Hiratake é um tipo de cogumelo comestível muito nutritivo

Inicio » Agricultura » Hiratake é um tipo de cogumelo comestível muito nutritivo
04/12/2020 Por
Hiratake é um tipo de cogumelo comestível muito nutritivo

Os cogumelos são as frutificações de alguns tipos de fungos, como dos filos Basidiomycota e Ascomycota e pertencem ao Reino Fungi. Em todo o mundo, são encontrados vários tipos de cogumelos, um deles é o hiratake.

Conhecidos desde a antiguidades, os cogumelos são consumidos por seu sabor e valor gastronômico, além do valor nutritivo. Encontrado nas matas brasileiras, o hiratake tem uma textura diferente dos outros cogumelos e, assim, segue em constante crescimento no mercado de cogumelos.

Hiratake

O que é hiratake?

O cogumelo hiratake, do gênero Pleurotus e nome científico Pleurotus ostreatus, é originário da Europa, mas pode ser encontrado nas matas brasileiras. Esse nome se deve ao seu formato, um semicírculo, que lembra uma ostra. Seu sabor é mais suave e delicado que os demais, sendo uma boa opção para quem está começando a se aventurar na gastronomia com este alimento.

No Brasil, ele pode ser encontrado nas cores branca, salmão, cinza e marrom. Seu chapéu chega a medir até 10 centímetros e pode ser cultivado de Norte a Sul.

Hiratake salmão

O Pleurotus salmão, ou hiratake, da cor salmão, é, além de peculiar e saboroso, rico em proteínas, fibras, aminoácidos. Ademais, também contém minerais como sódio, cálcio, fósforo, ferro, potássio, zinco, manganês e selênio.

Num geral, a espécie hiratake é rica em vitaminas do completo B e vitamina C, quase sem gordura. Dentre suas principais características no que se refere aos benefícios para a saúde, está o auxílio no controle do colesterol.

Shimeji preto

O shimeji é um dos cogumelos mais conhecidos e também mais consumidos, sendo do mesmo gênero do hiratake – Pleurotus. Porém, o hiratake é muitas vezes chamado de shimeji preto. Mas, apesar disso, seus sistemas de produção são diferentes. O hiratake tem um cultivo mais simples e um investimento menor no início.

Porém, o cultivo de ambos pode utilizar resíduos agropecuários como esterco de animais (bovinos, suínos, aves) e palhadas de trigo, milho, bagaço de cana, serragem, dentre outros insumos.

É possível conservar esses cogumelos por até dez dias em refrigeração, podendo assim serem vendidos in natura, onde geralmente são comercializados em embalagens de isopor coberto por plástico filme. Também são vendidos desidratados, defumados, dentre outros métodos.

Hiratake

Receitas com hiratake

Os cogumelos permitem uma enorme variedade de receitas, das mais comuns às mais sofisticadas.
Uma receita simples, porém, com aroma e sabor incríveis, é de hiratake com cebola. Para fazer em casa, você vai precisar dos seguintes ingredientes:

  • cerca de 1 kg de cogumelos hiratake;
  • 3 cebolas;
  • sal e azeite de oliva a gosto;
  • vinagre balsâmico.

No preparo, lave bem os cogumelos e então corte em rodelas e deixe reservado em um recipiente. Prepare as cebolas cortando-as em rodelas finas. Em seguida, em uma forma, coloque uma camada de cebola e outra de cogumelo, até que os ingredientes acabem.

Então, regue a gosto com o azeite de oliva, polvilhe o sal e coloque em um forno com temperatura a 200 graus por aproximadamente uma hora. Para finalizar, acrescente o vinagre balsâmico e pronto, é só servir e apreciar!

Por sua versatilidade, o hiratake está entre os cogumelos mais consumidos no mundo, atrás dos mais populares como o champignon, shiitake e shimeji.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo