Leite integral é o tipo mais barato e mais consumido pelos brasileiros

Inicio » Agronegócio » Leite integral é o tipo mais barato e mais consumido pelos brasileiros
02/12/2020 Por
Leite integral é o tipo mais barato e mais consumido pelos brasileiros

Leite integral é bastante popular no país todo. Sendo um dos leites mais consumidos em todo o Brasil, esse tipo de leite é o mais comum, mais barato e mais utilizado em receitas ou para o café da tarde. Todas essas características o tornam um leite popular e com muitos benefícios.

No entanto, nem todas as pessoas podem consumir o leite integral, já que é uma grande fonte de gordura. Ainda assim, ele agrega uma série de vantagens e pode oferecer muito bem-estar para todos aqueles que sabem como ingeri-lo.

Leite integral

O que é leite integral?

Leite integral é um leite tirado diretamente da vaca leiteira. Nele, não há nenhum processamento para que ocorra a retirada de suas gorduras. Por conta disso, mesmo quando industrializado, ele possui um índice alto de nata.

Em suma, o leite integral é um alimento único. Afinal, não é tão ruim como muitas pessoas pensam que é, além de garantir um ótimo equilíbrio aos nutrientes. Isso, obviamente, faz com que seja a principal opção de muitas pessoas, já que é conhecido pelos benefícios e preço acessível.

Para encontrá-lo, basta ir a qualquer supermercado e encontrar o setor de laticínios. Lá, existirão uma infinidade de marcas, tipos de frascos e informações nutricionais, para aquelas pessoas que preferem obter a informação dos rótulos.

A diferença entre os tipos de leite

Uma coisa que não é mais novidade, mas nem todas as pessoas sabem, é que os leites são divididos por seu teor calórico. Logo, entre o leite integral, leite desnatado e semidesnatado, essa é a única diferença.

Ainda assim, também existem as características as pessoas que podem consumir cada tipo. Em relação às calorias, as calorias do leite integral são as maiores, já que ele é quem possui o maior índice de gordura e é o menos tratado.

Para consumir o leite, é muito importante que o indivíduo não possua nenhum problema sério de saúde, como problemas cardiovasculares, colesterol alto e de difícil controle, obesidade, etc. Mesmo que consumi-lo uma vez não apresente tantos riscos, essas pessoas podem sentir um efeito não muito agradável.

Logo, para consumidores que são obrigados a entrar em uma dieta com uma quantidade bem reduzida de gorduras e calorias, é importante optar por leites magros ou mais suaves. Por isso, o leite desse tipo não é a melhor opção.

Para essas pessoas, o leite desnatado ou o semidesnatado, podem ser os mais aconselháveis. Afinal, o leite desnatado tem toda a sua gordura retirada e transformada em nata ou manteiga. Logo, possui um gosto mais leve, uma aparência menos branca e mais aguada.

Já o leite semidesnatado, é um tipo de leite que fica entre o meio-termo dos dois. Ele é ótimo para quem procura algo menos calórico, mas que não deseja cortar 100% da gordura do leite, já que ela é muito benéfica para quem pode consumi-la.

Leite integral

Leite mais consumido

Entre todos os tipos de leite, o esse é, de longe, o mais consumido. O motivo é que, como dito anteriormente, é o mais barato e comum, além de garantir uma série de benefícios para o organismo.

Assim como outros leites, é possível encontrar o leite integral em pó. Este, tem um sabor muitíssimo semelhante ao Leite Ninho, que se popularizou por ser utilizado com frequência em receitas virais.

Contudo, muitas pessoas ainda se perguntam se o leite integral engorda, já que possui altos níveis de gordura e calorias. No entanto, a resposta será sempre a mesma: depende. Consumir o leite integral, porém praticando exercícios físicos e comendo de forma saudável, não engordará.

Afinal, esse tipo de leite é ótimo para a saúde e para agregar força ao corpo. Portanto, são os hábitos de uma pessoa que fazem com que ela atinja o sobrepeso ou a obesidade completa. Dessa forma, o leite integral emagrece somente se for consumido juntamente a uma alimentação balanceada e de forma adequada.

O mesmo ocorre para a questão de se o leite integral faz bem. É o consumidor que ditará se o leite integral faz mal ou bem, já que ele determina a quantidade que está consumindo e com o que está consumindo.

Ademais, como dito anteriormente, é preciso ter cautela com o leite, já que ele pode ser pesado e um agravador de problemas para quem possui colesterol alto, problemas cardíacos, entre outros.

Mesmo para as pessoas que não possuem tais problemas, o seu consumo deve ser equilibrado e moderado, a fim de absorver somente os seus bons componentes.

Leite integral

Benefícios do leite integral

Em relação a tudo de bom que esse tipo de leite oferece, os benefícios desse tipo de leite são ótimos. Prova disso, é que, dependendo da criança, há a possibilidade de alimentá-la com o leite em sua versão integral. Isso, logicamente, somente sob a orientação médica e permissão do profissional.

De qualquer forma, entre os maiores benefícios do leite integral, estão:

  • Fortalecimento dos ossos;
  • Melhoria da tensão arterial;
  • Saúde cardiovascular.

A densa concentração de cálcio, fósforo e magnésio que está presente no leite integral, é uma ótima aliada para os ossos e os dentes. Um consumo correto do leite permite, ao longo da vida, manter a densidade óssea, bem como a força e vitalidade dos dentes.

Além disso, uma grande quantidade de estudos sugere que 2 a 3 porções de derivados do leite integral, quando aliados a uma alimentação balanceada, podem reduzir a pressão arterial em adultos ou crianças.

Por último, o leite também ajuda na redução de acidentes cardiovasculares. Por conta de seus componentes, inclusive o cálcio, o consumo diário e regular, porém equilibrado, do leite integral, evita a oxidação e previne a incidência de derrames, AVCs, etc.

Preço do leite integral

O preço do leite integral pode mudar conforme a marca e produção. Em geral, quanto menos processado o leite, mais caro ele pode se tornar.

No entanto, o leite integral tem um preço que varia de R$ 3,40 a R$ 3,80, a depender da região e local de compra. Ainda assim, é o leite mais procurado e consumido por muitos indivíduos, o que o torna um dos principais pilares da economia brasileira, seja quando é feito através de uma fábrica ou extraído da vaca e vendido in natura.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo