Hortelã pimenta combate vários males e tem larga produção no Brasil

Inicio » Agricultura » Hortelã pimenta combate vários males e tem larga produção no Brasil
11/09/2019 Por
Hortelã pimenta combate vários males e tem larga produção no Brasil

Importante no mercado nacional, a hortelã pimenta também se destaca por render uma série de benefícios

Conhecida em todas as partes do Brasil, a hortelã pimenta se destaca por trazer um sabor inconfundível a uma série de composições. Presente em uma série de bebidas, balas e chicletes, este elemento é extremamente eficiente para a melhoria da digestão, evita irritações no cólon e diminui o volume de flatulências.

A hortelã pimenta é apenas um dos 25 tipos de hortelã existentes no país. É o resultado do cruzamento entre a Mentha aquatica e a Mentha spicata.

Hortelã pimenta

O que é hortelã pimenta?

Hortelã pimenta é uma planta que chegou ao Brasil com os portugueses. É conhecida cientificamente como Mentha piperita.

A distribuição começou a acontecer ainda na época da colonização, quando não havia conhecimento sobre as plantas cultivadas na Europa. Aos poucos, o elemento começou a ganhar espaço e passou a ser cultivado em hortas domésticas.

Esta espécie nasceu após uma série de cruzamentos que envolveram diversos tipos de ervas. Desta forma, nasceu esta planta híbrida capaz de atender uma série de necessidades. A hortelã, inclusive, serve de base para a composição de todos os remédios expectorantes.

No Brasil, são muitos os nomes utilizados para denominar este elemento. Dependendo da região, é identificado como hortelãzinha, hortelã da cozinha, hortelã de panela ou hortelã de cheiro.

Além das vantagens na medicina, o elemento também é fundamental para temperar uma série de receitas, caindo no gosto popular de maneira natural.

Como plantar hortelã pimenta?

A importância da hortelã pimenta também cresce de forma constante quando o assunto é a produção.

O apelo comercial tem se tornado cada vez mais forte por conta da produção de óleos derivados, além do aproveitamento das folhas secas. Esta segmentação evoluiu bastante nos últimos vinte anos, o que motivou uma série de avanços tecnológicos.

Para aproveitar melhor a hortelã pimenta, houve uma série de preocupações que começaram a ser consideradas. Uma delas é a qualidade do solo, pois o cultivo era feito de forma desordenada.

As substâncias aplicadas também começaram a ser controladas, com o intuito de evitar qualquer tipo de contaminação. Isso, por sua vez, também rendeu uma diversificação nas produções.

Dessa forma, uma série de setores foram beneficiados por essa profissionalização, como o de cosméticos, perfumaria, refrigerantes, tabacos, alimentos e detergentes. Porém, a produção de óleos essenciais é a principal finalidade.

Normalmente, a colheita do segundo corte é a que rende melhores resultados, tanto em folhas como em óleos. Este processo proporciona duas fontes de renda diferentes para o empresário. A partir disso, então, foi determinado como plantar hortelã pimenta.

A origem da produção de hortelã pimenta remete ao início do século XX, quando os japoneses começaram a implantar esta modalidade de cultivo no Brasil. Tudo começou em pequena escala nas cidades interioranas e, então, foi ganhando espaço nas capitais.

Antes de fazer sucesso por aqui, a hortelã já era famosa entre moradores da África e do Oriente Médio.

Hortelã pimenta

Características da hortelã pimenta

A planta é extremamente resistente e cresce em vários tipos de solo, desde que a drenagem funcione de maneira regular. Mas vale destacar que as diferenças de solo podem refletir em um alto rendimento da produção. Quanto melhores as condições, maior será a capacidade de produzir. Assim, com base em uma planta, é possível produzir materiais para os 5 anos seguintes.

Na sequência do processo, os agricultores costumam fazer a aragem e a destruição de toda a plantação improdutiva. Dessa forma, é possível partir para novos enxertos.

Também é possível trabalhar com adubações, controle das ervas daninhas, plantios e irrigações. O rendimento final apresentará uma performance muito mais elevada, com um produto de qualidade inquestionável.

Economia

O Paraná é o estado que reúne a maior quantidade de ervas cultivadas. De acordo com as pesquisas, lá estão reunidos cerca de 90% de toda a produção nacional.

Entre os principais produtos, a hortelã pimenta se destaca ao lado de outros elementos importantes como o ginseng, a camomila e a melissa. No total, a cultura movimenta por volta de R$ 80 milhões ao ano.

O cálculo também aponta que são aproximadamente 1830 famílias trabalhando no setor. Elas movimentariam mais de 6 mil hectares totalmente dedicados para o cultivo da planta.

Sem dúvida, este é um reflexo da excelente imagem que a hortelã pimenta construiu diante dos brasileiros, rendendo consumo de folhas tanto frescas como desidratadas. Mercearias, lojas e supermercados costumam revender em grandes volumes.

Nutrientes da hortelã pimenta

Entre as vitaminas que mais se destacam na composição da hortelã pimenta, podemos destacar as vitaminas B, C e A. O cálcio, o potássio, o fósforo e o ferro são igualmente importantes para auxiliar a digestão.

Além disso, estes elementos também ajudam a manter a saúde do intestino. As náuseas e os enjoos matinais também são controlados com o consumo deste elemento.

Também vale destacar que este tipo de hortelã é extremamente eficaz na manutenção do congestionamento nasal, além de evitar fungos, bactérias e inflamações dos mais diversos tipos.

São muitas as receitas de hortelã pimenta, mas as que mais se destacam envolvem sachês para preparação de chás. As cápsulas de óleo também se tornaram essenciais no mercado.

Hortelã pimenta

Benefícios da hortelã pimenta para a saúde

Além dos benefícios já citados, a hortelã pimenta traz uma série de outros benefícios para a saúde.

Um dos fatores diz respeito ao tratamento de problemas de pele, por conta do poder anti-inflamatório da folha. Isso também facilita cicatrizações e outros processos. No entanto, em alguns casos, a aplicação do óleo poderá ser mais eficaz, desde que o contato seja direto com a pele.

As dores musculares também podem ser evitadas. A hortelã pimenta traz um relaxamento dos nervos extremamente necessário para o alívio dos traumas causados pela atividade física. Nesses casos, o óleo de hortelã pimenta é fundamental antes e depois dos exercícios.

A limpeza dos pulmões também é um dos benefícios gerados pela hortelã pimenta. A ingestão de gotas é altamente eficaz para o alívio de tosses e infecções. Aftas e feridas na boca também podem ser controladas com a ingestão frequente deste elemento. Aposte em inalações, gargarejos e bochechos.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo