Liofilização: saiba como funciona o processo de desidratação de alimentos

Inicio » Agronegócio » Liofilização: saiba como funciona o processo de desidratação de alimentos
15/06/2020 Por
Liofilização: saiba como funciona o processo de desidratação de alimentos

A liofilização é um método que, visando conservar os alimentos, é muito utilizado pelo segmento industrial alimentício

Na liofilização, é realizado um procedimento para desidratar uma série de elementos. Por exemplo: muitos frutos, tipos de carnes, ovos, verduras e bebidas rápidas, como o café em pó. No contexto da liofilização, o líquido é extraído do alimento para efetuar a sublimação. Ou seja, uma alteração de estado físico em que se vai de maneira direta do sólido para a condição gasosa. Tudo excluindo a transformação em líquido. Já no tocante a água, o gelo se converte de modo direto em vapor de água.

Além disso, a falta de água no produto oportuniza que esses itens se mantenham por um enorme prazo em uma determinada temperatura ambiente. Isto porque a liofilização é resultado também da retirada de certos organismos que precisam de líquido para sobrevier e que acabam afetando o alimento em questão.

liofilização

O que é liofilização?

Liofilização é uma metodologia muito vantajosa nos dias de hoje. Já que, mesmo que esse método seja consideravelmente custoso, ele apresenta benefícios. Isso considerando que formas de armazenamento para conservar o item bem gelado, como nos frigoríficos, acabam tendo despesas ainda mais elevadas.

Isto acontece porque são necessários lugares adequados que necessitam ser erguidos, adquiridos e geridos, partindo do galpão industrial, contando com o deslocamento e chegando aos mercados e na residência do cliente final. Isso quer dizer que o procedimento é extremamente longo e muito mais complexo.

Em contrapartida, a liofilização é uma alternativa muito mais eficiente. Inicialmente, o produto precisa ser higienizado e dividido em fatias pequenas. Posteriormente, ele é gelado velozmente a temperaturas bem baixas, aproximadamente -35 °C. Por causa disso, o líquido do produto em questão se converte em agulhas de gelo.

Essa forma de gelo é essencial, já que possibilita que a água seja extraída do item sem que as membranas celulares das carnes e verduras sejam arrebentadas. Dessa forma, os nutrientes de produtos mais suscetíveis ao calor, como as vitaminas e as proteínas, são conservados no alimento.

Todavia, o grande diferencial dessa técnica de liofilização surge nesse ponto. Afinal, o alimento congelado é levado para as câmaras estanques. Esses ambientes são locais totalmente isolados, tendo no seu interior uma espécie de vácuo parcial. Ou seja, a pressão é muito inferior em comparação com a pressão atmosférica.

Em nível de comparação, a pressão atmosférica ao nível do oceano está a 760 mmHg. Já a pressão à qual o alimento é deixado dentro desses ambientes com vácuo gira em torno de 0,5 mmHg.

Para que serve a liofilização?

A redução da pressão gera também a queda na temperatura no processo de vaporização. Resumidamente, o procedimento em si não apresenta muitas complexidades. Obtendo a pressão inferior, fica muito mais simples as moléculas alcançarem uma energia que possibilite que ultrapassem essa pressão de forma que se apresente de modo superficial.

Assim, acabam entrando no estado de vapor. Por isso, a temperatura é elevada aos poucos no interior da câmera estaque. Por consequência, a pressão vai caindo cada vez mais, alcançando taxas similares a 0,1 e 0,08 mmHg. Em função dessa mínima pressão, o gelo sublima e esse valor é sugado por uma máquina.

Portanto, a resposta ao questionamento “para que serve a liofilização” se encontra aqui. Afinal, o alimento que enfrenta esse processo também tem a sua massa e o seu tamanho reduzidos. Isso acaba sendo muito útil para o armazenamento.

liofilização

É por causa disso que esses itens são recomendados para utilização na alimentação de soldados, astronautas e quem acampa. Afinal, esses são alimentos altamente fáceis de serem levados de um lugar para o outro, além do pequeno espaço que preenchem.

Além da indústria alimentícia, o método de liofilização também está sendo aproveitado em outros segmentos. Ao redor do mundo, esse padrão está sendo empregado no mercado farmacêutico e em pesquisas científicas.

Gradativamente, esse procedimento está chamando atenção devido à possibilidade de preservar plantas, animais, documentação, livros e outros itens antigos. Além disso, o método ajuda na recuperação de produtos perdidos em enchentes, desastres ambientais, formação de bancos de ossos, tecidos para implante cirúrgico, probióticos e muito mais.

O resultado da liofilização é um item com uma estruturação porosa e sem rastro de umidade. Na maioria das vezes, esse produto pode ser inteiramente reconstruído com a adição de água.

Liofilização de alimentos

De acordo com os especialistas, o procedimento de liofilização de alimentos é muito usado nos dias de hoje. A principal razão para essa preferência se deve ao crescimento acelerado do interesse da população por uma alimentação rápida e prática. Além disso, os atletas amadores e profissionais também são adeptos desse processo.

Portanto, a liofilização, também conhecida como uma secagem no frio, acaba se transformando em uma das mais nobres metodologias de armazenamento de itens biológicos na última década. Afinal, a sua forma de execução abrange duas maneiras consolidadas no mercado: a desidratação e o resfriamento.

Sem a colocação de itens químicos ou conservantes, a liofilização de alimentos é a maneira ideal para manter diversos produtos, tais como as enzimas, as vacinas, as leveduras, os soros, os derivados do sangue, as algas, os nutrientes, entre outros.

liofilização

A lista de alimentos também é extensa e conta com o café em pó, condimentos, alimentos, ervas, frutas, chás, sucos, ovos, sopas, peixes e temperos. Portanto, os itens liofilizados não passam por mudanças de dimensões, tonalidades, gosto, cheiro, sais minerais, taxa nutritiva e muito mais.

Quando armazenados de modo correto, mesmo em uma temperatura ambiente, esses produtos permanecem intactos por dias, meses e até anos. E as vantagens desse método tão em voga nos dias de hoje não param por aí!

Confira outros benefícios:

  • Os alimentos conservam o poder nutricional;
  • Os alimentos continuam à disposição por um longo período, sem depender da época do cultivo;
  • Demanda menos espaço para ser conservado;
  • Não precisa da conservação de itens congelados;
  • Maior validade do alimento em questão.

A liofilização é opção para quem exerce funções longe de cidades e áreas povoadas, como atletas amadores ou de alta performance, militares, médicos, integrantes de projetos sociais, entre outros.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo