Limousin é raça bovina francesa de carne amplamente apreciada

Inicio » Pecuária » Limousin é raça bovina francesa de carne amplamente apreciada
26/04/2019 Por
Limousin é raça bovina francesa de carne amplamente apreciada

Raça limousin destaca rápido ganho de peso, bom rendimento de carcaça, precocidade de terminação e adaptabilidade 

Sendo originário da província de limousin, no centro-sul da França, limousin é uma raça de gado bovino. Já tendo se difundido em diversos países, como Argentina, Estado Unidos, Canadá e Uruguai, essa raça está no Brasil desde meados do século XIX. Ou seja, desde o Império, em torno de 1850, o limousin encontra-se no Brasil.

Já em 1937,  foi confeccionado o livro de registro genealógico para animais puros da raça, pela “Associação Nacional de Criadores – Herd Book Collares”. Hoje, o nosso país já conta com milhares de limousin puros. Continue a leitura e saiba mais sobre sobre a raça.

Limousin

O que é limousin?

Limousin é uma raça melhorada geneticamente há mais de cem anos. Além de ser muito adaptável, oferta grande quantidade de carne, tornando-a muito importante na indústria pela sua produção de carne vermelha para venda. Possuindo médio porte e pelagem vermelho cereja tendendo ao marrom, a raça também é valorizada por conta da sua fertilidade.

O touro da raça limousin é o único capaz de emprenhar cerca de 50 matrizes zebuínas em apenas uma estação de monta. Além disso, produz uma boa quantidade de espermatozoide de qualidade para inseminação artificial.

Além disso, as vacas possuem facilidade no parto e boa fertilidade, com intervalos entre os partos, em média, sendo inferiores a um ano. A necessidade de ocorrer ajuda no seu parto ou de haver cesariana é bem baixa, sendo cerca de 0,5% dos casos. Ademais, as vacas da raça possuem a vida reprodutiva em torno de dez anos.

Os bezerros, além de nascerem facilmente, são leves e vão ao pasto já preparados para a amamentação e para crescerem. Além disso, eles nascem com cerca de 4 a 6 quilos a menos que outras raças.

Ainda sobre o padrão físico, a raça possui a boca larga e pele rosa, fina e macia. Com relação aos pelos, esses são de tamanho curto, sedosos e de espessura fina. Além disso, sua cabeça tem tamanho proporcional ao restante do corpo, sendo de tamanho médio e forte.

Ademais, suas orelhas são finas e de tamanho pequeno. Também possuem olhos vivos e não salientes e pescoço musculoso, bem como o corpo possui uma boa cobertura de musculatura.

Limousin

Criação e mercado do gado limousin

O gado limousin possui ótima conversão alimentar, havendo boa eficiência na conversão do que consome em seu peso. Além disso, as fêmeas, como dito acima, possuem facilidade no parto. Aliado ao seu tamanho moderado, boa produção de leite e longevidade, a vaca é bastante requisitada como gado comercial.

Outro ponto positivo para o gado de corte, é que a carne de limousin tem boa aceitação de mercado quanto a sua palatabilidade e maciez. Além disso, comparado a outras carnes, seus níveis de gordura e colesterol são considerados baixos. Dessa forma, torna-se atrativa para as diversas pessoas que têm cada dia mais se preocupado com a saúde e boa alimentação. Com isso, diversos programas de produção de carnes que oferecem carne magra procuram a genética limousin para satisfazer os clientes.

Ademais, o limousin possui grande velocidade no ganho de peso,  bem como precocidade reprodutiva. Tal precocidade se dá tanto nas fêmeas quanto nos machos, com a coleta de sêmen dos touros podendo ocorrer entre seus 16 e 18 meses de idade. Já as fêmeas podem ser inseminadas ou cobertas em torno dos 15 a 18 meses.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo