Levedura é fungo importante para a indústria alimentícia e de bebidas

Inicio » Agronegócio » Levedura é fungo importante para a indústria alimentícia e de bebidas
18/04/2019 Por
Levedura é fungo importante para a indústria alimentícia e de bebidas

Levedura é organismo da classe dos fungos que pode ser usado na produção de bebidas e alimentos

Levedura é um tipo de fungo que se propaga naturalmente no meio ambiente.  Importante para a indústria de bebidas e alimentos, esse tipos de fungo é mais conhecido por ser usado na produção de cerveja; embora também seja comumente utilizado na composição de pães e massas.

Todavia, por ser um organismo com uma variedade imensa de tipos e classificações, ele também pode se apresentar em formas capazes de afetar a saúde humana. Um bom exemplo disso é a levedura do gênero Candida, considerada um fungo oportunista e que pode provocar o desenvolvimento da infecção conhecida como candidíase.

Levedura é usada na composição da cerveja

O que é levedura?

Levedura – ou levedo – é uma espécie de fungo unicelular, ou seja, formado por uma única célula. A sua reprodução ocorre de maneira assexuada, dependendo apenas de si própria para que se propague e desenvolva. Geralmente presente em matérias orgânicas, ela também é comum em corpos humanos; agindo de forma oportunista e provocando o desenvolvimento de doenças.

De acordo com estudos científicos, existem cerca de 850 espécies de levedura, divididas em quase 80 gêneros diferentes – cada um com suas particularidades. No entanto, os mais populares e conhecidos deles têm o uso direcionado para produções da indústria alimentícia e de bebidas.

Levedura nutricional

O levedo de cerveja é um ingrediente extremamente importante e valorizado na indústria de bebidas alcoólicas, visto que este fungo essencial para uma fase crucial da produção do drinque: a fermentação.  Embora a maior parte (de até 50%) dessa levedura seja composta por proteínas facilmente digeríveis, ela também destaca aminoácidos entre as suas propriedades.

Além dos aminoácidos indispensáveis para a saúde (como arginina, lisina, ácido glutâmico, prolina, serina e triptofano, entre outros); essa levedura medicinal também destaca uma série de vitaminas e minerais de grandes benefícios para o corpo humano.

Entre os mais importantes e conhecidos deles, podemos citar os seguintes:

  • vitamina B;
  • fósforo;
  • ferro;
  • zinco;
  • cobre;
  • selênio;
  • magnésio;
  • silício;
  • lipídios.

Levedura

Levando em conta o fato de que o consumo da cerveja deve ser sempre moderado, já que o excesso de álcool no organismo pode provocar uma série de malefícios à saúde – além de incentivar o aumento de peso; a ingestão do levedo da cerveja pode ser extremamente benéfico para o organismo.

Indicada para terapias em pessoas que sofrem com a diabetes, o ingrediente também age para a melhoria de problemas de pele como a acne. Mas não é por aí que acaba o conjunto de funções para que serve a levedura de cerveja; já que ela também melhora a digestão, o funcionamento de intestino, regula os níveis de colesterol e melhora a memória.

Além disso, é capaz de proteger o sistema nervoso, linfático e regular diferentes e importantes glândulas endócrinas, entre elas:

  • tireoide;
  • pâncreas;
  • gônadas;
  • suprarrenais.

Levedura de pão

Assim como no processo da fabricação da cerveja, a levedura é igualmente importante na produção do pão. Tendo em vista que o fermento é o ingrediente mais importante para fazer um pão – e que este fermento é, justamente, um fungo (ou levedura); fica fácil entender que, sem ele, não há como produzir este delicioso alimento.

Levedura

Isso porque, quando entra em contato com a massa do pão, a levedura se alimenta dos açúcares presentes nela; ao mesmo tempo em que executa o processo chamado de levedação, eliminando gás carbônico e álcool.

Enquanto o aquecimento do forno faz com que o álcool evapore e o gás carbônico produz as bolhas que estimulam o crescimento da massa; morrem todas as leveduras, oferendo um pão fresquinho e saboroso como resultado deste processo.

Vale lembrar que este tipo de levedura é natural, conhecido como fermento biológico; o mesmo usado no processo de fermentação que transforma o suco de uva em vinho, por exemplo. Diferente do fermento químico, que também é utilizado na produção de bolos com grande frequência.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo