Mamão papaia é fruta tropical de sabor inconfundível

Inicio » Agricultura » Mamão papaia é fruta tropical de sabor inconfundível
20/10/2020 Por
Mamão papaia é fruta tropical de sabor inconfundível

O mamão papaia é uma fruta tropical de fácil cultivo e que traz grandes benefícios. Entre as 20 frutas mais consumidas pelos brasileiros está o mamão papaia. Além dos diversos benefícios para a saúde, a fruta também é resistente e de fácil cultivo.

Embora seja tão amada, o ano de 2019 foi difícil para os produtores de mamão papaia. Entenda mais sobre o assunto no artigo que preparamos hoje.

Mamão papaia

O que é mamão papaia?

Mamão papaia é um fruto tropical com cerca de 18 centímetros de comprimento e menos de 1 kg. Ele tem polpa carnosa, de cor laranja e sabor doce. A sua casca, embora seja espessa, é bem frágil. Além disso, esse fruto também tem sementes pretas em seu interior.

De acordo com a lenda, o mamão papaia chegou ao Brasil através de um missionário japonês que morava no Pará. Em uma de suas missões religiosas, ele foi ao Havaí e conheceu um tipo de mamão menor e mais doce do que ele conhecia.

Por gostar tanto da fruta, ele trouxe algumas sementes e as distribuiu aos seus amigos. Com isso, a fruta se desenvolveu e se espalhou para os estados do Norte e do Nordeste do país.

Existem vários tipos de mamão. No Brasil os mais conhecidos são o formosa, o papaia, o baía, o macho e o da índia, embora os dois primeiros sejam os mais produzidos e consumidos.

Ademais, em termos nutritivos, não existe muita diferença entre mamão papaia e formosa. Embora eles tenham tamanhos diferentes e o tipo papaia seja mais doce do que o formosa, os seus nutrientes são praticamente os mesmos.

Benefícios do mamão papaia

Essa variedade de mamão é uma das frutas mais benéficas da natureza. De forma geral, suas substâncias ajudam no bom funcionamento do intestino, combatem os radicais livres e ajudam na saúde da pele, dos olhos e do coração. Entre outros benefícios do mamão papaia, existe um estudo da USP relacionando o consumo da fruta com a inibição de células cancerígenas no intestino.

A melhor forma de consumir o alimento é in natura, embora existam muitas receitas com mamão papaia. Além disso, as calorias do mamão papaia ao natural são bem baixas: cerca de 40 kcal a cada 100 g. Por esse motivo, e por ter baixo índice glicêmico, a fruta ajuda na perda de peso e é uma excelente opção para quem tem diabetes.

Por fim, um dos nutrientes do mamão papaia que se destacam é a papaína. Essa enzima, além de facilitar a digestão, tem poder cicatrizante, anti-inflamatório e antibactericida. Por isso, a papaína tem sido usada em cosméticos e medicamentos para combater a herpes labial, a sinusite, as picadas de insetos, para ajudar a suavizar a textura da pele e para eliminar hematomas.

Mamão papaia

Mercado brasileiro

Embora o Brasil seja o segundo maior produtor do tipo formosa do mundo, os Estados Unidos, o México e Porto Rico são os maiores produtores comerciais de mamão papaia. Em território nacional, se destacam na produção desse tipo de mamão os estados da Bahia e Espírito Santo.

O ano de 2019 foi difícil para os produtores de mamão devido a contratempos climáticos e fitossanitários. Embora a área de plantada tenha se mantido, o preço do mamão papaia e, consequentemente, sua rentabilidade, caíram muito. Por esse motivo, é possível que haja menos investimento nessa variedade em 2020.

Felizmente, houve melhora do mercado brasileiro para produção e exportação de mamão papaia no começo de 2020. Em janeiro, teve um aumento de 12% na exportação da fruta em relação ao mesmo mês do ano anterior. No total, foram exportadas mais de 4 mil toneladas, a maior quantidade para o mês de janeiro dos últimos três anos para essa variedade.

Por fim, para 2020 é esperado que exista grande investimento em tecnologia da produção, o que resultará em aumento da produtividade e queda das cotações.

Como plantar mamão papaia?

O plantio do mamão papaia deve ser feito em regiões quentes e úmidas, com temperatura em torno de 25 °C. O mais indicado é que o solo tenha pH entre 5,5 e 6,5 e textura areno-argilosa.

Embora o mamoeiro seja uma planta resistente, é necessário que o seu solo tenha boa capacidade de absorção, uma vez que o mamoeiro não sobrevive em solos encharcados.

A melhor forma de plantar e cultivar o mamão papaia é utilizando sementes. Para a formação das mudas, é preciso plantar as sementes a 1,25 cm de profundidade, com distância de 5 cm entre elas. Depois de germinada, as mudas devem ser plantadas com espaçamento de 2 metros entre as plantas e pelo menos 3 metros entre as linhas.

Para a boa floração e frutificação, é importante que a planta seja irrigada pelo menos uma vez ao dia e receba bastante luz solar. Além disso, o solo deve ser adubado no mínimo a cada dois meses com matéria orgânica. Pode-se utilizar tortas de mamona e cacau, estercos de gado e galinha. Por outro lado, a adubação verde pode incrementar a cobertura do solo, protegendo e melhorando a sua estrutura física.

Outro ponto importante no plantio do mamão papaia é a existência de frutos macho e fêmea, ou hermafroditas. Para que o mamoeiro dê fruto, é necessário que existam os dois gêneros, sendo que deve existir pelo menos um macho a cada 10 fêmeas. Quando a planta atinge 90 cm, já é possível observar a diferença de gênero pelas flores.

Por fim, a colheita do mamão papaia poderá ser feita depois de 4 a 6 meses após a abertura da flor. O ideal é não colher o fruto maduro, uma vez que ele deve ser consumido pouco tempo depois de ser retirado do mamoeiro.

Mamão papaia

Considerações finais

Embora o mamão papaia seja fácil de cultivar e não exija grande investimento inicial, é preciso sempre se atentar a algumas coisas específicas, como a irrigação e o controle de pragas. Além disso, é preciso tratar a fruta após a colheita, já que a sua casca frágil pode ser facilmente perfurada e permitir a entrada de microrganismos diferentes.

Por fim, o mamão papaia, embora tenha passado por um ano difícil na produção, já apresentou melhora nos primeiros meses de 2020. Vamos aproveitar!

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo