Insaturada é uma palavra relacionada à uma alimentação saudável

Inicio » Agronegócio » Insaturada é uma palavra relacionada à uma alimentação saudável
28/04/2019 Por
Insaturada é uma palavra relacionada à uma alimentação saudável

Insaturada é uma solução na qual a quantidade de soluto ainda não atingiu o máximo de solubilidade.

Uma solução insaturada, portanto, permite a adição de maior quantidade de soluto. Ou seja, se houver necessidade de dissolver mais soluto nessa solução, isso será possível. Soluto é a substância dissolvida pelo solvente. Por exemplo, na mistura de água e sal, o sal é o soluto.

Insaturada é uma palavra oriunda dos jargões químicos. No entanto, é muito conhecida quando usada em em conjunto com o substantivo gordura, formando a expressão gordura insaturada.

Insaturada

Gordura insaturada

Insaturada, saturada ou trans? Há três tipos de gordura e existem diferenças significativas entre elas. As pessoas costumam enxergar as gorduras como vilãs. No entanto, algumas são benéficas à nossa saúde.

A gordura insaturada está presente em alimentos calóricos, mas necessários para o bom funcionamento do corpo e para a obtenção de energia. No entanto, deve ser consumida com moderação.

Insaturada é, portanto, um tipo de de gordura boa, como os ômegas 3 e 6. São encontradas em grande quantidade em castanhas, abacate, sementes, alguns tipos de peixes como salmão e atum, óleos vegetais como os de girassol, soja e azeite.

Aprender a consumir gorduras de maneira adequada e equilibrada, portanto, é fundamental para manter a saúde.

A gordura insaturada pode ser de dois tipos: monoinsaturada ou poli-insaturada. Ambos são derivados de vegetais e plantas e adquirem forma líquida na temperatura ambiente.

Conheça alguns benefícios que as gorduras insaturadas proporcionam ao organismo:

  • Aumento do colesterol bom (HDL): O bom colesterol (HDL) ajuda a proteger o sistema cardiovascular. Por outro lado, o LDL, também conhecido como o colesterol ruim, aumenta o risco de complicações cardiovasculares. Por isso é melhor para o organismo que os níveis de HDL sejam mais altos que os de (LDL).
  • Redução dos riscos de doenças cardiovasculares: as gorduras insaturadas contribuem para a redução do risco da doença arterial coronariana (DAC) e auxiliam a diminuição da pressão arterial. Além disso, o ômega 3, que faz parte da família dos poli-insaturados, protege o coração e reduz o risco de doenças inflamatórias e de alguns tipos de câncer, como o de próstata, por exemplo.
  • Ajuda na absorção de vitaminas: No grupo das vitaminas lipossolúveis, ou seja, que são dissolvidas pela gordura, estão as vitaminas A, D, E e K. Elas oferecem diversos benefícios ao organismo como: manutenção de dentes e ossos saudáveis e de um sistema imunológico forte, fortalecimento dos músculos, proteção ao coração, combate às infecções, melhoria na cicatrização, além da atuação antioxidante e anti-inflamatória.

Insaturada

Como reduzir o consumo de gordura saturada

Como foi mencionado, a gordura saturada é benéfica para o organismo. Por outro lado, a gordura saturada é uma gordura “ruim” se consumida em excesso. Ela é encontrada em quantidades altas em produtos de origem animal, como carnes e laticínios.

Antes de consumir os alimentos, é importante saber a quantidade diária recomendada de gordura total e quanto pode ser saturada. Afinal, uma alimentação saudável precisa ser equilibrada.

De acordo com as diretrizes da Sociedade Brasileira de Cardiologia, um adulto saudável que consome 2.000 calorias diárias, pode comer no máximo 22 g de gordura saturada por dia.

A maioria dos alimentos comercializados possui uma tabela indicando a quantidade de gordura por porção e a porcentagem dessa quantidade que inclui gorduras saturadas. Por isso, é importante ler os rótulos e embalagens.

Entender o conceito de insaturada, portanto, é importante para buscar uma alimentação mais saudável e leve.

Tags:

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo