Oliveira é uma árvore muito versátil no campo da agricultura

Inicio » Agricultura » Oliveira é uma árvore muito versátil no campo da agricultura
16/04/2019 Por
Oliveira é uma árvore muito versátil no campo da agricultura

A oliveira é uma árvore muito antiga e popular em todo o mundo pelos produtos que oferece

A oliveira é uma plantação que oferece uma série de vantagens para o produtor que deseja investir. Este tipo de cultura no Brasil acontece, em especial, nas regiões Sudeste e Sul do país. Isso porque os índices de temperaturas mais baixas facilitam seu plantio e fortalecem a olivicultura nacional.

O uso da oliveira no ramo da indústria é feito em diversos campos, dos alimentos até da medicina. Seu consumo pode ajudar em problemas digestivos, pois é diurético. Além disso, ele é um grande auxiliar para quem deseja emagrecer, em razão dos componentes oxidantes que contém.

A oliveira é uma vegetação muito rica em nutrientes

O que é oliveira?

A oliveira é uma árvore da família oleáceas e produz olivas, também conhecidas como azeitonas. Este produto é utilizado em diversos campos da culinária, incluindo desde a produção do azeite até o seu consumo puro ou com outros alimentos. A árvore pode atingir até 30 metros, embora o mais comum seja encontrar oliveiras de até 10 metros; de tronco retorcido e com muita folhagem. A longevidade desta árvore é grande; e existem alguns exemplares em Israel com mais de 2500 anos de idade.

Esta vegetação é nativa em toda a bacia do Mediterrâneo e vista como u m símbolo religioso na Palestina. Algumas culturas consideram, até os dias de hoje, a árvore como uma planta divina – em especial os católicos. As oliveiras são citadas na bíblia em diversas passagens, se referindo à um fruto que promete longevidade.

Seu cultivo no Egito foi registrado desde o século XVII A.C., e é tida como um símbolo de paz para a população. A introdução da oliveira na Europa aconteceu anos mais tarde e, hoje, é muito popular por todo o continente.

Oliveiras no Brasil

O implemento das oliveiras no Brasil aconteceu próximo do período colonial, por meio dos portugueses. Contudo, um fator histórico atrasou o plantio do vegetal no país. Em razão do solo muito fértil brasileiro, o governo português teve receio de criar concorrência nas vendas entre as nações e, portanto, foi espalhada uma notícia de que a árvore não produzia bem em solo tropical. Este fato gerou atraso nas plantações de oliveiras no Brasil, contudo, atualmente seu cultivo acontece de forma eficaz.

Os Estados nacionais que mais cultivam esta árvore se encontram no Rio Grande do Sul, São Paulo e Minas Gerais. Estas zonas são escolhidas pela altitude que possuem, pois as oliveiras se desenvolvem melhor em baixas temperaturas. Esta planta é muito versátil e gera renda para produtores de pequeno à médio porte; e o fruto das oliveiras pode ser utilizado na preparação de pomadas medicinais, em combustível e na alimentação.

Como é uma plantação de oliveiras

A olivicultura é uma prática muito comum no Brasil, e o país é o quarto maior produtor de azeite do mundo. A região Sul é a maior potência nacional neste ramo, e comporta três grandes indústrias produtoras. Deste modo, para iniciar uma produção de olivas, é necessário se atentar ao ambiente do plantio.

Este tipo de cultura não suporta geadas – fator que não é problema para o Brasil – além disso, em seu período de floração, a oliveira necessita de um clima seco.

A oliveira produz a azeitona

A umidade do ar próximo à etapa da colheita pode interferir no desenvolvimento da planta. Suas raízes são profundas e podem atingir até seis metros. Deste modo, esta árvore tem grande facilidade em colher nutrientes da terra.

Durante a preparação do solo, o produtor pode evitar áreas que possam acumular água. É importante que o solo esteja nutrido e com alto índice de nitrogênio. O ph pode variar entre 6,5 e 7,5 sem ultrapassar ou diminuir.

Na região Sudeste, é recomendável a plantação nos meses de abril e maio, quando há grande incidência de sol. Na região Sul do país, o cultivo de setembro até novembro é o mais comum, pois são os meses com menor risco de geadas.

Cuidados com oliveiras

Alguns cuidados com o plantio podem facilitar e gerar um desenvolvimento mais rápido das olivas. Nos primeiros anos do cultivo, é recomendada a utilização de um sistema de irrigação por gotejamento superficial, ou seja, manter a terra sempre úmida.

Nos anos seguintes, pode ser utilizada a irrigação por enterrado, ou seja, manter as raízes com bastante água. Realizar a aplicação de nutrientes solúveis no solo por meio da técnica da fertirrigação é uma maneira de conseguir melhor proveito do solo.

Manter a terra coberta com palha ou alfafa também faz com o que o solo permaneça fresco, e é algo capaz de inibir o crescimento de ervas daninhas. As oliveiras necessitam de muito tempo para crescer, contudo, duram centenas de anos.

O tronco desta árvore é muito resistente e sua floração acontece entre os meses de abril e junho. As flores das oliveiras são brancas ou amarelas e contém três pétalas. A partir das flores, ocorre o processo de polinização para gerar o fruto, conhecido como azeitona.

Benefícios da oliveira

As oliveiras são utilizadas por diversos segmentos industriais, como no ramo da medicina, dos cosméticos, alimentos e até mesmo para gerar energia. No ramo da medicina, a folha de oliveira é muito conhecida pelos seus benefícios naturais. Elas podem utilizadas em forma de compressas para diminuir a pressão sanguínea, e são também relaxantes.

São extraídas também para o uso em chás medicinais que auxiliam na digestão, pois são de caráter diurético. Alguns nutricionistas e herbalistas recomendam o chá desta planta para diabéticos, pois ele pode ajudar a diminuir taxas de açúcar no sangue.

A árvore oliveira pode durar muitos anos

O óleo extraído desta planta é utilizado tanto como condimento para saladas, como para regular os níveis de gordura no sangue. Seus nutrientes podem auxiliam no tratamento pedras e ou cálculos biliares. Ele é também utilizado em problemas de infecções, pois contém compostos de caráter fenólicos; ou seja, substâncias que podem amenizar infecções vaginais, intestinais e respiratórias.

O uso do extrato da árvore de oliveira na pele apresenta resultados satisfatórios. O azeite é um dos melhores hidratantes para a pele, pois contém propriedades que promovem a diminuição do inchaço e a hidratação da pele do rosto. Além disso, ele também apresenta características anticancerígenas.

O chá da planta da oliveira pode ser utilizado para ajudar no processo de emagrecimento, pois contém agentes oxidantes. Estas substâncias são responsáveis pela queima de gordura e podem acelerar o metabolismo.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo