Maravilha é uma planta ornamental originária dos Andes Peruanos

Inicio » Agricultura » Maravilha é uma planta ornamental originária dos Andes Peruanos
27/09/2019 Por
Maravilha é uma planta ornamental originária dos Andes Peruanos

As flores da maravilha se destacam em jardins por serem muito coloridas

Originária do continente Americano, a planta maravilha é uma verdadeira mutante, pois suas flores podem apresentar diferentes tons de cores ou apenas um tom uniforme durante seu processo de amadurecimento.

A maravilha é conhecida como planta medicinal indicada para tratar de enfermidades como Doenças Sexualmente Transmissível (DST). Outro uso comum é a utilização de suas flores para a coloração de alimentos.

maravilha

O que é maravilha?

Maravilha é uma planta de nome científico Mirabilis jalapaMirabilis é um termo latino que significa “maravilha”, então, eis a inspiração de seu nome. Já o termo jalapa é uma referência à cidade mexicana em que a planta foi registrada pela primeira vez.

É um arbusto perene que pode chegar a até um metro de altura. O caule é ramificado, ereto e apresenta uma textura herbácea. As folhas são lanceoladas com cerca de 6 centímetros de comprimento.

É conhecida por vários nomes, como:

  • Bonina;
  • Beijos de frade;
  • Jalapa;
  • Boas-noites;
  • Belas noites.

Flor maravilha

A flor maravilha pode variar de cor, ostentando de começo flores de cor vermelha, amarela, rosa e branca. No entanto, conforme seu processo de amadurecimento, esses tons diversos podem dar espaço à coloração amarela ou ao rosa escuro. Tal diversidade de tons dá destaque à maravilha principalmente em jardins.

As flores têm forma de trombeta e são hermafroditas. Outra característica é de serem solitárias ou então surgirem formando pequenos grupos de cores diversas.

Um aspecto peculiar é que as flores da maravilha costumam desabrochar à noite, de preferência em dias nublados. Uma vez desabrochadas, as flores permanecem abertas pela manhã. Exalam odor agradável e que atrai seus insetos polinizadores.

maravilha

Planta maravilha

A planta maravilha se adapta melhor em regiões de clima tropical, mas tem que ser cultivada em meia sombra. Alcança até 0,9 m de altura e pode ser plantada não só na terra, mas em vasos e jardineiras, entre outros.

Suas sementes têm formato esférico. No entanto, sua superfície é enrugada, além de possuir coloração negra.

Mesmo não apresentando flores, ainda assim o aspecto da planta maravilha é agradável por apresentar uma folhagem densa e atraente. Além disso, exala perfume convidativo não só de insetos, mas para o olfato humano também.

É uma planta viável para se plantar em jardins litorâneos, pois mantém-se firme na salinidade.

Plantio de maravilha

Como melhor se desenvolve em climas temperados, tropicais e não é muito tolerante ao frio, recomenda-se aplicar a planta maravilha em área que receba boa incidência de sol. No entanto, ao mesmo tempo, precisa ser cultivada à meia sombra.

O solo naturalmente precisa ser fértil, o que significa que deve ter boa matéria orgânica e ser adubado. Além disso, o solo precisa ser irrigado e drenado com certa frequência. A adubação deve ocorrer mensalmente entre a primavera e o verão.

Usos da planta maravilha

A planta maravilha, além de sua estética agradável e seu nome bem sugestivo, carrega outras qualidades que a fazem ser requisitada: suas propriedades são capazes de tratar e aliviar sintomas de algumas enfermidades, como DSTs diversas.

A lista de enfermidades em que a planta pode ser usada, tanto diretamente no local atingido como na forma de infusão de ervas, é grande.

A maravilha é útil para tratar de casos como:

  • Chagas;
  • Herpes;
  • Feridas;
  • Leucorreia;
  • Vermes;
  • Cólica;
  • Cicatrização;
  • Escoriações;
  • Contusão;
  • Sardas;
  • Dor de ouvido.

maravilha

Para coceiras e contusões

Coloque em um pirão duas colheres de sopa contendo as folhas e também as flores da planta. O próximo passo é transformar as folhas em uma pasta para se aplicar diretamente nos locais afetados. Para isso, deverá amassar bem as flores e folhas da maravilha.

Para aplicar essa pasta no local afetado, ela deve ser primeiro posta sobre um pano limpo ou gaze. Então, se valendo de outro pano, a região a ser tratada tem que ser coberta para que a solução medicinal possa agir durante a noite inteira.

Agora, se o problema a ser tratado for questão de vermes, lombrigas e coisas do gênero, há algumas diferenças de receita. Vejamos. No pilão, adicione uma colher de  sopa de açúcar, mais uma colher de sobremesa da raiz fatiada da planta.

Após amassar bem a mistura até se tornar uma massa pegajosa, acrescente uma xícara de água fervente.

Essa mistura, quando finalmente estiver pronta, deve ser abafada por algo em torno de dez minutinhos. Depois, a bebida, ou seja, o chá de maravilha, deve ser coado para em seguida ser consumido. Recomenda-se usufruir dos benefícios dessa infusão com planta maravilha uma vez ao dia e sempre de manhã, em jejum.

Chá de maravilha

Outra forma de preparo do chá é a seguinte. Faz-se o cálculo de a cada um litro de água se adicionar 10 gramas de raiz da maravilha. A dosagem de consumo recomendada é que seja de 4 a 5 xícaras por dia.

Para tratamento de dor de ouvido, a melhor opção é usar o suco de flores. Mas deve-se utilizar aplicando diretamente no ouvido, pingando uma ou duas gotas, no máximo.

Ao fazer esse procedimento de pingar a solução caseira à base de planta maravilha, o próximo passo é aguardar sua ação. O tempo estimado é de 15 a 20 minutos. Decorrido esse tempo, permita que o líquido escorra logo após.

Alertamos que, naturalmente, esses procedimentos não devem ser feitos sem o auxílio de um profissional da saúde para lhe fornecer as melhores informações.

Qualquer procedimento relacionado à saúde deve receber, ao menos, uma orientação de um médico, ou seja, um acompanhamento para que não tenha o risco de consumir algo de maneira inadequada ou que tenha contato com substâncias alergênicas que podem provocar males.

Caberá a esse profissional determinar que tipos de substâncias poderá ingerir e se, de fato, se mostra como uma das melhores alternativas disponíveis, ou a mais viável, para iniciar um tratamento específico.

Partes da planta

Como colocado acima, as flores da maravilha servem para tingir alimentos e também podem ser consumidas. No entanto, tal expediente só deve ser recorrido em caso de extrema necessidade.

As demais partes da maravilha ainda podem ser usadas como eficiente laxante e diurético. Por fim, diz-se também que sua raiz tem propriedades afrodisíacas.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo