Leite tipo C concentra mais microrganismos que os demais

Inicio » Pecuária » Leite tipo C concentra mais microrganismos que os demais
04/01/2021 Por
Leite tipo C concentra mais microrganismos que os demais

A cadeia produtiva do leite  e seus derivados é uma das principais atividades agropecuárias do país. Mais do que produzir alimentos, o setor é responsável por gerar milhares de empregos. Dessa forma, a produção de leite no Brasil é ampla e feita de diversas maneiras. Por isso, levou por muitos anos, classificações como leite tipo A, leite tipo B e leite tipo C.

O leite tipo C por exemplo, pode ser ordenhado de forma manual ou mecânica, e não passa por refrigeração até chegar ao local onde será pasteurizado.

leite tipo C

O que é leite tipo C?

O leite tipo C é um tipo de leite de saquinho – leite pasteurizado. Aliás, a classificação com as letras A, B e C é utilizada apenas para o leite pasteurizado.

As classificações são as seguintes:

  • Leite tipo A: esse leite exige uma ordenha mecânica e deve ser refrigerado imediatamente. É um leite de excelente qualidade. Contanto, deve passar pela pasteurização e ser embalado na mesma fazenda onde foi ordenhado. É ordenhado de um único rebanho e não há contato manual do produtor com o leite em nenhuma fase do processo;
  • Leite tipo B: esse leite também apresenta boa qualidade. Pode ser ordenhado de rebanhos diferentes e por isso, pode ter o processo de pasteurização feito em outro local, em outra fazenda, por exemplo. Entretanto, se comparado ao leite tipo A, a contagem de microrganismos no momento da pasteurização é maior. Isso, devido ao menor controle da higiene na produção e na refrigeração;
  • Leite tipo C: é o leite de qualidade inferior aos demais, devido a concentração de microrganismos presentes no leite. Assim como o tipo B, a ordenha pode ser manual ou mecânica e de diferentes rebanhos, porém não é refrigerado na fazenda. Esse processo eleva o número de bactérias presentes no leite. Por isso, muitas vezes, o preço do leite tipo C era mais barato que os demais.

leite tipo C

Tipos de leite

O leite que chega até a mesa do consumidor passa por processamentos nas indústrias. Os tratamentos térmicos fazem parte do processamento para garantir a segurança alimentar. Assim, é possível eliminar  microrganismos e bactérias.

Os tipos de leite que consumimos são o pasteurizado e o UHT (o popular leite de caixinha). Mas você sabe a diferença entre eles? A principal diferença está na verdade na validade do produto.

Vejamos as diferenças:

  • Leite UHT: já na indústria, o leite passa por um aquecimento a uma temperatura acima de 100°C para eliminar todas as bactérias presentes. Graças à esse processo, pode durar meses na prateleira do supermercado;
  • Leite pasteurizado: nesse processo, o leite é aquecido a uma temperatura de até 75°. Esse processo visa eliminar apenas as bactérias patogênicas, ou seja, que podem ser prejudiciais à saúde. Assim, duram apenas alguns dias.

De acordo com as Instruções Normativas 76 e 77 de 2018, do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), o transporte do leite deve ser feito a uma temperatura de 4º, podendo chegar no laticínio com temperatura máxima de 7º.

Exceto em casos de desastres naturais, como obstrução de estradas, a temperatura no recebimento do leite pode ser de até de 9º. Ainda pode ser feito o transporte de leite sem refrigeração, desde que seja feito em até 2 horas após a ordenha.

Porém, o leite tipo B e o leite tipo C deixaram de ser comercializados no Brasil há alguns anos por determinação do MAPA.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo