influi no desenvolvimento de raízes e troncos;
  • Ativa a produção de enzimas.

Alimentos com ferro

Como alimentos de fontes saudáveis para suprimento ao organismo, ele está presente tanto via origem vegetal quanto animal. Entretanto, é na origem animal que a absorção de ferro é melhor feita pelo nosso organismo. Entre elas, podemos citar as carnes vermelhas, que são grandes fontes de ferro.

Além disso, ricos em benefícios do ferro, as carnes de peixes, mariscos e aves também contribuem para o acesso ao nutriente. Porém, diferentemente do que se pensa, produtos como ovo e leite são pobres em ferro. Para isso, o mercado investiu nos laticínios enriquecidos, garantindo mais consumidores à procura da substância.

Nesta linha, temos produtos como os cereais matinais e as farinhas de milho e trigo. Por outro lado, a origem vegetal tem seus destaques onde o ferro é encontrado em grandes quantidades. Como exemplos, temos os seguintes alimentos:

  • Cereais integrais;
  • Agrião;
  • Cheiro-verde;
  • Taioba;
  • Couve;
  • Nozes;
  • Castanhas;
  • Açúcar mascavo;
  • Diversos tipos de feijão.

Ainda é importante lembrar que o leite materno é um dos melhores alimentos contra anemias decorrentes da falta de ferro. De acordo com estudos, é provada a associação de casos de anemia em crianças com pouco tempo de amamentação, mesmo que a origem seja o leite de vaca.

A anemia e a ausência de ferro

Para finalizar, essa anemia é própria da baixa concentração de hemoglobina na corrente sanguínea, devido à falta de nutrientes vitais para a formação imunológica. Entretanto, com tantas ausências que contribuem para o surgimento de anemias, é a falta de ferro a mais prejudicial de todas.

Isso se dá através de dietas ausentes deste mineral e até mesmo pela sua má utilização. Ou seja, essa anemia em crianças e gestantes está relacionada à insuficiência de alimentos ricos no nutriente.

Principais fontes

Mineral de extrema importância para nosso corpo, você já percebeu que o ferro é vital para a formação de células sanguíneas, além de auxiliar na oxigenação do organismo, produzindo a energia necessária para manutenção do corpo.

Entretanto, apesar da importância do ferro, sua carência é muito comum, levando a sintomas como:

  • Cansaço;
  • Fraqueza;
  • Dificuldade de concentração;
  • Falta de apetite;
  • Anemia;
  • Queda de cabelo.

Ferro

Claro que essas necessidades de ferro podem variar em relação ao período de vida e à idade da pessoa. Entretanto, destaca-se que a gravidez demanda maior consumo do mineral, visando desenvolvimento mais específico para recém-nascidos.

Mesmo assim, até os idosos precisam consumir mais esse elemento, para repor as energias e renovar o fôlego. Confira abaixo onde você pode encontrar esse nutriente e manter uma dieta mais saudável:

  • Uva-passa;
  • Carnes vermelhas;
  • Leguminosas (lentilha, grão-de-bico, feijão e ervilha);
  • Vegetais (espinafre, couve e brócolis);
  • Queijo de soja;
  • Cereais integrais (quinoa e aveia);
  • Algas;
  • Castanha de caju;
  • Melaço da cana;
  • Sementes de abóbora e gergelim;
  • Açúcar mascavo;
  • Damasco seco.

Os tipos de ferro

Há quem pergunte de onde vem o ferro. Mesmo que alguns não saibam, ele é conhecido há mais de quatro milênios, datando desde o antigo Egito. Entretanto, saiba também que existem dois tipos do elemento.

Um deles, o heme, é geralmente encontrado em alimentos de origem animal, assim como miúdos e carnes. O outro, o não-heme, está presente em alimentos com origem vegetal. Entretanto, o ideal é que o ferro seja consumido aliado a algumas vitaminas.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo