Leite pasteurizado recebe tratamento térmico que garante a sua qualidade

Inicio » Pecuária » Leite pasteurizado recebe tratamento térmico que garante a sua qualidade
26/07/2019 Por
Leite pasteurizado recebe tratamento térmico que garante a sua qualidade

O leite pasteurizado passa por tratamento e, assim, elimina os possíveis organismos que fazem mal à saúde

Existem diversos tipos de leite pasteurizado disponíveis, como o de vaca e o de cabra, por exemplo. A bebida é facilmente encontrada em qualquer tipo de mercado e muito consumida pelos brasileiros.

O leite pasteurizado pode ser consumidos sem preocupação, pois passa por um tratamento onde sua temperatura é elevada e depois resfriada, rapidamente.

leite pasteurizado

O que é leite pasteurizado?

Leite pasteurizado é aquele que passa por um tipo de tratamento térmico, a fim de que seu consumo seja seguro para quem bebe o líquido. Assim, pode-se dizer que o leite que passa pela pasteurização é uma bebida segura, livre de microrganismos ou agentes causadores de doenças.

A pasteurização, portanto, é o tratamento que eleva a temperatura do leite entre 71 e 75 graus, sempre antes de seu ponto de ebulição. Após esta etapa, o leite é resfriado de forma imediata.

O processo, então, elimina todos os possíveis agentes patogênicos do leite. Contudo, também tem capacidade de destruir a flora bacteriana da bebida, principalmente quando o leite é fervido.

Encontrar este tipo de leite no mercado é bastante fácil. Geralmente eles são comercializados em saquinhos e possuem um período de consumo menor do que o leite UHT.

Como consumir a bebida?

Uma das principais questões envolvendo a bebiba é: precisa ferver o leite pasteurizado? A resposta é não. Isso porque o leite já passa por tratamento térmico, o que elimina possíveis os possíveis patógenos. Ou seja, a pasteurização já elimina as possíveis bactérias.

Contudo, quando o leite é fervido ele alcança temperaturas superiores a 100 graus. Assim, o ponto de fervura causa modificações na estrutura do leite e elimina os organismos benéficos, como os lactobacilos.

leite pasteurizado

A recomendação, portanto, é de que o leite seja esquentado para o consumo, mas não fervido.

Quais são os tipos de leite?

Existem diferentes tipos de leite pasteurizado e, assim, um dos fatores que determina a sua tipologia é a forma como ele é obtido e transportado na fazenda.

Porém, além disso, o tipo de tratamento também pode definir em qual categoria a bebida se enquadra. Isso porque o tratamento utilizado pode determinar a quantidade de microrganismos presentes na bebida.

Depois do tratamento, então, a bebida é classificada em alguns tipos:

Leite pasteurizado tipo A: passa por um controle mais rigoroso. É pasteurizado e embalado na propriedade rural.
Leite pasteurizado tipo B: da propriedade rural ele é transportado para a indústria, onde passa pela pasteurização e é embalado.
Leite pasteurizado tipo C: assim como o tipo B, ele também é embalado e tratado na indústria. Contudo, possui o maior número de microrganismos e, assim, sua qualidade é menor em comparação com os outros.

leite pasteurizado

Posso beber leite não pasteurizado?

Embora haja quem acredite que o consumo de leite pasteurizado faz mal, especialistas indicam que as pessoas não devem ingerir o leite não pasteurizado. Independente de sua origem (pode ser de vaca, cabra ou búfala), a bebida que não passa por tratamento pode estar contaminada.

Mesmo que sejam tomados todos os cuidados higiênicos na criação dos animais ou na ordenha, ainda assim a bebida pode apresentar organismos que fazem mal para os humanos. Crianças, idosos e grávidas costumam ser ainda mais sensíveis à bebida.

Por isso o leite pasteurizado é sempre a melhor escolha na hora do consumo.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo