Tipos de maçã: os principais e mais populares em consumo no Brasil

Inicio » Agronegócio » Tipos de maçã: os principais e mais populares em consumo no Brasil
22/03/2021 Por
Tipos de maçã: os principais e mais populares em consumo no Brasil

O Brasil contabiliza 33 mil hectares de produção de diversos tipos de maçã. A soma dos diversos tipos de maçã que o Brasil produz anualmente é de 1,35 milhão de toneladas. Em média, essa produção arrecada 6 milhões de reais e emprega 150 mil pessoas direta e indiretamente.

Esses números colocam o país entre os 12 maiores produtores de maçã do mundo. Aliás, cenário bem diferente de 40 anos atrás quando o Brasil mais importava toda a gama de tipos de maçã do que exportava.

  1. O que é maçã?
  2. Quais tipos de maçã existem?o
  3. Maçã fuji
  4. Maçã gala
  5. Maçã verde
  6. Maçã red ou argentina
  7. Maçã ambrosia
  8. Maçã Arkansas black
  9. Maçã braeburn
  10. Maçã ginger gold
  11. Características da macieira
  12. Quais tipos de maçã são bons para dieta?
  13. Qual é a maçã mais dura?
  14. Qual é a maçã mais mole?
  15. Fruticultura no Brasil

tipos de maçã

O que é maçã?

Maçã é um fruto da macieira, uma árvore com tronco de casca parda e da família Rosaceae. Além disso, a macieira chega a medir 10 metros de altura e tem copa arredondada.

A fruta tem casca vermelha e polpa branca e suculenta. É uma das frutas mais cultivadas do mundo, com forte concentração na Europa e Ásia. Estima-se que existam atualmente cerca de 2,5 mil tipos de maçã.

O fruto certamente se desenvolve melhor em regiões de clima temperado. No Brasil, o período mais indicado de safra é entre janeiro e abril.

Os estados que mais se destacam na produção da fruta maçã são o Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná.

Quais tipos de maçã existem?

Dentre as 2,5 mil espécies de maçãs, há aquelas que recebem mais destaque. Conheça quais são elas em seguida.

  • Maçã fuji

maçã fuji é um dos tipos de maçã que se derivam de cruzamento de espécies, no caso, a maçã Red Delicious e a maçã Virginia Ralls Genet.

É bastante rica em nutrientes e apresenta alto índice de açúcar, pois conta com grande concentração de frutose. Seu sabor é levemente picante e sua textura é firme e crocante.

Muitas pessoas pensam que o nome seja uma referência ao monte Fuji do Japão, mas o nome é referência a Fujisaki, porque é a região em que foi cultivada pela primeira vez.

A maçã fuji tem uma polpa bem mais densa do que a maioria das maçãs. Assim, ela é bem mais crocante e apresenta um sabor bem docinho. Com uma consistência firme, a maçã tem uma casca com coloração vermelha e algumas estrias. Além disso, sua polpa é mais amarelada e clara do que outras maçãs.

Outro ponto positivo da maçã fuji é que ela possui menos calorias se comparada com outros tipos de maçã. Lembramos que a concentração de vitamina C presente nesta fruta é ideal para quem precisa de um reforço na imunidade.

Uma unidade de maçã fuji tem apenas 56 calorias. Esta variedade pode ser considerada uma das mais consumidas no Brasil.

Na cozinha, a maçã fuji é indicada para a preparação de pratos cozidos, geleias e sobremesas. A safra da maçã fuji geralmente acontece entre os meses de julho e outubro.

  • Maçã gala

É uma das mais cultivadas no mundo e também no Brasil. A frutose presente na composição da maçã gala demora mais tempo para ser absorvida pelo organismo, por isso é indicada na dieta para diabéticos. Um detalhe curioso, afinal, é um dos mais adocicados tipos de maçã.

Você sabia que a maçã fuji e a maçã galã, juntas, correspondem a 95% da produção da fruta no Brasil? Pois é! A maçã gala é ideal para o consumo no dia a dia, tanto em um pequeno lanche quanto para aquela preparação especial na cozinha.

Possui uma casca vermelha e algumas manchas amarelas. Sua polpa é macia e tem um irresistível sabor com um leve toque de acidez. Um dos maiores benefícios do consumo de maçã gala é a sua propriedade antioxidante que pode ajudar muito no fortalecimento do nosso corpo.

A textura da maçã gala é ideal para usá-la como ingrediente em tortas e outros pratos de sobremesa. Descoberta no Canadá, a maçã gala é perfeita para ser consumida diretamente da macieira. A sua casca é fina e o seu sabor tem leves toques de baunilha.

tipos de maçã

  • Maçã verde

maçã verde apresenta grande quantidade de vitaminas, mas nem tanto de carboidratos e calorias, por isso é um dos tipos de maçã mais requisitados no mundo fitness. É muito usada em salpicão, em vários tipos de salada e também em sucos.

Um de seus benefícios é ajudar no funcionamento do intestino, sendo importante aliada para a prevenção de câncer colo-retal. Também ajuda a diminuir o colesterol ruim e aumenta o colesterol bom.

Esse tipo de maçã é inconfundível, não é mesmo? Como o próprio nome já revela, ela é verde e difere da maior parte das maçãs. Além de não possuir a clássica cor das maçãs, ela não possui aquele sabor mais adocicado comumente encontrado na fruta. Pelo contrário, a maçã verde apresenta um tom de sabor mais ácido e chega até mesmo a ser azeda.

Amplamente usada em pratos culinários, em especial os pratos salgados, a maçã verde é perfeita para inovar na cozinha. A tradicional torta de maçã muito consumida nos Estados Unidos é feita com esse ingrediente. O recheio combina a acidez da maçã com um toque de açúcar.

Além de um sabor diferenciado, a maçã verde tem propriedade anti-ácida e ajuda na proteção do estômago. A fruta pode ser uma grande aliada contra azia, refluxo e constipação.

Graças a grande quantidade de fibras presentes na maçã verde, o funcionamento do intestino de quem a consome pode ficar melhor ainda melhor. Além disso, esse tipo de alimento auxilia na perda de peso e trata o inchaço abdominal.

Portanto, se você procura um alimento completo e que proporciona sensação de saciedade, a maçã verde pode ser uma excelente alternativa.

  • Maçã red ou argentina

A maçã red, também chamada de argentina, apresenta um sabor doce e de fácil digestão. É muito usada em sobremesas como tortas, geleias e compotas. Apesar do nome, ela se origina da Ásia Central.

A sua polpa é mais farinhenta e é conhecida por ter uma textura firme. De formato mais esférico, a sua casca é de vermelho bem chamativo, certamente um dos motivos de ser empregada em sobremesas. Seu aroma é outro ponto favorável, porque consegue se destacar e atrair a atenção das pessoas.

Além disso, a maçã argentina é rica em vitaminas do complexo B e um dos tipos de maçã que tem grande quantidade de potássio e fibras solúveis.

Com um aspecto brilhoso e vibrante, a maçã red é aquela maçã bem vermelha que sempre se destaca em uma feira. Como dito anteriormente, ela se diferencia da maçã gala principalmente devido à consistência da polpa.

O sabor deste fruto da macieira é mais ameno e ideal para acompanhar pratos como carnes. Já a sua casca é mais amarga e pouco aproveitada para consumo ou na execução de receitas.

A red delicious, outro de seus nomes, vem do Peru, mas apresenta amplo cultivo no continente americano. Um dado interessante sobre o sabor desse tipo de maçã é que ele se assemelha ao sabor de um melão.

Experimente usar a maçã red sem casca em saladas e aproveite o sabor irresistível. Diferente dos demais tipo de maçã, a sua polpa é mais branquinha e, como dito anteriormente, esfarela por completo dentro da boca.

Uma maçã red possui cerca de 65 calorias, uma boa opção para um lanche saudável e pouco calórico.

tipos de maçã

  • Maçã ambrosia

A maçã ambrosia foi descoberta no Canadá a partir do estudo de mudas selecionadas. Recebeu esse nome em função da sua beleza, já que o significado de ambrosia é “comida dos deuses”. Interessante, não é mesmo? Apenas na década de 1990, ela foi registrada e passou oficialmente a fazer parte do mercado mundial.

Outro detalhe importante é que essas maçãs possuem uma cor rosa e bem diferente dos demais tipos de maçã apresentados até aqui.

A maçã ambrosia também possui um formato diferenciado que se aproxima mais de um cone. O seu suco é docinho e lembra até mesmo o sabor do mel. O cheiro também é outro diferencial que torna muito especial essa maçã.

A macieira que produz a maçã ambrosia prefere temperaturas mais amenas e a propagação da fruta acontece nas estações da primavera e do outono. Por esse motivo, esse tipo de maçã é pouco encontrado no Brasil, afinal, nosso clima tropical não é muito favorável para a propagação da planta.

  • Maçã Arkansas black

A maçã Arkansas black surgiu no estado americano de Arkansas. O maior diferencial deste tipo de maçã é a sua cor em tom bem mais escuro que as maçãs de outras variedades.

Se somos acostumados a lembrar das maçãs com cores mais vibrantes, a Arkansas black tem a casca em uma coloração mais próxima do vinho. À medida que vai amadurecendo, a maçã ganha uma casca em tom ainda mais escuro.

Com relação ao sabor, são maçãs bem azedas e com um sabor super diferente. Outro ponto bastante interessante é que, se armazenadas de forma adequada, elas podem durar até seis meses.

  • Maçã braeburn

Com origem neozelandesa, a maçã braeburn é bastante tradicional e amplamente encontrada no mercado. As cascas deste tipo de maçã apresentam variações nas cores laranja, amarelo, verde e vermelha.

Uma unidade de maçã braeburn tem aproximadamente 70 calorias. O sabor deste fruto da macieira é uma mistura picante e doce. Sendo assim, é uma boa escolha para quem gosta de provar sabores que fogem do tradicional.

  • Maçã ginger gold

A ginger gold é um tipo de maçã que chama muito atenção pela sua cor. Amarela e bastante suculenta, essa variedade de maçã é bastante popular nos Estados Unidos.

Em geral, essas maçãs são cultivadas entre os meses de junho e julho na região da Califórnia. O fruto da macieira é grande e em formato cônico. Quando o fruto ainda está crescendo, ele apresenta a cor verde bem clara e ao longo do tempo vai ganhando uma coloração mais amarelada.

O consumo in natura é uma das melhores formas de aproveitar a maçã ginger gold. Sua polpa lembra um creme e é bastante saborosa. A fruta é suave, mas apresenta também um azedinho no fim da degustação.

tipos de maçã

Características da macieira

A macieira possui o nome científico de Malus domestica e pertence à família Rosaceae. A planta pode chegar a medir mais de oito metros de altura e possui uma copa redonda. As flores da macieira são brancas e possuem um aroma incrível.

Esse vegetal surgiu na Europa e na Ásia e foi se espalhando por todo o mundo.

Aqui no Brasil a produção de maçã é mais intensa nos estados da região Sul (Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina) e também no estado de São Paulo. Essas regiões têm climas mais amenos e que são mais adequados para o cultivo de diversas variedades de maçãs.

Para um desenvolvimento favorável, é necessário que a macieira esteja em uma temperatura de no máximo 23 °C. Entretanto, com os estudos genéticos já é possível o cultivo de maçã em algumas regiões mais quentes.

As macieiras são plantas que costumam viver por muito tempo. Aqui no Brasil os tipos de maçãs mais plantadas são a gala e a fuji e a propagação mais realizadas é a enxertia.

Amplamente consumidas in natura, as maçãs também são ideais para fazer sucos, iogurte, polpas e até mesmo vinhos.

Há quase cinquenta anos, o Brasil é um grande produtor desta fruta que é riquíssima em fibras e potássio. A maçã não só é deliciosa como também uma boa fonte de alimentação para prevenir doenças como o colesterol.

Quais tipos de maçã são bons para dieta?

Independente da variedade, a maçã é um alimento excelente para que está investindo na reeducação alimentar.

Ela contém antioxidantes, vitaminas, minerais e muitas, muitas fibras. Além de ser um ótimo lanche para quem está de dieta, ela pode ajudar na melhoria do intestino e no controle do colesterol e da glicose.

Como se não bastasse, ela ainda é uma fruta super acessível que é encontrada com muita facilidade em todos os cantos do país. Uma maçã possui poucas calorias e é ideal para ser consumida entre as grandes refeições de uma dieta que visa emagrecimento.

Além de promover saciedade, ela pode ser uma aliada contra a constipação. As maçãs com casca verde ou vermelha possuem pectina, nutriente importantíssimo para o funcionamento do intestino. Portanto, vale muito a pena colocar a maçã no seu cardápio.

Qual é a maçã mais dura?

As maçãs fuji e verde são as variedades que apresentam consistência mais crocante e dura ao serem mordidas.

Você sabia que, dentre os muitos benefícios, a maçã ainda ajuda na higiene bucal? Pois é! Algumas maçãs mais duras são ideais para estimular a produção de saliva e fortalecer as gengivas.

Além disso, o consumo de maçã é ótimo para diminuir a quantidade de bactérias na boca. A consistência um pouco mais dura da fruta é ótima para remover os restos de comida e até mesmo as placas bacterianas.

Claro que apenas comer maçã não substitui a necessidade de realizar uma higiene bucal adequada com escovação e uso do fio dental, ok?

Qual é a maçã mais mole?

Alguns tipos de maçã tem a consistência mais mole. É o caso da maçã red, também conhecida como maçã argentina. Ela é, inclusive, a mais escolhida para ser raspada e oferecidas aos bebês no início da introdução alimentar. Quando mastigada, esse tipo de maçã esfarela rapidamente na boca.

Ao comprar maçãs, o ideal é tocá-la e verificar a consistência e o peso da fruta. Aquelas mais pesadas tendem a ser aquelas mais duras, mas também aquelas que possuem mais quantidade de suco. Assim, se o seu objetivo é aproveitar a fruta para os preparos na cozinha, o ideal é escolher aquelas que aparentam ser mais duras.

tipos de maçã

Fruticultura no Brasil

A fruticultura é um dos ramos que mais crescem no Brasil. Ao longo dos anos, a atividade tem evoluído bastante e propiciado o aumento tanto da produção de frutas em si, como também de derivados como os sucos e néctares. Vamos conhecer um pouco mais sobre essa atividade?

Atualmente, o Brasil é um dos três países que mais produzem frutas, ficando atrás apenas do Chile e da China. A produção brasileira fica em torno de mais de trinta milhões de toneladas a cada ano.

Em torno de 95% da produção de frutas no Brasil tem o consumo aqui mesmo, enquanto o restante vai para exportação. Um dado importante é que o crescimento destas exportações é exponencial e ganha mais espaço a cada ano.

O mercado europeu é o maior comprador das frutas do Brasil e chega a comprar mais de 60% de toda a produção destinada para a exportação. As frutas mais exportadas para o continente são: mamão, manga e melão. Além disso, o Brasil se destaca também como um dos maiores fornecedores de manga, mamão e melão.

O Brasil tem diversos polos de produção de frutas que vão de norte a sul do país. Destacam-se as produções de uva, maçã, laranja e banana.

Os dados são muito importantes para entender o grande impacto econômico da fruticultura no Brasil. Um bom exemplo disso é a geração de cerca de 5 milhões de empregos diretos no setor. Além disso, a fruticultura e o plantio dos diversos tipos de maçã representa quase 30% da força de mão de obra da agricultura no país.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo