Hortas comunitárias são aquelas cultivadas por um grupo de pessoas

Inicio » Agricultura » Hortas comunitárias são aquelas cultivadas por um grupo de pessoas
26/04/2020 Por
Hortas comunitárias são aquelas cultivadas por um grupo de pessoas

Iniciativas como as hortas comunitárias podem ser úteis para ocupar terrenos baldios

As hortas comunitárias, como o nome já sugere, são espaços de uso e cuidados coletivos, podendo ser feito em bairros, comunidades e associações específicas. Esse tipo de iniciativa vem ganhando cada vez mais espaço, inclusive nos grandes centros.

Muito cultivadas nas cidades, as hortas comunitárias podem ser uma boa alternativa para ocupar de forma produtiva e sustentável os terrenos baldios, por exemplo, e interatividade entre os envolvidos.

Hortas comunitárias podem cultivar hortaliças

O que é horta comunitária

Uma horta comunitária é aquela cultivada por um grupo de pessoas. Iniciativas como essa podem trazer muitos benefícios para os colaboradores, que terão legumes e verduras fresquinhos e uma ocupação saudável de terrenos.

Porém, as hortas podem ser cultivadas de diferentes formas. Em comunidade, onde todos cuidam e repartem a produção, ou, separada em talhões ou canteiros, e cada pessoa ou família cuida e coleta sua parte apenas.

Em São Paulo por exemplo, a União de Hortas Comunitárias estabelece alguns requisitos para que uma horta seja considerada comunitária. Para promover o fortalecimento da agricultura urbana e a troca de experiências, a União destaca:

  • Não utilizar produtos químicos e venenos;
  • Cultivar as hortaliças com base nos princípios agroecológicos e de permacultura, respeitando a natureza;
  • Realizar de forma coletiva, colaborativa e inclusiva o uso do espaço, o trabalho, a colheita e a gestão;
  • Promover atividades de educação ambiental gratuitas ao público;
  • Compartilhar a colheita livremente pelos voluntários e pela comunidade.

Projeto de horta comunitária

Para montar uma horta comunitária é preciso debater o assunto com vizinhos e amigos e verificar a disponibilidade de terreno próximo de casa. Descubra se existe ou busque algum subsídio com empresas e instituições ou a própria prefeitura, para auxílio com sementes e até instruções com profissionais para começar o projeto.

Ademais, é possível iniciar o projeto preparando o terreno, criando cerca ou o que for necessário para proteger e delimitar a horta. Se forem espaços separados, os membros devem ter liberdade de plantarem o que quiser e, se for espaço coletivo, deve-se chegar a um consenso.

Assim, pode-se perceber alguns dos benefícios desse tipo de horta, como, por exemplo, cultivar seu próprio alimento, sabendo sua procedência e sem agroquímicos.

Ademais, cultivar hortas comunitárias também desenvolve o hábito de compartilhar e interagir com os vizinhos e demais envolvidos na horta, sendo saudável inclusive para crianças.

Hortas comunitárias

As hortas também são benéficas para o meio ambiente, se feitas de forma correta e sustentável. Contudo, ainda é possível utilizar um sistema de compostagem, destinando a produção de resíduos orgânicos para a horta.

Assim, são inúmeras vantagens de se cultivar uma horta, tendo em vista que elas produzem relativamente bastante alimento em pouco espaço, pois as hortaliças e verduras rendem muito. É possível cultivar vários tipos de verduras e legumes, colaborando para uma alimentação mais saudável.

Por fim, as hortas comunitárias são excelentes formas de praticar a integração, o cultivo de alimentos saudáveis e a ocupação produtiva de terrenos e espaços baldios. Dessa forma, contribuem para a qualidade de vida dos envolvidos.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo