Massa é o nome dado a uma mistura que varia de acordo com a receita

Inicio » Agronegócio » Massa é o nome dado a uma mistura que varia de acordo com a receita
02/10/2020 Por
Massa é o nome dado a uma mistura que varia de acordo com a receita

Seja para pães ou uma pizza, colocar massa na receita enriquece o agronegócio brasileiro. Um dos produtos mais consumidos no mundo, desde suas origens a massa tem a finalidade de criar as melhores combinações entre molhos e sabores. Decerto, o difícil é ter um tipo em especial, já que o brasileiro está acostumado à presença do pão francês no café da manhã e, da pizza, nos jantares.

Entretanto, para o lado da economia, a massa move uma extensa cadeia produtiva, que vai dos ingredientes que a compõem até as indústrias e ao setor varejista. Prova disso ainda é sua ampla variedade, pois são diversos os tipos e indicações culinárias.

Massa

O que é massa?

Massa é, para a culinária e o setor alimentício, a simples mistura da farinha de trigo a um líquido qualquer, principalmente a água ou leite. Como resultado esperado, o produto final pode ser a produção de macarrão, pão e alimentos como pizzas, crepes, pastéis, bolos, pães e panquecas.

Frente a tanta variedade, uma massa pode ser classificada em três grupos: frescas, recheadas e secas. No entanto, qualquer uma é bem apreciada no dia a dia do brasileiro, mesmo sem saber que cada tipo é produzido para uma indicação.

Quer dizer que ela foi criada para deixar tudo mais saboroso e equilibrado ou mesmo para o consumo de molhos.

Em linhas gerais, para entender o conceito de o que é massa para o agronegócio, ela é um dos produtos industrializados mais consumidos no mundo.

Embora não apresente sabor bem definido, ela é própria para absorver qualquer tipo de tempero. Ou seja, produtos à base de massa caem bem com azeite, molhos de tomates, frutos do mar e alho.

Como características de cada variedade, uma massa curta combina melhor com saladas e molhos rústicos, pois captura melhor o sabor dos temperos. Já uma massa longa é ideal quando bem fina, para absorver temperos como orégano, azeite e alho.

Enfim, uma massa fresca de ovos é bem saborosa e combina com legumes e molhos suaves. Seja qual for sua escolha, saiba ainda que nem toda massa com ovo pode ser chamada de fresca. Isso porque existem também as variedades secas e as recheadas.

Aliás, são uma delícia quando a receita é gratinada ou preparada no forno, a exemplo dos pratos:

  • Rondelli;
  • Capelete;
  • Nhoque;
  • Ravióli;
  • Tortelline;
  • Conchiglione;
  • Canelone.

Investindo na massa de panqueca

Para quem ama o produto e ainda quer investir para gerar renda, a massa de panqueca anda ganhando os olhares de muitos microempresários. Até porque esse produto tem alta aceitação e prospera como ótima oportunidade para que você monte uma empresa com sabor de sucesso.

Para tanto, você precisa saber tudo sobre como fazer a massa e começar a vende-la para ganhar dinheiro por conta própria. Decerto, sabemos que a panqueca é um produto de fácil preparo, o que pode garantir uma produção tranquila e de baixo gasto mesmo em casa.

Para isso, até os utensílios e equipamentos podem ser próprios, visto ainda que uma boa aceitação de mercado aumenta sua margem de lucro e pode gerar novos investimentos na linha de produção. Contudo, seu começo pode ser nas receitas de panquecas mais tradicionais.

Sem contar que o mercado sempre está aquecido devido à demanda constante. Ou seja, produzir panquecas em casa para vender é uma forma de você driblar épocas de crises econômicas e garantir aquele dinheiro extra no fim do mês. Enfim, ler este artigo pode ser o primeiro para você mudar de vida para melhor investindo no próprio negócio.

Massa

Vale a pena investir na produção de massa alimentícia?

Claro que, como a massa alimentícia é um dos alimentos mais consumidos no mundo, vale a pena ressaltar que é sempre positivo pensar que o setor alimentício garante algum retorno. Apesar de muitos dizerem que falta potencial para empresários investirem em alimentos, saiba que é preciso lembrar que todos precisamos de energia para viver.

Isso quer dizer que, ao menos três vezes por dia, nosso corpo necessita de alimento. Além disso, também sabemos que o brasileiro sempre foi bom de garfo. Sendo assim, ao unir o desejo com a necessidade, todo bom empreendedor já pode ficar animado com um mercado certo e que jamais vai parar de crescer.

Claro que sempre é preciso muito trabalho e disciplina. Entretanto, você precisa acertar no tipo de massa que pretende trabalhar, bem como fazer uma análise do seu público e região para ganhar a melhor aceitação possível. O resto, o produto faz sozinho. Até porque, entre diversos segmentos de negócio lucrativo, a massa aparece em primeiro lugar quando o assunto é alimentação.

Em suma, o importante é saber que investir em comida vai muito além do capital, pois sua independência financeira garante liberdade pessoal para tocar sua própria vida. Enfim, é preciso que você fique ciente de que, mesmo sendo um ramo forte para vendas, é preciso ralar e estar disposto para garantir os melhores resultados.

Massa

Os tipos de massa mais consumidos no mundo

Entre os diversos tipos de massa existentes no mercado, selecionamos quais são os grandes protagonistas que aquecem tanto o mercado nacional quanto o internacional. Com certeza, você já deve ter consumido a maioria, ou praticamente todos.

Para começar, vale lembrar que a palavra “massa” vai além do macarrão, pois engloba todos os alimentos à base de seus ingredientes. Aliás, ela costuma ser elaborada por vários ingredientes.

No caso do macarrão de sêmola, por exemplo, ele é elaborado com farinha de trigo especial, que o torna mais claro. Já sobre a massa de macarrão comum, sua composição leva apenas água e farinha de trigo, diminuindo seu custo final.

O macarrão integral possui mais fibras, devido à farinha de trigo integral. Por outro lado, a massa de lasanha pode ter a presença de leite, farinha e manteiga.

Outro produto de massa muito consumido é o saboroso nhoque, composto basicamente nas suas origens por farinha de pão, água e demais condimentos ferventados. No caso da milenar e tradicional massa de pizza, sua composição atual é basicamente água, fermento e farinha de trigo.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo