Hormônio é fundamental no processamento dos organismos vivos

Inicio » Veterinária » Hormônio é fundamental no processamento dos organismos vivos
06/07/2019 Por
Hormônio é fundamental no processamento dos organismos vivos

Hormônio é uma substância que regula o corpo e tem funções diversas em nosso organismo

Neste artigo iremos abordar um assunto que certamente já deve ter ouvido falar, mas sobre o qual recebeu poucas explicações: hormônio. É uma substância que desempenha variados papéis dentro dos organismos dos seres vivos e pode ser encontrada até em plantas.

Trataremos de explicar algumas das importantes funções que o hormônio desempenha e sobre a sua origem. Para saber mais, é só continuar lendo!

Hormônio

O que é hormônio?

Hormônio é uma substância formada, em sua grande maioria, de proteínas, peptídeos e carboidratos. Tanto os hormônios humanos quanto os hormônios animais se inserem na corrente sanguínea ao serem produzidos e expelidos pelas glândulas endócrinas.

Mas, afinal, para que servem os hormônios?

Antes de respondermos essa pergunta, é interessante saber detalhes sobre as glândulas endócrinas.

O que são glândulas endócrinas?

São tecidos epiteliais (caracterizados por terem células com pouca ou nenhuma substância intercelular) que formam glândulas, capazes de produzirem substâncias.

São classificadas como glândulas endócrinas as que são capazes de expelir, diretamente na corrente sanguínea dos seres, as substâncias que produzem.

Exemplo de glândulas endócrinas

Podemos citar como exemplo desse tipo de glândula, verificada tanto em humanos como em animais, a hipófise. Localiza-se no cérebro, no encéfalo, para ser mais exato. Produz variados tipos de hormônio, além de outras substâncias.

Em resumo, vimos que hormônio é uma substância à base de proteínas, peptídeos e carboidrato e que é produzida por glândulas.

Portanto, sabemos agora o que é um hormônio, do que é constituído e o que produz. Mas, qual a necessidade de sua produção? Qual papel desempenha nos seres vivos? Afinal, para que servem os hormônios?

É o que abordaremos no tópico a seguir.

Função dos hormônios

Como apontado anteriormente, a função do hormônio dentro de um organismo pode ser diverso.

Na verdade, ele executa diversas funções ao mesmo tempo, isto porque não existe apenas um tipo de hormônio. Existem vários.

Isto porque existe mais de uma glândula endócrina, cada uma produzindo um tipo diferente de hormônio que executará ações específicas e muito importantes.

Um hormônio é responsável:

  • Pelo crescimento do corpo;
  • Pela regulação da capacidade reprodutiva;
  • Pela formação de órgão sexual;
  • Pelo comportamento de seres;
  • Pela regulação do metabolismo;
  • Pelo funcionamento dos órgãos.

Hormônio

Essas são apenas algumas das funções que um hormônio pode executar. A substância atua como uma reguladora dos processos naturais nos organismos.

A origem da palavra hormônio vem do grego hormao, que significa “movimento”. É provável que o emprego do termo para designar essa substância produzida em pequenas quantidades, mas, constantemente, nos corpos de seres vivos, tenha sido influenciado pelo fluxo contínuo, isto é, “em movimento”.

Também é possível imaginar que sem a produção de hormônios não seria possível para qualquer espécie se manter em movimento.

Como atua o hormônio dentro de um organismo?

São produzidos em pequenas quantidades pelas glândulas endócrinas, mas secretadas na corrente sanguínea dependendo da necessidade apontada pelo organismo.

Contudo, como informado há pouco, existem variados tipos de hormônios que exercem funções específicas. Para que não haja confusão, conflito entre os semelhantes, cada hormônio se dirige aos chamados tecidos alvos.

Esses tecidos possuem receptores que reconhecem hormônios específicos, ou seja, reagem e interagem somente com determinados tipos de hormônio. Isto garante que mesmo que a substância resolva fazer uma excursão pelo corpo, só encontrará abrigo em tecidos determinados.

Esse papel de regulação natural de processos dentro de um organismo vivo é importante também para assegurar a homeostase.

Hormônio e homeostase

A homeostase é o trabalho natural que o corpo desempenha para manter o seu equilíbrio, independente de fatores externos.

Por exemplo, quando estamos em um ambiente de temperatura elevada ou nos submetemos a uma atividade física, nosso corpo começa a suar. Tal ação é uma resposta orgânica para tentar manter a temperatura do corpo em seu padrão ideal, fornecendo um alívio, um resfriamento. É o esforço de manter o equilíbrio interno.

Para que tal equilíbrio ocorra, é preciso que todos os órgãos, todos os sistemas presentes no corpo, como respiratório, cardiovascular e excretor, estejam em pleno funcionamento, em harmonia. Sem a regulação proporcionada pelo hormônio, tal harmonia seria impossível.

Citamos que existem diversos tipos de hormônios. Há, de fato, várias categorias e vamos comentar um pouco sobre cada uma delas a seguir.

Tipos de hormônios

Existem hormônios humanos, animais e também hormônios vegetais.

Comecemos pelos que são produzidos em humanos.

Hormônio

Hormônio humano

As substâncias que atuam na gestão do metabolismo são a tiroxina e triodotironina. São também conhecidas como T3 e T4, respectivamente.

São hormônios produzidos pela tireoide. Outro hormônio produzido pela mesma é a calcitonina, responsável por impedir a perda de cálcio nos ossos.

A insulina e o glucagon são outros tipos de hormônio, mas que são produzidos pelo pâncreas. Estão relacionados ao controle da quantidade de açúcar no sangue.

Hormônio animal

Assim como ocorre em humanos, nos animais, os hormônios são produzidos através de glândulas e também atuam na gestão do organismo.

A grande questão envolvendo animais é que alguns tipos, especialmente bovinos, recebem doses de hormônios para melhorar a reprodução e, assim, aumentar  produtividade.

Algumas dessas substâncias podem provocar mal aos animais e humanos, no entanto, isso não significa que seja o caso de todas.

As que são permitidas são tipos que já se encontram dentro do organismo das espécies, são produzidas pelos mesmos, por isso são incorporadas de modo natural sem ocasionar nenhum tipo de transtorno.

TSH, GH e ACTH são alguns dos hormônios produzidos por animais que, assim como nos humanos, desempenham funções específicas como produção de tiroxina, estimulação do crescimento e regulação da atividade do córtex, respectivamente.

Hormônio vegetal

Também conhecidos como fitormônios, são compostos orgânicos produzidos nos tecidos vegetais das plantas.

Alguns tipos de fitormônios são:

  • Auxinas: entre diversas funções é responsável pelo crescimento do caule e da raiz;
  • Citocininas: uma de suas funções é retardar o envelhecimento do vegetal;
  • Giberelinas: estimula o alongamento e a divisão das células vegetais.

Gostou deste conteúdo sobre hormônio? Quais suas opiniões e contribuições sobre o assunto? Não deixe de comentar abaixo!

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo