Hortifruti engloba frutas, legumes e verduras frescas

Inicio » Agronegócio » Hortifruti engloba frutas, legumes e verduras frescas
20/08/2020 Por
Hortifruti engloba frutas, legumes e verduras frescas

Quando o assunto é venda e varejo, é de suma importância dar atenção a todos os segmentos para não perder nenhuma oportunidade de mercado, certo? Um exemplo disso, sem dúvida, é o setor do hortifruti, que vem ganhando força devido ao crescimento do consumo de produtos orgânicos.

O hortifruti é um setor composto de verduras e frutas, tendendo assim a crescer junto do consumo maior de alimentos naturais – afinal, a maioria dos produtos derivados do hortifruti é inclusa em dietas recomendadas por nutricionistas. Com os brasileiros cada vez mais preocupados com a saúde, esse setor apresenta crescimento. Mas o que é hortifruti?

Hortifruti

O que é hortifruti?

Hortifruti é como é chamada a venda de legumes, verduras e frutas frescas. De fato, a venda de verduras, legumes e frutas equivale a 10% da receita total dos mercados, angariando um faturamento considerável.

Os produtos orgânicos e saudáveis estão mais presentes na mesa do brasileiro devido à geração de novos consumidores. Isto é, uma geração mais preocupada com o bem-estar e um estilo de vida saudável, o que é ótimo para todos os envolvidos.

Uma prova dessa tendência é o crescimento do mercado de alimentos veganos, ou seja, fundamentada e integrada por produtos cuja origem não é animal. No Brasil, esse mercado tem um crescimento médio anual de 40% – sem dúvida, um valor promissor para o setor de legumes, frutas e verduras do país.

Com uma população cada dia mais preocupada com seus hábitos e saúde, não é de se admirar que haja tantas pessoas faturando com o compartilhamento online de suas rotinas de alimentação e academia. O sucesso dessa tendência anda de mãos dadas com o setor hortifruti, afinal de contas, ele alimenta esse mercado em ascensão no Brasil.

Significado de hortifruti

Você conhece o significado de hortifruti? Como o nome sugere e auto explica, hortifruti significa a horta (horti) e fruta (fruti). Assim, o termo se refere a toda gama de produtos de origem vegetal.

Produtos hortifruti

É importante selecionar bem os produtos hortifruti, bem como saber posicionar e quando fazer promoções. Saber como posicionar os produtos dentro do mercado, por exemplo, pode ser um divisor de águas na hora da decisão de compra da clientela.

A recomendação mais confiável é de que os produtos sejam posicionados o mais próximo possível da entrada. Assim, os clientes se encontrarão com as frutas, verduras e legumes logo ao adentrarem o estabelecimento.

Outra posição indicada para o setor é perto do açougue do mercado, devido ao que chamam de “compra sugestiva”, ou seja, compras que complementam a refeição – como os vegetais complementam a carne. Além disso, a disposição de cada produto também é muito relevante.

Legumes, por exemplo, possuem um consumo elevado – como batata e cebola. Pensando nisso, eles não devem ficar na frente. Afinal, isso forçará a conhecida “compra de impulso” de produtos que têm menor saída, como uva, pera, laranja e banana.

Mas nada disso adianta se os produtos não contarem com boa qualidade e organização, não é verdade? Eles devem ser posicionados de modo atrativo aos olhos, de preferência empilhados com uma certa ordem, e não dispostos de maneira desleixada.

Desse modo, evita-se o prejuízo e perda por produtos danificados. Além disso, não espanta a clientela, que ao encontrar os alimentos desorganizados, perdem o interesse e a vontade de adquirir o produto.

Uma dica para a saída de produtos vegetais é a prática de separar um dia fixo da semana para promoções voltadas ao hortifruti. Assim, o consumidor se direciona ao supermercado movido pelas promoções de preços atrativos que encontrará nas verduras, frutas e legumes. Além disso, quando se trata de produtos mais delicados, é importante tomar uma variedade de precauções para valorizar o setor.

As práticas ideais devem ser tomadas desde a exposição do produto até o cuidado “nos bastidores”, como preservação, corte e armazenamento. Seguidas à risca, certamente deixarão o cliente mais satisfeito na hora da compra.

Hortifruti

Quais produtos escolher?

É inegável que as frutas são os itens de hortifruti mais procurados nos mercados. Afinal de contas, as pessoas adoram usá-las para as mais variadas finalidades como, por exemplo, o preparo de doces, saladas, sucos naturais e receitas.

Pensando nisso, separamos uma lista das frutas que não podem faltar no hortifruti. Confira!

  • Laranjas;
  • Limões;
  • Melancias;
  • Melões;
  • Maçãs;
  • Mamões;
  • Morangos;
  • Ameixas;
  • Peras;
  • Tangerinas;
  • Bananas;
  • Abacaxis;
  • Abacates;
  • Uvas;
  • Goiabas;
  • Kiwis;
  • Mangas;
  • Maracujás;
  • Pêssegos.

Quais legumes vender no hortifruti?

  • Frutos: pepinos, berinjelas, aboboras, chuchus, quiabos, tomates;
  • Bulbos: alhos e cebolas;
  • Raízes: beterrabas, cenouras, mandiocas;
  • Leguminosos: sojas, ervilhas, grãos de bico, feijões.
  • Tubérculos: inhames, batatas doces, batatas inglesas;
  • Oleaginosas: amendoins, nozes e castanhas.

Quais verduras vender no hortifruti?

  • Alfaces;
  • Repolhos;
  • Espinafres;
  • Couves;
  • Brócolis;
  • Agriões;
  • Rúculas;
  • Acelgas;
  • Coentros;
  • Alcachofras.

Hortifruti

Mercado brasileiro do hortifruti

O mercado de hortifruti do país é uma parte muito importante para a economia. Em suma, o agronegócio e a agricultura representam uma porcentagem superior a 23% do produto interno bruto. No entanto, esse número não advém somente do consumo do hortifruti por parte da população. Afinal, apesar de as leguminosas serem de grande importância para uma dieta saudável, o brasileiro não possui o hábito de consumi-las regularmente em seu dia a dia.

Todavia, isso não quer dizer que o cenário e o mercado dos legumes, frutas e verduras não esteja passando por mudanças significativas. De fato, a população brasileira está adotando uma posição mais favorável e positiva no que diz respeito ao setor de hortifruti.

Esse quadro fica ainda mais promissor quando falamos dos alimentos naturais e orgânicos, que vêm ganhando a preferência do consumidor devido aos benefícios à saúde.

Sem dúvida, isso não reflete positivamente apenas no bem-estar da população do país, como também na economia brasileira. Atualmente, o consumo de legumes, frutas e verduras no país ainda está abaixo do recomendado.

Por exemplo, para uma dieta ser considerada saudável, a quantia de hortaliças recomendada diariamente é de quatrocentas gramas. Os brasileiros consomem 1/3 disso nos dias atuais.

Contudo, conforme a população toma consciência de hábitos mais saudáveis, a tendência ao consumo de hortifruti cresce. Consequentemente, cresce também o mercado de demanda e venda.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo