Lobélia é planta anual comum em prados e bosques

Inicio » Agricultura » Lobélia é planta anual comum em prados e bosques
10/08/2020 Por
Lobélia é planta anual comum em prados e bosques

Além de linda, a lobélia pode ser usada para diversos fins medicinais

A lobelia (Lobelia spp) é um tipo de planta anual atraente, com muitas variedades. Algumas delas até incluem espécies bienais. De fácil cultivo, ela suporta até mesmo os climas mais frios.

Embora a maioria das variedades seja compacta, com apenas 7 ou 12 cm de altura, outras crescerão até 1 m. As cores também são variáveis, com espécies brancas, rosa, vermelhas e azuis disponíveis. No entanto, a lobélia azul é, provavelmente, um dos mais comuns.

Lobélia

O que é lobélia?

Lobélia é um grupo de plantas com flores nativas da América do Norte. Existem centenas de espécies, incluindo Lobelia inflata, que tem caules verdes altos, folhas longas e pequenas flores violetas.

A inflata foi utilizada para diversos fins medicinais e cerimoniais por séculos. Foi fumada e queimada para induzir vômito ou tratar asma e distúrbios musculares. Essa variedade de aplicações rendeu à planta o apelido de tabaco indiano.

A lobélia continua até hoje a ser usada como meio médico de cura natural. Estudos indicam que a lobelina, seu principal composto ativo, pode agir das seguintes formas:

  • Protegendo contra a depressão;
  • Ajudando a tratar a dependência de drogas;
  • Melhorando a memória e a concentração.

Lobélia

A lobélia azul

A lobélia azul é uma espécie de plantas com flores da família Campanulaceae. Originária da América do Norte, esta planta dicotiledônea é conhecida por suas flores azuis únicas e extravagantes.

Com um padrão de crescimento vertical, é perfeita para adicionar uma espécie de paisagens verticais de maneira graciosa.

A Lobelia erinus

Compacta e popular, a Lobelia erinus é uma espécie perene tenra, geralmente cultivada anualmente. Possui massas de flores de cores vivas adornadas, com faixas brancas ou amarelas.

Ela está disponível em tons de azul, violeta, rosa, roxo ou branco avermelhado. As flores tubulares de dois lábios, com 0,5 cm até 1 cm de comprimento, apresentam grandes lábios inferiores em forma de leque.

Carregadas em aglomerados frouxos, elas apresentam bom desempenho no clima mais frio de todas as temporadas. Entretanto, tendem a desaparecer durante os verões quentes e secos.

As hastes ramificadas são folheadas com folhas estreitas, lineares e verdes, às vezes tingidas com bronze. A erinus é bastante versátil e pode ser usada em:

  • Cestos;
  • Contêineres;
  • Caixas em janelas onde pode funcionar como uma decoração incrivelmente bonita.

As variedades verticais são melhores para bordas, bem como canteiros de flores. Fácil de cultivar e super colorida, atrai as borboletas e abrilhanta qualquer jardim.

Lobélia

A flor lobélia

A flor lobélia é uma planta pequena perene e com longa floração. Ela vem se destacando por suas flores coloridas em tons:

  • Violetas;
  • Azuis;
  • Outros tons similares, dependendo de cada uma das espécies.

Esta planta alcança a altura de aproximadamente 15 a 20 cm, adaptando-se a todos os tipos de clima, mas prefere mesmo é a zona úmida.

Ela necessita de uma irrigação constante, mas, como outros tipos de plantas, não pode ser demasiada regada. Isso porque suas raízes tendem a apodrecer com bastante facilidade.

Dessa forma, a recomendação é não molhar muito as flores de lobélia, já que elas possuem um tato de cunho aveludado; isso as estragaria. Quem cultiva essas maravilhas certamente não vai querer que isso aconteça.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo