Minifúndios ajudam na economia de pequenas regiões do Brasil

Inicio » Agronegócio » Minifúndios ajudam na economia de pequenas regiões do Brasil
19/03/2019 Por
Minifúndios ajudam na economia de pequenas regiões do Brasil

Minifúndios são pequenas propriedades de terra com grande capacidade produtiva

Os minifúndios tornaram-se populares em todo o mundo. Com a possibilidade de adquirir uma pequena propriedade rural, essa prática se espalhou rapidamente entre os envolvidos na agrpecuária, pois é um método rentável.

No Brasil, os minifúndios atendem, principalmente, as pessoas de baixa renda. Além disso, são considerados de subsistência, ou seja, administrados por uma família.

Vegetais de um minifúndio

O que são minifúndios?

Minifúndios são terras consideradas menores que as grandes zonas rurais – os latifundios. Entretanto, a sua versatilidade permite que grandes produções também sejam feitas neste pequeno espaço, de modo que os produtores sobrevivam de suas próprias produções.

O fator primário dos minifúndios é a sobrevivência familiar. Para evitar gastos desnecessários, eles procuram se alimentar daquilo que produzem, e uma das principais vantagens é saber exatamente a procedência dos alimentos.

Todavia, existem famílias que, além de utilizarem suas próprias produções para o consumo, também vendem para pequenas feiras ou mercados regionais. Dessa maneira, viabilizam algum retorno financeiro.

Com a crise econômica instaurada no Brasil, os minifúndios são ótimas alternativas pois, além de alimentar diversas famílias, ajuda no desenvolvimento de outras produções e gera mais empregos.

Durante os últimos 20 anos, a preferência por minifúndios têm crescido de forma vigorosa e negociadores têm enxergado essa prática com bons olhos. De acordo com o Ministério da Agricultura, a produção familiar move cerca de 75% do setor agrícola no Brasil.

Latifúndios e minifúndios 

Os latifúndios são conhecidos pela grande exploração de terra. Ali, todo o trabalho pode ser expandido a qualquer momento. Além disso, grandes produções como a dos bovinos de corte e soja aparecem nessas regiões. O latifúndio permite uma melhor separação dos trabalhos, pois conta com muitos hectares.

Desvantagens dos latifúndios:

  • Gastos: Por ser um espaço de grandes proporções, a contratação de funcionários e de mão de obra especializada é necessária em muitos casos. Isso porque, caso o trabalho não seja aplicado da maneira correta, poderá acarretar em prejuízos.
  • Locomoção: Andar de um lugar para o outro pode ser uma dificuldade pois, por se tratar de uma área maior, pode levar um período maior de tempo para que seja percorrido e para que os insumos demandados constantemente sejam adquiridos.

Os minifúndios podem ser responsáveis por ajudar pequenos investidores a crescer num mercado tão expoente. Seu pequeno tamanho permite que a terra seja adquirida com mais facilidade.

pequena planta em um minifúndio

Possíveis desvantagens dos minifúndios

Conforme citado anteriormente, o trabalho com minifúndios destaca uma série de vantagens para quem busca investir no mercado da agropecuária. No entanto, também há possíveis desvantagens que devem ser levadas em consideração antes que se decida por esta opção; conforme exposto a seguir:

  • Terras improdutivas: Em alguns casos, ao adquirir uma terra, investidores podem se deparar com a improdutividade do solo. Quando este é o caso, se faz necessário contratar equipes especializadas em tornar este solo novamente fértil e apto para produções.
  • Propagação de bactérias: Espaços relativamente menores fazem com que os animais fiquem mais próximos uns dos outros, o que aumenta os perigos de contaminação. Caso a higiene não seja adequada, doenças podem facilmente ser transmitidas entre o rebanho.

Escolher qual proporção de terra se deseja adquirir vai de acordo com a necessidade de cada investidor. Crescer numa produção menor e conquistar a estabilidade financeira com um mercado regional pede uma terra minifundiária. Por outro lado, se o objetivo é crescer no mercado nacional e exportar produtos, é preciso uma locação maior; caso do latifúndio.

Com isso, fica claro que os minifúndios são uma alternativa interessante para pequenos investidores, pois ele possibilita o grande lucro em espaços relativamente menores. Além disso, o trabalho familiar já é o suficiente para ocupar grande parte do trabalho.

Agro20 | Portal Vida No Campo