Limo é uma mistura pegajosa com vários componentes

Inicio » Meio Ambiente » Limo é uma mistura pegajosa com vários componentes
05/12/2020 Por
Limo é uma mistura pegajosa com vários componentes

Limo pode ser chamado também de tapete verde. Tratando-se de uma camada fina e lisa, ele pode trazer um certo risco, favorecendo quedas e tombos em algumas superfícies, como pedras úmidas. Da mesma forma, essa mistura pode ser encontrada oriunda de poeiras e lodo, formando uma camada igualmente lisa.

O limo pode ser visto de diversas formas e pode significar coisas diferentes, porém semelhantes. Assim sendo, uma família de alga, também chamada de “tapete verde”, que se forma na superfície de águas paradas, recebe esse nome popularmente.

Limo

O que é limo?

Limo é uma mistura de diversas substâncias que origina uma massa lisa e pegajosa, que geralmente denota sujeira e ausência de limpeza. Desse modo, a substância pode ser constituída de poeira de terra misturada com umidade, formando um tipo de barro ou de lodo.

Além disso, o limo pode se apresentar também na coloração verde, sendo encontrado na superfície de água parada ou formando-se em locais úmidos. Paredes, pedras, muros e demais superfícies com umidade abundante e que possuem pouco ou nenhum contato com a luz solar também formam limo.

Não raramente, pode ser encontrado em locais como as paredes do banheiro, mais precisamente no box e local de banho. Por conta disso, a umidade e exposição nula à luz solar acaba gerando o limo, por isso é necessário que sejam feitas limpezas frequentes, bem como a ventilação adequada.

Em alguns locais, é praticamente inevitável o surgimento do limo, visto que basta haver umidade constante e seu surgimento se dará com o passar do tempo. Desse modo, o limo é formado por fungos que se alimentam dessa umidade e resíduos orgânicos presentes no local.

Em suma, o limo pode ser originado através de diversas substâncias, tais como pó misturado com umidade ou lodo no fundo de açudes. Ademais, pode ser a geração de um fungo devido à umidade intensa e, igualmente, pode ser uma alga que se forma na superfície de águas paradas.

Assim sendo, podemos facilmente compreender o que é limo e as diferentes formas que esse nome pode representar. Vale lembrar que uma coisa é indispensável para gerar o limo: a umidade.

Tipos de limo

Conforme mencionamos anteriormente, existem diferentes tipos, sendo que todos são semelhantes e podem ser até mesmo confundidos. Dessa forma, vamos falar um pouco mais detalhadamente de cada um desses tipos e o significado de limo.

O limo ou limbo é a substância que é formada a partir de sujeiras diversas misturadas com umidade. Entretanto, o nome popular “limbo” também pode ser usado para outros significados, como uma espécie de sombra divina dentro do cunho religioso.

Esse tipo comum de limo é aquele exclusivamente gerado pela sujeira, que cria algo como um lodo ou um barro fino em superfícies expostas e pouco higienizadas. Além disso, esse limo criado com poeira e umidade pode sem encontrado no fundo de rios, açudes e até piscinas.

Tal lodo é perigoso, uma vez que é extremamente escorregadio, podendo causar pequenos acidentes facilmente. Da mesma forma, esse limo gerado em superfícies através de pó e umidade pode ser o ambiente ideal para criar o fungo.

Do mesmo modo, o limo que é originado pelo fungo que se alimenta da umidade e resíduos biológicos apresenta uma coloração esverdeada, assim aparecendo por decorrência do primeiro tipo, que tem coloração em tons de marrom.

Por conta disso, surge o limo verde, que muitas vezes se mistura com tons de marrom. O primeiro tipo é justamente o que propicia que se forme o fungo. Esse fungo pode ser visto facilmente em superfícies pedrosas e rochosas, normalmente onde os raios solares não chegam.

Limo

Limo alga

Encontrado na superfície de lagos, açudes e em qualquer tipo de água parada, o limo planta nada mais é do que uma alga que se forma como uma fina camada. Além disso, essa alga acaba servindo de alimento para alguns peixes presentes nesse ecossistema.

Essas algas podem também se apresentar com colorações azuis, dependendo de sua espécie. Entretanto, tal limo pode ser encontrado no fundo desses locais aquáticos, misturando-se ao lodo tradicional, que também é chamado de limbo.

Há peixes que se alimentam desse resíduo, como os conhecidos papa-terra, da ordem dos Perciformes. Desse modo, podemos concluir que os diferentes tipos de limo se interligam entre si, e são uns resultados dos outros, tendo sempre a presença de água e resíduos como base.

Dentro dessa variação, também é possível encontrar o chamado limo do mar, que nada mais é do que uma espécie de alga que possui origem semelhante ao chamado tapete verde. Por conta disso, existe muita confusão entre todos os tipos, sendo todos enquadrados como limos.

Limo

Como combater o limo?

Muitas vezes, o limo acaba se formando em diferentes superfícies das residências, como nas paredes do banheiro, em muros e até mesmo em pisos externos onde a luz solar acaba não chegando. Por isso, existem alguns métodos que podemos recorrer a fim de evitar tais situações.

Nesses casos, a aparência acaba sendo ruim, causando um ar de sujeira e até mesmo de desleixo. Dessa maneira, muitas pessoas acabam recorrendo a métodos e produtos para amenizar ou até mesmo neutralizar a formação desses limos em suas casas.

Para evitar a formação do limo, a primeira sugestão é empregar uma limpeza periódica nesses locais suscetíveis à formação. Assim sendo, a orientação é de limpeza a cada dois dias em áreas como o banheiro. Já para rejuntes, é indicado uma limpeza mensal.

Outro ponto importante é aumentar o fluxo de ar, abrindo janelas e propiciando a circulação. Do mesmo modo, instalar um exaustor no banheiro pode ser uma boa ideia, já que muitas vezes é impossível colocar janelas grandes nesses locais.

Existem também produtos químicos que podem ser utilizados, como é o caso dos impermeabilizantes. Tais componentes, quando aplicados em paredes e pisos, colaboram para que não haja infiltrações, assim, a umidade acaba diminuindo.

Além disso, usar o cloro ativo também pode ser uma opção mais simples que pode ser incluída na limpeza convencional. Esse produto, além de limpar e remover, também acaba com resíduos biológicos, fazendo com que o limo demore mais para se formar.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo