Gado jersey se destaca na pecuária por sua produção leiteira

Inicio » Pecuária » Gado jersey se destaca na pecuária por sua produção leiteira
17/04/2019 Por
Gado jersey se destaca na pecuária por sua produção leiteira

O gado jersey é referência na indústria pela qualidade de seu leite

O gado jersey é considerado o segundo maior produtor de leite no mundo. Além disso, o gado também é de fácil manejo no pasto devido ao seu tamanho reduzido.

O gado jersey é conhecido no mundo do agronegócio como um excelente produtor leiteiro. O bovino apresenta  fácil adaptação em diferentes climas e, por isso, se espalhou rapidamente entre os continentes.

o gado jersey é porte pequeno

Mas afinal, você conhece a raça jersey?

O gado jersey é uma raça de boi de pequeno porte e seu uso no pasto é destinado para a produção leiteira. A qualidade de seu leite é um dos fatores que mais chama a atenção do pecuarista, pois destaca um baixo teor de gordura e é uma fonte rica em nutrientes. Além disso, o gado desta espécie se adapta com facilidade aos ambientes e a fêmea é reconhecida por seus dotes maternos. Por conta disso, sua criação é vantajosa para o pecuarista, pois o custo benefício garante muito lucro.

A origem do gado jersey é das Ilhas de Jersey, por isso o nome do animal. Essa ilha está localizada entre a França e a Inglaterra. O gado da raça rapidamente se espalhou pela Europa e, em seguida, seguiu para os Estados Unidos – onde foi mais explorado seu caráter leiteiro.

A criação do gado jersey

A criação do boi jersey voltada para o campo comercial é vantajosa. Embora seja um ótimo produtor leiteiro, o gado não é voltado para o corte e; em razão de seu pequeno porte, este boi não é comum no abate. Em razão do baixo peso do animal, grande parte da carne não é aproveitada e, portanto, não é rende lucro ao produtor.

A criação do jersey Brasil

O Brasil é o maior exportador de carne e alimentos com alta de taxa de valor nutricional do mundo; por este motivo, o gado jersey não fica de fora dos pastos brasileiros.

A chegada desse gado no país aconteceu a partir da importação dos animais do Canadá e dos Estados Unidos. O Rio Grande do Sul foi o primeiro Estado brasileiro a receber esta raça e, portanto, explora-lá. A expansão deste gado entre os territórios aconteceu de maneira rápida devido ao poder adaptativo do animal.

As vantagens do gado jersey

Entre as principais vantagens deste gado, o fato de a produção leiteira ser muito eficiente é o primeiro ponto. Além disso, o boi jersey é também conhecido pelo caráter dócil e muito adaptável ao clima. Hoje em dia, são mais de 155 mil cabeças de jersey registradas no Brasil.

gado jersey

O temperamento do animal é outra vantagem para o produtor. A criação de animais de pequeno porte é muito mais simples do que a do gado comum. Além disso, o manejo deste animal não necessita de mão de obra especializada, pois sua criação é muito simples e não demanda grandes cuidados.

Outro fator que agrega vantagem ao gado jersey é a sua longevidade. Além de sua vida produtiva ser mais longa, o gado também é precoce, e atinge a idade produtiva em menor tempo. Ele toma frente entre as raças pela alta resistência ao calor no Brasil, em razão de sua pele pigmentada.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo