Espirradeira é uma planta bastante comum em parques e praças

Inicio » Agricultura » Espirradeira é uma planta bastante comum em parques e praças
10/10/2019 Por
Espirradeira é uma planta bastante comum em parques e praças

Espirradeira está entre as plantas mais tóxicas

A espirradeira se desenvolve em flores amarelas, brancas, rosa, pêssego e vermelhas. De fato, a maioria das espécies da planta produz flores belas e perfumadas.

Contudo, todo o cuidado com a espirradeira é pouco. Afinal de contas, a planta, também conhecida como oleandro, é altamente tóxica.

Espirradeira

O que é espirradeira?

Espirradeira é uma planta pertencente à família Apocynaceae, sendo comumente chamada de oleandro.

A planta espirradeira é nativa das áreas do Marrocos, China e Mediterrâneo. No entanto, foi naturalizada em quase todos os continentes do mundo.

Além disso, a incidência da planta é muito comum tanto no Brasil quanto em Portugal. Aqui, seu surgimento pode ser espontâneo, bem como pode ser cultivado. Em ambos os casos, a flor espirradeira exige máximo cuidado. Afinal de contas, o oleandro é uma das plantas mais venenosas do planeta.

Sem dúvida, isto não impede sua ocorrência e seu plantio. De fato, a maioria das pessoas cultiva e cria variedades de oleandros devido à morfologia ornamental destas plantas.

Cultivo da planta espirradeira

O oleandro cresce no solo bem drenado em áreas que fornecem luz solar suficiente. Ele vive principalmente em climas quentes e tropicais, como o Brasil e a África. Além disso, a planta pode tolerar secas e temperaturas próximas de zero durante curtos períodos.

Apesar do seu alto nível de toxicidade, o oleandro pode ser usado na indústria farmacêutica para a produção de vários remédios. Isto é, folhas e sementes de oleandro são usadas na fabricação de medicamentos para asma, epilepsia, ciclos menstruais dolorosos, verrugas e outras condições da pele.

Além de ser popular na horticultura, a planta é a flor oficial de Hiroshima. Afinal, foi a primeira planta que conseguiu florescer após efeitos devastadores produzidos por bomba atômica em 1945.

Em linhas gerais, a espirradeira pode ser facilmente cultivada e sobreviver por algumas décadas.

Espirradeira

A flor espirradeira é venenosa para o homem?

Sem dúvida, a planta é mais conhecida por sua toxicidade. Em suma, é possível afirmar que cada uma das partes da planta contém toxinas. Ou seja, o envenenamento pode ser induzido mesmo após o consumo de quantidades mínimas desta planta.

Os apitos feitos com o caule do oleandro, por exemplo, podem induzir o envenenamento de crianças. Portanto, os efeitos tóxicos podem ser manifestados tantos em humanos quanto em animais.

Os sintomas típicos de envenenamento pela planta espirradeira incluem:

  • Vômitos;
  • Diarreia;
  • Batimentos cardíacos irregulares;
  •  Tonturas;
  • Convulsões.

Espirradeira

Além da ingestão, o envenenamento pode ser induzido ao tocar a planta e a seiva das árvores com as próprias mãos. Além disso, a inalação de fumaça de oleandros em chamas induz efeitos tóxicos em humanos.

Está registrado pelo menos um caso de intoxicação por ingestão de caracóis alimentados com folhas desta planta. Sem dúvidas, o acidente ocorreu devido ao acúmulo de toxinas ao longo da cadeia alimentar.

Além disso, as propriedades tóxicas do oleando têm sido usadas como instrumento de suicídio desde a antiguidade. Apesar disso, curiosamente, as borboletas do gênero Euploea consomem o oleandro durante a fase larval.

Afinal, ao armazenar toxinas no corpo, esse animal aumenta suas chances de sobrevivência, isto é, protegendo-se de grandes predadores, como pássaros, que assim não consomem essas larvas.

Apesar de sua toxicidade, existem mais de 300 variedades de espirradeira cultivadas atualmente.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo