Madeira de lei tem mais resistência que outros tipos de madeira

Inicio » Agronegócio » Madeira de lei tem mais resistência que outros tipos de madeira
11/08/2020 Por
Madeira de lei tem mais resistência que outros tipos de madeira

Mesmo com diversos tipos de madeiras boas, a madeira de lei ainda é a preferida em muitos casos

Geralmente, as madeiras macias são mais baratas, mas também mais fáceis de trabalhar do que a madeira de lei. Como tal, as macias compõem a maior parte de toda a madeira usada no mundo, com cerca de 80%.

Embora a madeira de lei seja frequentemente mais cara e às vezes mais difícil de trabalhar, existe uma grande vantagem. A maioria delas é mais densa, o que significa que muitas duram consideravelmente mais. Por esse motivo, é bem provável que sejam encontradas em móveis, assim como em decks, pisos e construções de alta qualidade que precisam de beleza, mas, principalmente, de durabilidade.

Madeira de lei

O que é madeira de lei?

Madeira de lei é como se chama a madeira derivada de árvores sempre-verdes. Essas árvores, em especial, possuem folhas largas e caducas. Conquanto, o conjunto delas é conhecido como angiospermas.

Em um sentido bem mais amplo, essas madeiras possuem não só uma alta resistência, mas também qualidade. Isso se dá em especial ao ataque da umidade e dos insetos. Assim, duram bem mais do que outros tipos.

A madeira de lei é ótima para ser empregada:

  • Na construção civil;
  • Em construção naval;
  • Na confecção dos móveis;
  • Em confecção de instrumentos musicais.

Tipos de madeira

Existem certos tipos de madeira que são consideradas naturais. Essa consideração é feita pois, em sua forma natural, eles se diferenciam pela sua resistência, mas também pela durabilidade. Além do mais, a aparência acaba se destacando pelas suas texturas, sobretudo pelas tonalidades únicas.

A madeira natural é amplamente utilizada na construção, bem como para fabricar móveis duráveis e elegantes. Entre as mais populares estão:

  • Angelim;
  • Aroeira;
  • Carvalho;
  • Cedro;
  • Cerejeira;
  • Cumaru;
  • Freijó;
  • Goiabão;
  • Imbuia;
  • Ipê;
  • Jacarandá;
  • Louro;
  • Nogueira;
  • Mogno;
  • Pau-Ferro;
  • Pinho;
  • Pinus.

Madeira de lei

Conquanto, existem também as madeiras industriais, especialmente usadas para se produzir alguns tipos de móveis. Uma das principais vantagens desse tipo de madeira, se comparado com as naturais, é o seu custo consideravelmente reduzido. Além do mais, contribui para a preservação das florestas.

Entre as principais madeiras industriais estão:

  • Aglomerado;
  • Compensado Laminado;
  • Compensado Sarrafeado;
  • HDF;
  • MDF;
  • MDP;
  • OSB.

A madeira nobre

A madeira nobre é um tanto mais pesada, densa e apresenta alta resistência aos ataques de insetos e fungos. Isso ocorre por terem os mecanismos de defesa inibidores do mal que esses organismos causam.

Essa madeira de lei apresenta várias aplicações. Entre as mais comuns podemos destacar:

Madeira de lei

Tanto por isso, a madeira nobre é extremamente cobiçada dentro do mercado externo, mas também interno.

Outra característica da madeira de lei é seu agradável aspecto de cunho estético. Ela apresenta um ótimo comportamento tecnológico, bem como é isenta de odor.

No caso de exalar cheiro, este será agradável, pois é o que a qualifica para se fabricar muitos tipos de mobílias. Se apresentar um odor desagradável, a aplicação acaba ficando comprometida para se confeccionar determinados produtos.

Maçaranduba madeira de lei

O lindíssimo tom avermelhado da maçaranduba madeira de lei vem conquistando cada vez mais adeptos, pois possui inúmeras vantagens. Uma delas é a cor que vai escurecendo, ao passo em que sua exposição ao tempo vai se tornando maior.

Charmosa e durável, a madeira de lei é uma das principais opções quando se deseja obter produtos de qualidade.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo