Frimesa é um dos maiores nomes do ramo alimentício brasileiro

Inicio » Agronegócio » Frimesa é um dos maiores nomes do ramo alimentício brasileiro
14/08/2019 Por
Frimesa é um dos maiores nomes do ramo alimentício brasileiro

Uma das maiores empresas brasileiras de alimentos, a Frimesa comprova que o cooperativismo potencializa qualquer investimento

Com origem no cooperativismo, que ganha mais espaço no mercado brasileiro, a Frimesa reúne mais de 40 anos de esforço coletivo, valorizando pessoas, focando em inovações e investimentos industriais. Assim, o resultado só poderia ser o de levar à mesa dos brasileiros o que há de melhor na sua linha de produção.

Por meio de normas, processos e políticas, a empresa padroniza e controla toda sua produção. Dessa maneira, garante toda a gestão de segurança dos alimentos presente nas cinco cooperativas do grupo. Com isso, a cadeia produtiva Frimesa de lácteos e carne suína cresce ano a ano entre cada produtor associado.

frimesa

O que é Frimesa?

Frimesa é uma central de cooperativas com atuação nos setores de carne suína e produtos lácteos. Em virtude disso, ela é hoje a maior empresa paranaense e uma das maiores do Brasil em processamento e abate de suínos.

Hoje, a empresa apresenta cinco unidades industriais, listadas a seguir, divididas entre as funções de operar laticínios e processar carne. Veja:

  • Marechal Cândido Rondon-PR;
  • Medianeira-PR;
  • Matelândia-PR;
  • Capanema-PR;
  • Aurora-SC.

Para otimizar o esforço conjunto entre essas unidades e obter sempre os melhores resultados, a Frimesa investe pesado na administração dos produtores e cooperativas filiadas. Além do mais, sua evolução envolve processos como acompanhamento técnico e entrega de insumos.

De modo a melhor entrega e criação, a empresa ainda realizar uma industrialização moderna na comercialização de cada linha. Assim, os produtos Frimesa são distribuídos pelo território nacional por filiais e centros logísticos localizados nas principais capitais brasileiras e nos seguintes estados:

  • Paraná;
  • São Paulo;
  • Santa Catarina;
  • Minas Gerais;
  • Rio Grande do Sul;
  • Rio de Janeiro.

Para consolidar o sucesso de toda essa cadeia produtiva, é adotada uma política rígida para garantir alimentos sempre seguros e confiáveis. Dessa forma, diretrizes, procedimentos e gestão da qualidade estão alinhados a valores e princípios éticos empresariais.

frimesa

Linha de produtos da Frimesa

Agregando mais de 400 produtos Frimesa, o portfólio da empresa abrange diversos derivados de carne e lácteos. Dessa forma, ela desenvolve produtos de qualidade e saborosos, semiprontos e prontos, tais como:

  • Salsichas e linguiças;
  • Defumados;
  • Frios;
  • Achocolatados;
  • Sobremesas e iogurtes;
  • Aves;
  • Food service;
  • Pizzas;
  • Carne bovina;
  • Queijos;
  • Carne suína;
  • Laticínios.

A estratégia do cooperativismo

Marca que tem suas fundações criadas há mais de meio século, a Frimesa tem origem nas iniciais do Frigorífico Medianeira, uma empresa incorporada pela então Cooperativa Central Agropecuária Sudoeste.

Entretanto, esse o nome incluía apenas o ramo de carnes, enquanto o de laticínios usava outra marca. Contudo, já no fim do século, a marca fora adotada em todos os produtos. Com isso, a partir dessa estratégia, em 2006 o frigorífico Frimesa começou a ser a razão social dessa central de cooperativas, uma das mais rentáveis do Brasil.

Apenas no primeiro semestre desse ano, o crescimento foi acima da inflação, indicando que a companhia iria vencer e ser uma empresa de ponta. Ou seja, em apenas duas décadas, ela entrou na casa dos bilhões em produção, entregando milhões a redes varejistas do país.

A sustentabilidade aliada ao desenvolvimento

Base de seu sucesso, a Frimesa cooperativa central cresce aliando sustentabilidade à sua linha de produção. Isso, sem mencionar a melhoria de processos e produtos, bem como os investimentos contínuos na área de pesquisa e inovação. Como resultado, a cooperativa chegou a lançar mais de sessenta produtos, consagrando-se como uma das campeãs brasileiras em inovação.

Em números, a empresa é hoje a maior em industrialização de suínos no Paraná, enquanto é a quarta do Brasil. Por outro lado, entre as cooperativas paranaenses, tem a sétima posição do setor de lácteos.

Visando garantir uma logística eficiente para o mercado brasileiro, a cooperativa Frimesa tem onze centros de distribuição e nove filiais. Mesmo assim, para estar presente na mesa e no dia a dia dos brasileiros, ela aposta sempre no varejo, contando com mais de trinta e cinco mil pontos de venda em todo o território nacional.

Apesar de todo o sucesso conquistado desde suas origens, essa cooperativa sempre se manteve coerente à sua filosofia. Valores como simplicidade, honestidade e respeito sempre foram aliados a seus funcionários, à comunidade e ao meio ambiente.

Contando com mais de sete mil colaboradores, a cadeia produtiva da Frimesa ainda pode atingir outros trinta indivíduos englobados de forma econômica nos processos, tanto indiretos quanto diretos. Em suma, esses números pertencem a uma marca cooperativista que está enraizada no próprio crescimento do mercado.

A união entre a Frimesa e seus cooperados

Mesmo sendo uma das maiores produtoras brasileiras de carne suína, a Frimesa sempre procura investir no cooperativismo. Dessa forma, ela visa crescer nacional e internacionalmente, garantindo não apenas competitividade de mercado, mas sustentando as cooperativas filiadas e cada família produtora.

Apenas na central paranaense de Medianeira, todo suíno recebido resulta dessa integração com seus produtores locais.

frimesa

Assim sendo, suas cadeias produtivas de leite e suíno englobam quase cinco mil associados, responsáveis por mais de trinta mil toneladas de alimentos mensais. Ainda como parte dessa filosofia de sucesso, cada produtor das cooperativas filiadas recebe assistência e consultoria específica para desenvolver criações de alta produtividade, o que é excelente.

Assim como vários exemplos, essa metodologia comprova que a busca por melhorias e a dedicação são fatores essenciais para quem deseja colher resultados extraordinários. No caso da suinocultura, por exemplo, sempre há a ligação entre a paixão pela criação e o respeito às normas ambientais.

De acordo com Valter Vanzella, presidente da empresa, apenas em um período de três décadas, alguns produtores cooperados aumentaram seu rebanho em mais de dez vezes. Mesmo assim, o mais importante não foi apenas o salto em quantidade, mas também o aumento da qualidade.

Dessa forma, o acordo entre a Frimesa e suas cooperativas tem valor significativo para que milhares de famílias rurais tenham toda a manutenção adequada. Esses são sinais claros de que o formato de cooperativa se mostra uma opção inteligente e rentável para investidores, assim como produtos de qualidade e preço justo para todos os tipos de consumidores.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo