Guariroba é palmeira nativa do Brasil com diferentes possibilidades de uso

Inicio » Agricultura » Guariroba é palmeira nativa do Brasil com diferentes possibilidades de uso
28/05/2019 Por
Guariroba é palmeira nativa do Brasil com diferentes possibilidades de uso

Pode-se aproveitar praticamente tudo da guariroba: das folhas, até o caule e o palmito, um ingrediente típico da região central do país

A guariroba é uma espécie nativa e, assim, deve-se tomar alguns cuidados para a produção e cultivo da planta. Somente as plantas que fazem parte de reflorestamentos sejam legalizadas devem ter fim comercial.

O palmito de guariroba é considerado amargo, se comparado à outras espécies. Entretanto, é muito utilizado em alguns pratos típicos, especialmente na região de Goiás e Minas Gerais.

Guariroba

O que é guariroba?

Guariroba é uma espécie de vegetação nativa do Brasil. Chamada também de palmeira guariroba ou coqueiro-amargoso, é possível se extrair um palmito da planta. Ela é encontrada em diversas áreas do território brasileiro, desde o Nordeste até Estados do Sul.

A palavra guariroba teve origem no idioma tupi, do termo “gwarai-rob”. O seu significado, então, é “indivíduo amargo”.

As características da palmeira guariroba

Além do sabor amargo, descrito até mesmo no nome da palmeira guariroba, ela também apresenta outras características. Vamos conhecer um pouco mais sobre a planta, então:

  • Espécie solitária, pode sobreviver sozinha
  • Tem caule de cor acinzentada
  • Pode atingir até 20 metros de altura
  • Possui copa crispada
  • Folhas grandes, de até três metros de comprimento
  • As flores nascem em formato de cachos, geralmente da primavera até o outono

É possível aproveitar o palmito de guariroba?

Sim, o palmito guariroba é um dos produtos que podem ser extraídos da palmeira. Contudo, muitas pessoas o consideram como uma verdura de sabor amargo, se comparado aos outros palmitos. Ainda assim, o ingrediente é bastante utilizado em algumas cozinhas com culinária específica, como em Goiás.

O palmito de guariroba, então, é utilizado em empadões, como acompanhamento de pratos principais e na salada.

Os produtores que pretendem trabalhar com este tipo de produto, contudo, precisam estar atentos à legislação. É necessário obter uma licença ambiental para o cultivo e comercialização da palmeira. Desta forma, exploração da planta em ambiente natural é proibida, por isso é necessário esclarecer todas as dúvidas com os órgãos competentes.

Aprenda a fazer palmito refogado

Quer conhecer o sabor deste vegetal? É fácil, existem diversos tipos de receita onde o palmito se enquadra. Uma delas, então, é preparar o ingrediente refogado. Veja a seguir:

  1. Refogar um pouco de alho e cebola em uma panela, até dourar
  2. Cortar o palmito em pequenos pedaços e acrescentar na panela. Colocar meia xícara de água e cozinhar por cinco minutos. Vale lembrar que o fogo deve estar baixo.
  3. Por fim, basta temperar a gosto e está pronto para servir.

Guariroba

Quais os outros usos para a planta?

Além da produção do palmito, a palmeira também é utilizada como planta ornamental. Assim, alguns especialistas em paisagismo utilizam a espécie para compor praças e canteiros, especialmente em espaços públicos.

Com a semente da planta também é possível de se extrair um tipo de óleo comestível. O óleo, então, também pode ser comercializado e tem uso na indústria de produtos de limpeza.

Outra função para a guariroba é dada através de seu caule, bastante utilizado na construção civil. Já as folhas podem ser utilizadas na cobertura de edificações, assim como na alimentação de animais.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo