Forrageira é planta utilizada na alimentação de animais

Home » Agronegócio » Forrageira é planta utilizada na alimentação de animais
02/04/2019 by
Photo: forrageira
Forrageira é planta utilizada na alimentação de animais

Importante para a pecuária, a forrageira deve ser cuidadosamente escolhida e manipulada

A planta forrageira é amplamente estudada e analisada, no campo chamado forragicultura, por agrônomos e zootecnistas. Esse estudo é importante pois o sucesso na implantação de pastagens depende diretamente de uma boa escolha e manejo da planta.

A forragem, como também é denominada a planta forrageira, deve ser escolhida de acordo com o ambiente, bem como deve ser manejada corretamente para que haja o controle de pragas e longevidade na produção. Mas, afinal, o que é uma forrageira?

Forrageira

O que é uma forrageira?

Forrageira é uma planta, ou parte dela, que é utilizada para alimentar animais, tanto domésticos quanto silvestres.  Podendo ser natural ou plantada, como exemplo de espécie forrageira, temos:

  • gramíneas;
  • leguminosas e
  • plantas produtoras de grãos.

Assim, os animais se alimentam diretamente das partes comestíveis das plantas, estando essas a simples plantio, como é possível observar em um pasto.

Porém, há outra forma de alimentação de animais utilizando forrageiras. Nessa segunda maneira,  primeiro há a plantação, posteriormente a produção é colhida e, só após isso, é servida aos animais. Dessa forma, as forragens são colhidas para arraçoamento, podendo ser distribuídas aos animais estando frescas ou  conservadas.

Para ser bem conservada, a mistura das plantas forrageiras é ceifada e seca.  Ao desidratar a planta, retirando a água, seu valor nutritivo é mantido e pode ser armazenado por mais tempo. Esse processo transforma a forragem em feno, conforme a foto abaixo mostra.

Tipos de forrageira

Dentre os tipos de forrageiras, podemos destacar:

  • árvores;
  • folhas e caules;
  • cascas de sementes;
  • raízes e tubérculos;
  • brotos e cascas de arbustos;
  • frutos e sementes;
  • restos culturais, entre outros.

Enfim, diversos tipos de forrageira podem ser utilizadas para alimentação do gado.  Entretanto, para manter uma boa qualidade do feno, boa produtividade e alcance dos seus objetivos com a plantação, você deve atentar-se a diversos pontos, como:

  1. seu solo;
  2. clima (temperatura, regime pluviométrico, luminosidade, umidade, entre outros);
  3. preferência do gado (os bovinos, por exemplo, preferem muitas folhas e poucos colmos);
  4. objetivo da pastagem (cria, recria, engorda);
  5. qualidade das sementes;
  6. recomendação técnica para a produção e
  7. diversificação entre tipos de pastagem.

Além disso, vale ressaltar que existem diferentes tipos de forrageiras, de acordo com seu ciclo de vida: as perenes e anuais.

As forrageiras perenes possuem um ciclo de produção de mais de um ano, e, após sua retirada, não há necessidade de um novo plantio. Isso porque as pantas se regeneram e, assim, torna-se possível haver vários cortes.

Já as anuais possuem o ciclo de apenas um ano, visto que essas plantas só admitem um corte. Portanto, após sua retirada, é necessário que haja mais um plantio.

Forrageira

Máquina forrageira

A máquina forrageira é muito utilizada para desintegrar, cortar, triturar e picar as plantas forrageiras, além de moer grãos e cascas de cereais. Dessa forma, o trabalho de alimentar os animais é facilitado e acelerado. A máquina também pode ser utilizada para milho, ramas de mandioca, cana-de-açúcar, entre outros.

Além disso, também é possível utilizar a forrageira para trator. Para isso, basta que o triturador possua acoplamento para tratores. Quanto a motorização da máquina, há a forrageira a diesel, a gasolina e, no caso de utilização da máquina forrageira junto ao trator,  basta que seu eixo seja acoplado a tomada de força do mesmo.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo