Pepino é um fruto de ação diurética e preparos diversos

Inicio » Agricultura » Pepino é um fruto de ação diurética e preparos diversos
24/07/2019 Por
Pepino é um fruto de ação diurética e preparos diversos

O pepino é um fruto de origem asiática, cultivado há mais de 3.000 anos, de alto valor nutricional e consumido em todo o mundo

Mais do que um alimento diurético natural, o pepino é fonte de minerais importantes como magnésio e potássio que auxiliam na prevenção de problemas cardiovasculares. Além disso, auxilia a equilibrar o nível de pH do corpo.

O pepino é rico em vitamina K (K2), uma vitamina solúvel em gordura que, aliada a outros minerais como o cálcio e o fósforo, auxilia a manter a densidade óssea, ou seja, promove a construção de ossos mais fortes.

Pepino

O que é pepino?

Pepino é um fruto pertencente à família Cucurbitaceae, a mesma da abóbora e da abobrinha, de nome científico Cucumis sativus. Originário das regiões tropicais do sul da Ásia, seu cultivo teve início na Índia há mais de 3.000 anos.

Primeiramente o cultivo do pepino estendeu-se para a Grécia, Roma e outros países da Europa como França e Inglaterra e, posteriormente, para a América do Norte e Japão. Adapta-se muito bem em regiões de clima quente onde as temperaturas, durante o dia, variam entre 20 e 28°C.

Porém, com temperaturas mais extremas, acima dos 30°C e abaixo dos 17°C, observa-se má formação, bem como má produção. Quando em temperaturas inferiores a 1°C, eles se congelam. Podemos encontrar no mercado 4 tipos de pepino muito apreciado pelos brasileiros:

  • Pepino aodai ou comum;
  • Pepino japonês ou aonaga;
  • Pepino caipira;
  • Pepino em conserva.

Como plantar pepino

A plantação de pepino é simples, não demandando cuidados tão específicos. A região deve ser de clima quente, apresentar temperaturas entre 20 e 28°C. Preferencialmente o solo deve ser fértil, areno-argiloso, com boas quantidades de matéria orgânica, que não apresente acidez elevada e bem drenado.

Pepino

Solo

O plantio deve ser feito a céu aberto, colocando de 3 a 4 sementes em cada uma das covas de 1,5 a 2 cm de profundidade, espaçamento de 1,5 m, em um lado do sulco. Contudo, ao realizar o desbaste, é necessário deixar 1 a 2 plantas em cada cova assim que contarem com 2 ou 3 folhas definitivas.

A princípio, pode-se plantar o pepineiro em um sistema rasteiro, porém, o estaqueamento ajuda na colheita e nos tratos culturais. Ao mesmo tempo, reduz as chances de doenças, deformações e má coloração dos frutos.

Irrigação

Após 5 dias, ocorrerá a germinação e, 25 dias depois, a floração. É importante manter o solo úmido, distribuindo água nos sulcos (30 a 40cm de abertura, 20 a 25cm de profundidade, em média).

Entretanto, diferentes sistemas de irrigação podem ser utilizados, tais como microaspersão, gotejamento e aspersão convencional. O raleio, sobretudo, é importante para a planta se tornar mais vigorosa e deve ser feito com uma faca, tesoura ou outra ferramenta de corte.

Adubação

Em relação à adubação, é importante fazer uma análise do solo para entender se há necessidade de calagem. Esta deve ser feita com calcário dolomítico fino. Para obter sucesso na produção dos pepinos, o solo deve ter, sobretudo, um pH que varia de 5,8 a 6,8.

Para cada cova é necessário utilizar 80 a 100 g de adubo químico (fórmula 4-14-8 ou 4-16-8). Já na adubação por cobertura, devem ser aplicadas 15 g de nitrogênio por planta, sob a forma de sulfato de amônio ou nitro-cálcio, após os primeiros frutos serem formados. Logo após, aplicar mais 2 vezes, respeitando um intervalo de 20 dias.

O pepineiro frutificará entre 50 a 60 dias após sua semeadura, podendo durar por mais de 2 meses. Todavia, os pepinos só deverão ser colhidos quando atingirem 20 cm de comprimento, bem como uma coloração externa em tons verdes claros.

Receitas com pepino

O pepino é extremamente refrescante, principalmente para os dias em que as temperaturas estão mais altas. Em virtude de possuir um teor de água muito elevado (95%), o pepino é um importante alimento diurético, sobretudo para a eliminação de toxinas.

Por possuir esse elevado teor de água, podemos dizer que o pepino emagrece por promover uma maior saciedade, o que é fundamental para perder peso.

A salada de pepino, por exemplo, é muito consumida no verão para evitar o inchaço e a retenção de líquidos. Entretanto, o fruto é muito versátil e, com ele, podem ser preparadas sopas, sucos detox, conservas e antepastos. Confira abaixo 2 receitas práticas.

Pepino

1. Antepasto de pepino e pimentão

Ingredientes:

  • ½ pimentão verde em fatias finas;
  • ½ pimentão vermelho em fatias finas;
  • 1 cebola grande em fatias finas;
  • 3 pepinos japoneses em fatias finas;
  • 1 colher de sopa de sal;
  • 1 envelopes de caldo de legumes;
  • ½ xícara de chá de vinagre branco;
  • 1 colher de chá de açúcar;
  • 1 pitada de açafrão em pó.

Modo de preparo:

  1. Primeiramente, coloque todos os vegetais em um refratário, adicione 2 xícaras de chá de água gelada e o sal;
  2. Cubra com filme plástico e leve à geladeira por 1 h;
  3. Em seguida, escorra os vegetais e coloque-os em uma panela com os demais ingredientes;
  4. Leve ao fogo baixo, porém, sem deixar ferver;
  5. Por último, retire do fogo, deixe esfriar completamente e conserve em geladeira;
  6. Sirva gelado com pães, torradas ou como acompanhamento para carnes.

2. Suco de pepino para perder peso

Ingredientes:

  • 2 xícaras de chá de pepino picado;
  • 3 tomates picados;
  • 1 talo de salsão;
  • ¼ colher de café de pimenta caiena;
  • ¼ colher de café de pimenta-do-reino moída;
  • Gelo picado e folhas de hortelã.

Modo de preparo:

  1. Primeiramente, bata todos os ingredientes no liquidificador por 3 min;
  2. Em um copo alto, coloque gelo picado a gosto;
  3. Despeje o suco e mexa delicadamente;
  4. Por último, decore com folhas de hortelã e sirva.

Benefícios do pepino

Além de saboroso, o pepino é muito nutritivo. Possui pouquíssimas calorias, minerais como ferro, fósforo, potássio, magnésio e sódio, vitaminas A e K, fibras solúveis e insolúveis. Acompanhe abaixo alguns de seus benefícios.

  • Possui propriedades antioxidantes, protegendo o DNA e as células dos danos causados pelo estresse oxidativo. Dessa forma, auxilia na prevenção de doenças como o câncer;
  • Auxilia na perda de peso por proporcionar maior saciedade;
  • Por ser altamente diurético, possui propriedades desintoxicantes. Como resultado, elimina e combate a retenção de líquidos. Ao mesmo tempo, remove as toxinas acumuladas no organismo;
  • Melhora a digestão, bem como o bom funcionamento intestinal, combatendo a constipação;
  • Possui propriedades que auxiliam a alcalinar o sangue, equilibrando o pH do corpo.

O pepino é um grande aliado nos tratamentos estéticos e capilares. Ele promove a hidratação da pele, é eficaz para a redução de manchas e reduz a vermelhidão causada por queimaduras de sol. Por fim, não apenas promove a hidratação, como também trata a acne, cicatrizes, olheiras e imperfeições da pele.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo