Maria preta é uma erva daninha de frutos altamente tóxicos

Inicio » Agricultura » Maria preta é uma erva daninha de frutos altamente tóxicos
02/10/2020 Por
Maria preta é uma erva daninha de frutos altamente tóxicos

Maria preta é planta pouco exigente com o solo. A natureza dá ao ser humano tudo aquilo que ele precisa consumir. Porém, alguns de seus frutos e produtos devem ser consumidos com muita cautela, assim como a Maria preta. Os seus frutos são extremamente benéficos para a saúde, mas devem ser consumidos com cuidado.

Isso porque a Maria preta tem fama de ser altamente tóxica, o que pode envenenar pessoas e, principalmente, animais. Logo, mesmo que prometa muitos benefícios ao corpo humano, é preciso ter muita atenção ao consumi-la. Acompanhe o artigo a seguir e saiba mais sobre o assunto!

Maria preta

O que é Maria preta?

Maria preta é uma planta da família Solanaceae e possui grande popularidade no Brasil, sendo facilmente encontrada em nosso país. Porém, também é possível localizá-la nos Estados Unidos, Peru e Paraguai.

Essa planta provavelmente esteve presente na infância de muitas pessoas que consumiam plantas livremente.

Porém, há grandes probabilidades de muitas dessas pessoas estarem confundindo a Maria preta com o mirtilo, que possui nome científico de Corymbosum. Afinal, os dois são muito semelhantes, mas possuem ordens diferentes e também variados níveis de toxidade.

A Maria preta é uma das plantas tóxicas para animais mais perigosas de serem ingeridas. Quando um animal a ingere, pode apresentar sintomas como:

  • Apatia;
  • Ranger dos dentes;
  • Salivação.

Além desses sintomas, ela também pode causar isolamento social no animal e um peso enorme na cabeça, fazendo com que ele sempre procure um lugar para apoiá-la. Outros sintomas que indicam o envenenamento por conta da Maria preta são a agressividade e os tremores musculares.

Algumas vezes, também podem apresentar as extremidades do corpo frias e deitar constantemente de barriga para cima. A partir do momento em que os sintomas iniciarem, é preciso ligar o mais rápido possível para um veterinário.

Infelizmente, ainda não há registros de tratamentos existentes para esse tipo de envenenamento. Logo, o importante é ligar para o médico e aguardar a visita para maiores orientações.

Família Solanaceae

A família da qual a Maria preta faz parte é a mesma família de flores como dama da noite (Cestrum nocturnum), que também é considerada uma das plantas tóxicas para bovinos, para consumo humano e animal.

A Cestrum parqui, também conhecida como cestrum verde, carrega alta toxidade para os bovinos.

Além disso, o gênero botânico Cestrum é muito abundante e pode ser facilmente encontrado na América do Sul. Geralmente, é composto por plantas que possuem fácil adaptação ao local onde se encontram.

Assim como a Maria preta, as demais plantas dessa família não são tão exigentes com o solo em que são plantadas.

Inclusive, dentro da família de plantas Solanaceae, é possível encontrar diversas plantas tóxicas para o organismo. As pessoas que mais devem ficar atentas são aquelas que trabalham com o agronegócio e possuem animais e plantios.

Afinal, como são dotados de curiosidade, bovinos, cães e demais animais podem sentir o cheiro e querer experimentar as plantas. Isso pode causar envenenamento e levar o animal a óbito. Logo, é preciso verificar constantemente quais os tipos de planta e frutas que há na região.

Maria preta

Características da Maria preta

A Maria preta é uma planta que não possui uma vida muito longa quando comparada a outras espécies. É uma planta anual e que possui em torno de 1,5m de altura, no máximo. Com relação às suas folhas, as mesmas não apresentam um padrão de tamanho.

Ou seja, suas folhas são extremamente variadas e podem se apresentar em diversos tamanhos, chegando a ter 10 centímetros de comprimento e 7 centímetros de largura. A margem de suas folhas é, em grande maioria, dentada ou ondulada, mas nunca nivelada por completo.

A parte inferior de suas folhas também possui uma coloração verde pálido, o que ajuda na identificação da Maria preta.

Os frutos tóxicos dessa planta são negros, moles e esféricos, beirando quase medidas perfeitas. Por dentro, contêm diversas sementes que ajudam no envenenamento. Inclusive, para identificar em qual momento a planta está mais venenosa, é preciso saber analisar o fruto.

Quanto mais maduro, grande e bonito, mais teor de veneno ele possui. Isso porque, a partir da maturidade do fruto, ele começa a desenvolver níveis muito elevados de solanina. Além desse composto, outros venenos que carrega consigo são a escopolamina, atropina e hiosciamina.

Os outros componentes são produzidos em uma quantidade muito menor, mas, ainda assim, o seu consumo pode ser altamente prejudicial. Mesmo assim, ainda existem muitas pessoas que afirmam que as plantas com frutos do gênero Solanum ainda são muito mais venenosos e letais.

Maria preta

Chá de Maria preta

Depois de tudo isso, é muito comum que as pessoas se sintam um pouco amedrontadas para tomar o chá da Maria preta. Porém, são reais as afirmações de que ela traz diversos benefícios ao corpo humano.

Entretanto, o que deve ser consumido são as suas folhas através de decocção. Ao ser feito da forma correta, o chá das folhas da Maria preta podem trazer benefícios para os mais variados problemas, desde cólicas menstruais, excitação nervosa, dores musculares, psoríase, coluna, entre outros.

Além disso, é um perfeito vermífugo natural, o que faz com que todos os vermes sejam expelidos ou dissolvidos quando em contato com o chá dentro do organismo. Inclusive, a folha da Maria preta é um ótimo estimulante sexual e pode ser utilizada, também, como laxante e diurético.

As suas propriedades são tão fortes e cheias de componentes que até mesmo pode ser usada para tratar picadas de cobra, através da maceração das folhas. Os abscessos também são um grande problema que o chá de Maria preta pode tratar.

Logo, é possível observar que essa planta possui, sim, seus benefícios, mas é preciso estudá-los e saber como consumi-la. Afinal, ao que parece, o veneno maior está somente em seus pequenos frutos, mas não necessariamente em suas folhas.

Além disso, é preciso sempre ficar muito atento para não confundir a Maria preta com o mirtilo, já que os dois se assemelham em diversos aspectos. Pessoas com animais e crianças em casa precisam ter a atenção redobrada para com essa planta.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo