Orquídea chuva de ouro é uma espécie epífita de aparência exuberante

Inicio » Agricultura » Orquídea chuva de ouro é uma espécie epífita de aparência exuberante
21/10/2020 Por
Orquídea chuva de ouro é uma espécie epífita de aparência exuberante

A orquídea chuva de ouro apresenta uma exuberância alegre e simples. Entre os principais traços da orquídea chuva de ouro destaca-se, sem dúvidas, a singela delicadeza presente em suas pétalas. Ainda assim, não é possível esquecer seu agradável e inconfundível perfume.

Assim que a orquídea chuva de ouro passou a ser usada para embelezar os jardins, viu-se que ela era uma alternativa excelente para a decoração de interiores, tanto em arranjos como em vasos.

Orquídea chuva de ouro

O que é orquídea chuva de ouro?

A orquídea amarela chuva de ouro, cujo nome científico é Oncidium, pertence à família das Orchidaceae. Conforme indicam os especialistas, sua origem remonta ao México e à América do Sul.

Decerto, a planta se destaca devido à facilidade de seu cultivo. Logo após a sua floração, é possível notar seu impressionante efeito decorativo. Salvo o fato de ser considerada, desde um ponto de vista biológico, uma planta herbácea, possui hábito epífito, tendo cerca de 35 centímetros de altura.

Se bem que a espécie seja demarcada pela posse de pseudobulbos ovalados e curtos, apresenta, também, duas folhas flexíveis e estreitas por bulbo. A saber, as flores são pequenas (não ultrapassam 2 centímetros).

Sem dúvida, essas flores são reunidas em grandes panículas sobre hastes de 90 centímetros. Aliás, tais hastes surgem no fim da primavera (sobretudo, no sul do Brasil), durando por volta de 15 dias, segundo a temperatura de cada época.

Às vezes, é possível encontrar, na natureza, orquídeas de várias cores (alaranjadas, marrons, tigradas, róseas e brancas), contudo, as mais reconhecidas pela maioria das pessoas são aquelas de flores amarelas.

Como plantar orquídea chuva de ouro?

Conforme mencionado, a orquídea chuva de ouro (como quase todas as existentes em nosso país) é epífita, ou seja, se desenvolve sobre outras plantas. A fim de crescer e se desenvolver, contudo, essa proximidade não causa nenhum tipo de prejuízo às demais espécies de plantas.

Por analogia, essa orquídea prefere se fixar nos troncos das árvores, de modo a extrair os nutrientes das suas folhas, bem como outros fragmentos depositados nas proximidades de suas raízes.

Nesse sentido, as suas raízes se envolvem por uma fina casca chamada velame. Este, por sua vez, é capaz de absorver água diretamente do ar, protegendo as raízes de inconvenientes insetos. Contudo, na maior parte das vezes, a orquídea chuva de ouro não suporta a incidência direta de luz solar.

Com a finalidade de evitar essa exposição, os ambientes propícios ao seu desenvolvido consistem nas meias-sombras, com bastante luminosidade. Por exemplo, a luminosidade não se relaciona com os raios solares! Sobretudo, considere os locais nativos dessa planta: as florestas.

Uma vez que, nos ambientes naturais, a luz solar é bloqueada por folhas e galhos de árvores, a reprodução dessas condições é o mais indicado para o seu plantio. Por conseguintes, as plantas que vivem no chão ou nos troncos são iluminadas, apenas, pelas pequenas frestas solares.

Orquídea chuva de ouro

Onde é mais indicado plantar orquídea chuva de ouro?

Com o intuito de obter êxito e ter como plantar orquídea chuva de ouro, não faz muita diferença usar vaso ou tronco. Precipuamente, o que não pode, em hipótese alguma, ser negligenciado, é o tipo de substrato adequado ao ambiente no qual a plantar ficará.

Certamente, quem prefere ter seus exemplares em vasos, poderá escolher entre modelos de barro ou de plástico. Em resumo, as raízes da orquídea chuva de ouro são muito finas, tendendo a se proliferar rapidamente.

Igualmente, outro método de plantio inclui o uso de placas fabricadas a partir de fibras de coco para a fixação de suas mudas. Por menos que seja difícil errar, é altamente recomendável amarrá-las cuidadosamente com sisal ou barbante.

Similarmente, você pode utilizar pedaços de madeiras, lascas e cascas que se encontram no fundo dos quintais ou em lojas especializadas. Não apenas você pode comprar alguns pedaços de troncos como, também, poderá adquirir o substrato correto.

Por certo, ao pesquisar na internet, encontrará inúmeras opções. Anteriormente de sua colocação no mercado, esses troncos são devidamente preparados, visando receber as mudinhas.

Entretanto, muitos troncos recentemente cortados possuem muita seiva e substâncias de outros tipos.

Visto que, entre elas, encontra-se o tanino (uma espécie de elemento de defesa), eles provocam sensações de amargor e adstringência ao paladar. Afinal, o tanino é maléfico a certos tipos de orquídeas, como a chuva de ouro.

Em segundo lugar, a importância de tratá-los leva muitos orquidófilos a deixar os troncos imersos em água por mais de um mês. Analogamente, trocar a água uma vez, pelo menos, a cada 30 dias, é crucial para a retirada desses taninos.

Orquídea chuva de ouro em árvores

Ademais, não podemos abordar as preferências dessa espécie sem, para tanto, mencionar mais detidamente os troncos de árvores. Principalmente, caso essa seja a forma selecionada por você, é indicado que as mudas sejam delicadamente amarradas, evitando quebrar suas raízes.

Desde que é viável utilizar sisal, barbante ou outros materiais que fixem a planta aos troncos de árvores (no entanto, sem feri-las), a amarração é utilizada para atar a planta nas árvores.

Conquanto a amarração deva ser utilizada para fixar as plantas nas árvores, esse recurso só deve ser empregado por algum tempo. Semelhantemente, tão logo a orquídea chuva de ouro se adapte ao local selecionado, suas raízes passarão a se fixar nas superfícies e a planta “abraçará” o tronco.

Então, como você pode notar, o plantio dessa orquídea é muito simples. Com o fim de assegurar uma boa adubação, utilize NPK 10-10-10 (sempre diluído em água) após sua floração e durante o início da estação de inverno.

Orquídea chuva de ouro

Dicas para o plantio da orquídea chuva de ouro

Por mais que existam outros elementos a considerar, este aspecto tem que estar sempre em sua mente: as regas. Portanto, a planta necessita de muita umidade, devendo ser irrigado todas as vezes em que o seu substrato estiver seco.

Ao propósito, uma dica relevante consiste em borrifar suas folhas com água quando o clima estiver muito quente. Por consequência, os estudiosos da espécie sustentam que a orquídea chuva de ouro é muito eclética.

Em seguida, cumpre ressaltar que ela vive bem nos climas oceânico, equatorial, semitropical e tropical, podendo viver em temperaturas que oscilem entre 13 °C e 36 °C. Sob o mesmo ponto de vista, após a floração, normalmente nascem novos brotos junto aos mais antigos pseudobulbos.

Do mesmo modo, é possível, nesse ponto, realizar o desdobramento de suas mudas. Por outro lado, elas precisam ser separadas em 3 pseudobulbos, a fim de plantá-las em um vaso preparado para tal. Com efeito, essa é uma das melhores alternativas para ter como cuidar de orquídea chuva de ouro.

Dessa maneira, a orquídea chuva de ouro serve como uma esplendorosa amostra que se destaca entre as diversas espécies de orquídeas. Antes de mais nada, ela é capaz de nos encher de alegria, remetendo-nos a sentimentos benéficos de prosperidade.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo