Maçã fuji foi desenvolvida em Fujisaki no final da década de 1930

Inicio » Agricultura » Maçã fuji foi desenvolvida em Fujisaki no final da década de 1930
02/10/2020 Por
Maçã fuji foi desenvolvida em Fujisaki no final da década de 1930

A maçã fuji é uma fruta desenvolvida no Japão, que leva o nome de um de seus principais cartões postais, o Monte Fuji. Embora tenha origem japonesa, a maçã fuji é muito consumida no Brasil. Os consumidores da fruta se dividem por todo o país, sendo que a venda é feita em supermercados, feiras, fruteiras, entre outros estabelecimentos que trabalham como gênero alimentício.

Além do sabor, que ganhou o gosto do brasileiro, a maçã fuji tem um custo muito acessível. Isso ocorre, uma vez que há muita disponibilidade da fruta, o que faz com que ela seja mais barata. Outrossim, a maçã causa uma sensação de saciedade quando se está fazendo dieta, bem como possui nutrientes muito importantes para o corpo humano.

Maçã fuji

O que é maçã fuji?

Maçã fuji é uma fruta criada na década de 30, oriunda da mistura entre dois tipos de maçã, a Virginia Ralls Genet e a Red Delicious.

A criação dos pesquisadores de Tohoku levou ainda 32 anos para começar a ser comercializada, tendo em vista as dificuldades de produção e exportação e insumos que havia na época.

A origem de seu nome é um pouco contestada, alguns acreditam que o nome da fruta é originado a partir do Monte Fuji. Entretanto, ainda há uma corrente que diz que isso não é correto, já que o nome da maçã vem da palavra fujisaki, local onde fica a Estação de Pesquisa de Tohoku, onde a fruta foi desenvolvida.

A árvore da maçã fuji

A árvore que produz esse tipo de maçã é a macieira. Para que essa fruta seja plantada e dê seus frutos, é preciso comprar uma muda de maçã fuji. Essa muda pode ser encontrada até mesmo online, mas também é possível adquiri-la em lojas especializadas.

O plantio deve ser feito seguindo algumas orientações específicas e, para que o fruto da macieira tenha todas as características inerentes ao produto, o mais interessante é que se busque ajuda profissional. O profissional que entende dessa área e pode ajudar o produtor é o Engenheiro Agrícola.

Entretanto, caso a ideia de plantio seja em residências, não é preciso contratar um profissional, basta adquirir as mudas e realizar o procedimento. O prazo médio para que ela comece a dar os frutos é de 1 ano e o clima ideal é o frio.

Principais características da maçã fuji

Existem algumas características comuns entre todos os tipos de maçã fuji, sendo que as que mais se destacam são o formato bem esférico e maior do que o das maçãs tradicionais. Além disso, ela pode ser considerada mais crocante do que outras maçãs naturais, o que também é um diferencial para que seja muito consumida em diversos locais do mundo.

Um ponto muito interessante, que também faz com que maçã fuji ganhe pontos e fiéis apreciadores, é o seu prazo de validade. Esse tipo de maçã pode chegar a ter uma duração de até 1 ano quando bem armazenada em um ambiente refrigerado.

Maçã fuji

Tipos de maçã fuji

Existem dois tipos principais do produto, a maçã fuji mishima e a maçã fuji pingo de mel. Vejamos as suas principais características em seguida.

Mishima

A maçã fuji mishina é uma fruta derivada da própria maçã fuji, sendo que a sua comercialização foi ocorrer muito depois da sua antecessora. Somente em 1978, também no Japão, é que essa espécie foi descoberta e posteriormente vendida.

A espécie tem uma característica bem própria, como a pigmentação bem avermelhada. Quase tão vermelha que lembra a imagem popularizada pela obra “Branca de Neve”, produzida pela Disney.

Pingo de mel

A maçã fuji pingo de mel é muito consumida na China, enqunto aqui no Brasil essa espécie não é muito popular. Isso ocorre tendo em vista seus preços mais altos, dificuldade de armazenamento e aparência.

A fruta tem um sabor mais aveludado e menos crocante. O aspecto interno dela é quase o de uma maçã tradicional já passada do ponto de consumo, tendo em vista a parte mais escura que simboliza o pingo de mel, da qual deriva seu nome.

Benefícios da maçã fuji

O consumo de frutas, por si só, já possui diversos benefícios, e no caso da maçã fuji isso não é diferente. A espécie conta com diversos nutrientes que são muito bons para o corpo humano.

As principais vantagens de uma alimentação balanceada com a maçã fuji estão destacada logo abaixo.

Colesterol

Uma das vantagens do consumo desse tipo de maçã é a redução das taxas e níveis de colesterol. Isso ocorre a partir da quantidade de fibras que o alimento possui.

Prevenção do câncer

O combate e a prevenção de muitos tipos de câncer também entram nessa lista de benefícios. O pulgo do gato está na casca da maçã que, muitas vezes, é utilizada para fazer sucos. As cascas ainda contam com grande quantidade de flavonas triterpenóides, que auxiliam nesse combate.

Maçã fuji

Estética

A maçã fuji tem poucas calorias, o que contribui para a manutenção de dietas e de uma vida mais saudável para o corpo. A substância que se destaca aqui é o ácido ursólico, que é um grande aliado para a prevenção da obesidade.

Digestão

Além dessas vantagens, a fruta também contribui para a digestão de quem a ingere. Isso decorre da quantidade de fibras dietéticas presentes em sua composição. Além disso, o consumo da maçã também previne e ajuda a combater doenças intestinais, como é o caso da síndrome do intestino irritado.

Importação do produto

A importação da maçã fuji é feita normalmente da China. No país asiático estima-se que a produção desse tipo de maçã chegue a 70% do total de maçãs produzidas. Por esse motivo, a China é o seu maior produtor e exportador também.

No Brasil, a produção de maçãs fuji é normalmente feita no sul do país, onde o clima é próprio. Os estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná são o que mais se destacam nessa área. Além disso, o investimento realizado nesse setor é alto, por isso, trata-se de uma área que vale a pena para o pequeno, médio e grande produtor de maçã fuji.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo