Fertilização é o processo de fecundação que dá origem a uma nova vida

Inicio » Agronegócio » Fertilização é o processo de fecundação que dá origem a uma nova vida
28/05/2019 Por
Fertilização é o processo de fecundação que dá origem a uma nova vida

O termo fertilização também está ligado à adubação do solo, pois ele pode se tornar fértil para a plantação das culturas

A fertilização, também nomeada de fecundação, é um processo natural de reprodução que ocorre entre muitos seres vivos. Contudo, quando não é possível realizar o procedimento de forma natural, ele pode ser realizado artificialmente.

Quando nos referimos ao solo, a fertilização é uma das etapas essenciais e que deve ser realizada para o sucesso de uma plantação.

Fertilização

O que é fertilização?

Fertilização é o termo utilizado para definir a fecundação de um óvulo por um espermatozoide. Quando isso ocorre, então, uma nova vida se origina. O processo também é chamado de fecundação e faz parte do ciclo reprodutor de muitos seres vivos, desde animais até seres humanos.

A fertilização de um óvulo pode acontecer de maneira natural, através do ato sexual. Contudo, com o auxílio da tecnologia, outras formas de fecundação foram sendo desenvolvidas ao longo dos anos. Um exemplo é a fertilização in vitro, ou ainda a inseminação artificial – muito utilizada na criação de animais.

Além disso, o termo é utilizado também para se referir à adubação do solo. Assim, com a ajuda de fertilizantes é possível reabastecer a terra com os nutrientes necessários para a plantação.

Sobre a adubação do solo: porque é importante fertilizar?

Existem vários tipos de adubação, ou fertilização do solo. O produtor rural deve escolher a técnica e o tipo de fertilizante que mais se adequar à dua propriedade. Então, alguns tipos de adubação bastante utilizadas no Brasil, são:

  • Adubação orgânica: neste tipo de fertilização o adubo é orgânico e, assim, produzido de forma natural. Ou seja, pode ser obtido através da decomposição de material orgânico assim como esterco de animais. Este tipo de insumo é bastante utilizado justamente por ser natural, e não possuir químicos em sua composição. Entretanto, pode ter efeito mais lento se comparado a outros produtos.
  • Mineral: neste tipo de adubação são utilizados insumos extraídos de minerais e, assim, se utilizam elementos químicos. Alguns exemplos são o nitrogênio, fósforo e o potássio, essenciais para o desenvolvimento das plantas.
  • Adubação verde: neste caso a adubação é realizada através da rotação de culturas. Ou seja, plantar leguminosas que ofereçam nutrientes ao solo em um sistema de rotatividade com a cultura padrão. Alguns tipos de vegetação, como as gramíneas e o milheto, ajudam a aumentar o nível de nitrogênio no solo, por exemplo.

Fertilização

O que é a fertilização in vitro?

A fertilização in vitro, também chamada de FIV, é um tratamento de reprodução muito utilizado por casais que não conseguem gerar filhos de maneira natural. É uma técnica avançada e mais comum em casais que ultrapassaram os 35 anos de idade.

Não deixa de ser uma forma de fertilização artificial, na qual o óvulo é fecundado com um espermatozoide em um laboratório. Após o procedimento, então, o óvulo fecundado é observado e cultivado por um determinado período em laboratório, a fim de se observar o desenvolvimento dos embriões.

Por fim, a última etapa da fertilização consiste em transferir os embriões para o útero da mãe, que irá gestar os bebês até que estejam prontos para o nascimento.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo