Mangostão é nativo do sudeste asiático e tem produção brasileira

Inicio » Agricultura » Mangostão é nativo do sudeste asiático e tem produção brasileira
14/10/2019 Por
Mangostão é nativo do sudeste asiático e tem produção brasileira

O mangostão é um tipo de planta medicinal, com frutos bastante saborosos

O mangostão, de nome científico Garcinia mangostana, é também conhecido como mangostão roxo. Provém de uma bela árvore tropical, pertencente à família Clusiaceae. É nativa do sudeste da Ásia e cultivada por seus frutos azedos.

A fruta do mangostão é altamente valorizada por sua textura suculenta e delicada. Seu sabor é levemente adstringente e é geralmente consumida fresca, enlatada ou seca. A planta é usada localmente na medicina tradicional e foi promovida como um tratamento alternativo para o câncer, mas faltam estudos clínicos em humanos.

Mangostão

O que é mangostão?

Mangostão é um tipo de fruta tropical. Todas as suas formas, incluindo o suco, a casca e o galho, são utilizados ​​como medicação natural.

A aplicação ocorre em diversas condições. Entretanto, até o momento não existem evidências suficientes – de cunho científico – que determinem se há uma certa eficácia ou não para qualquer uma delas.

As utilizações medicinais mais comuns são em casos de:

  • Diarreia;
  • Infecções dentro dos tratos urinários;
  • Gonorreia;
  • Candidíase;
  • Distúrbios menstruais;
  • Tuberculose;
  • Câncer;
  • Infecção intestinal, também conhecida como disenteria;
  • Osteoartrite;
  • Estimulação do sistema imunológico;
  • Melhora na saúde mental;
  • Melhora da eczema, bem como de outras condições da pele.

Sabendo o que é mangostão, pode-se utilizar como remédio natural, mas também como sobremesa ou transformando-o em deliciosas compotas.

A história diz que essas frutas eram as favoritas da linda rainha Vitória, do Reino Unido, no ano de 1837.

Hoje em dia, o suco de mangostão está se firmando como uma famosa “bebida de saúde”. Em geral, é vendida sob a alcunha de “suco de xango”.

Vários profissionais do ramo de marketing declaram que tal bebida pode tratar:

  • Diarreia;
  • Problemas menstruais;
  • Tuberculose;
  • Infecções do trato urinário;
  • E uma infinidade de outras péssimas condições.

Entretanto, não existem evidências científicas com bases confiáveis que possam apoiar essas alegações. Pelo menos, por enquanto.

Mangostão

A fruta mangostão

A fruta mangostão é redonda, com textura externamente lisa e de cor roxo-escuro a vermelho-roxo. Seu tamanho, por sua vez, varia em até 7,5 cm de diâmetro. A casca tem uma espessura de 6 a 10 mm, vermelho na seção transversal, branco-arroxeado por dentro.

Contém látex amarelo amargo e um suco púrpura. Existem 4 a 8 segmentos triangulares de carne branca, suculenta e macia.

O fruto pode não ter sementes ou, então, ter de 1 a 5 sementes totalmente desenvolvidas, oblongas ovoides, um pouco achatadas. A carne é levemente ácida e de sabor leve a nitidamente ácido, aclamada como requintadamente deliciosa.

O mangostão amarelo

O mangostão amarelo é uma fruta redonda com segmentos amarelos muito azedos. A alta acidez torna o mangostão ideal para geleias, mas remover as sementes e a pele pode consumir muito tempo.

Tem um crescimento mais fácil nos subtrópicos do que o mangostão roxo, mas o sabor é totalmente diferente. A árvore cresce bem em pleno sol e sombra. Ele tolerará e continuará frutificando fortemente em condições de seca.

A árvore é muito atraente, com grandes folhas caídas e em forma de camadas. O fruto pode atingir de 8 a 10 cm de comprimento, parecendo altamente ornamental quando está na árvore.

Como é o pé de mangostão?

O pé de mangostão é muito ereto, com uma coroa piramidal. Alcança de 6 a 25 metros de altura, possuindo casca de lasca marrom-escura ou quase preta. A casca interna contém muito látex amarelo, gomoso e amargo. As folhas sempre verdes, opostas e com caules curtos são do tipo ovadas, oblongas ou elípticas.

Novas folhas são rosadas. As flores, de 1 a 5 cm de largura e carnudas, podem ser masculinas ou hermafroditas no mesmo pé. As hermafroditas nascem sozinhas ou em pares nas pontas dos jovens ramos. Suas pétalas podem ser verde-amareladas, com bordas vermelhas.

Propriedades do mangostão

As propriedades do mangostão, no que diz respeito ao seu conteúdo nutricional, são as seguintes:

  • 73 calorias;
  • 18g de carboidratos;
  • 12g de cálcio;
  • 13g de magnésio;
  • 0,4g de proteínas;
  • 0,6g de gorduras;
  • 1,8g de fibras.

Esses valores têm como base uma porção de 100 gramas da fruta.

Mangostão

Como plantar mangostão?

Os requisitos ambientais para ter como plantar mangostão são bastante rigorosos. Assim, seu cultivo não é amplamente realizado fora de seu habitat nativo no sudeste da Ásia tropical.

A cultura se dá a partir de sementes, prática que pode ser realizada com sucesso variado. Isso porque as condições ambientais devem ser constantemente mantidas pelos 12 a 20 anos necessários que levam a semente a se tornar uma árvore madura e frutífera.

As plantas de mangostão não toleram bem o re-plantio. Portanto, é preciso plantar no solo ou em um espaço de recipiente grande. Entretanto, deve ser resistente o suficiente para que não precise ser transplantado por três a cinco anos.

Deve-se selecionar as sementes gordas, mas totalmente desenvolvidas a partir de frutas maduras para o plantio. As sementes de mangostão devem ser removidas da fruta no máximo alguns dias antes.

As sementes compradas são geralmente adquiridas em turfas úmidas em recipientes ou sacos herméticos. Mergulhe suas sementes em água limpa por 24 horas antes do plantio para acelerar a germinação.

Benefícios do mangostão

Os benefícios do mangostão são bastante valorizados por conta de suas altas concentrações de antioxidantes. O suco da fruta é considerado, como dito anteriormente, um suco “da moda”.

As vantagens para a saúde são bem elogiadas derivando de um tipo de antioxidante encontrado no fruto, especialmente em sua casca. Os antioxidantes são classificados como xantonas ricas e biologicamente ativas para a saúde do homem.

Recomendadas em vários estudos, as xantonas são o foco do tratamento, bem como da prevenção do câncer. Também protegem contra ataques cardíacos e reforçam o sistema imunológico.

Além do seu valor antioxidante, o perfil nutricional do mangostão também oferece benefícios adicionais à saúde. Não só ajudam a controlar os níveis de açúcar no sangue, mas também auxiliam o sistema digestivo.

Para a pele, o mangostão tem sido tradicionalmente usado para várias condições, incluindo eczema. As xantonas importantes protegem a pele de várias maneiras, assim, com vantagens antioxidantes e anti-inflamatórias.

Ao capturar compostos de radicais livres, eles impedem danos ambientais à pele. Enquanto isso, os benefícios anti-inflamatórios protegem ainda mais as células da pele da destruição.

Além de usar xantonas para defender a pele, a fruta do mangostão também promove a microcirculação. Isso melhora significativamente a aparência, bem como a vitalidade e brilho da pele.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo